Rio Deva (Cantábria e Astúrias)

O rio Deva é um rio do norte de Espanha, na cornija Cantábrica, que nasce nos Picos da Europa e desagua na ria de Tina Mayor [es], que por sua vez desagua no mar Cantábrico. No seu percurso de 64 km, após nascer no circo glaciar de Fuente Dé, município de Camaleño}}, na comunidade autónoma da Cantábria, segue para leste, até Potes, onde conflui com o Quiviesa [es]; segue depois para norte, até à foz do Urdón [es], onde passa a marcar a divisória entre a Cantábria e as Astúrias. Continua para norte e pouco antes da foz do Cares, o maior afluente do Deva, entra no município asturiano de Peñamellera Baja. Volta a marcar o limite entre as Astúrias e a Cantábria a partir dos municípios de Ribadedeva e de Val de San Vicente, onde, junto a Unquera [es] e Bustio, desagua na ria de Tina Mayor, que desemboca no mar Cantábrico.

Rio Deva
O Deva nas Astúrias, pouco depois da foz do Cares
Mapa do curso do rio Deva
Mapa do curso do rio Deva
Comprimento 64 km
Nascente Fuente Dé (Picos da Europa)
Altitude da nascente 1 100 m
Foz mar Cantábrico (ria de Tina Mayor)
Altitude da foz 0 m
Área da bacia 1 195 km²
Afluentes
esquerda
Urdón e Cares
Afluentes
direita
Quiviesa e Bullón
País Espanha
Rio Deva está localizado em: Espanha/relevo
Rio Deva
Coordenadas da foz 43° 22' 29" N 4° 31' 7" O

EtimologiaEditar

O rio deve o seu nome à deusa-mãe céltica ligada à água Deva. Nas escavações realizadas no monte Cildá [es], na divisória entre os municípios de Arenas de Iguña e Corvera de Toranzo, foi descoberta uma ara céltica dedicada a essa deusa. A palavra deva, de origem celta, está provavelmente aparentada com "deus" (do indo-europeu *deiwos; em latim: divus, diva ["deus", "deusa"]), que significa "sagrado" ou "divino". O topónimo Deva aparece nas Astúrias (a ilha de Deva [es] e a paróquia de Gijón Deva), no município de Deva de Guipúscoa e nos rios Deva da Galiza (um na província de Ourense e outro na província de Pontevedra).

Notas e fontesEditar

  • Este artigo foi inicialmente traduzido, total ou parcialmente, do artigo da Wikipédia em castelhano, cujo título é «Río Deva», especificamente desta versão.
  • «Río Deva» (em espanhol). www.turismoasturias.es. Consultado em 10 de janeiro de 2022 
  • Hubert, Henri (1988), Los celtas y la civilización celta (em espanhol), Madrid: Akal Universitaria 
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre o Rio Deva