Rio Pará

Rio no estado do Pará
Disambig grey.svg Nota: se procura o rio de Minas Gerais, veja Rio Pará (Minas Gerais).
Rio Pará
O rio Pará, em 2004.
País(es)  Brasil

O rio Pará, também chamado de rio Parauaú, rio Jacaré Grande, canal do Marajó, furo dos Macacos, furo de Santa Maria e baía das Bocas, é um curso de água e imenso complexo estuarino que funciona como canal-paraná entre os rios Amazonas (delta do Amazonas), Tocantins, Campina Grande (ou baía de Portel) e a baía do Marajó, além de outros inúmeros rios menores. Pode ser considerado também uma bifurcação do rio Tocantins.

Está situado no estado do Pará, Brasil. Apresenta águas barrentas e turvas, ricas em sedimentos originários dos seus rios fonte.

DefiniçãoEditar

Segundo Aziz Ab'Saber, o estuário do rio Pará compreende a região de Belém e a costa sudoeste, sul e sudeste da ilha de Marajó. Trata-se de um contínuo leito estuarino que se inicia no delta do Amazonas (na região do furo ou baía do Vieira Grande), recebendo vários nomes, continuando numa região chamada baía das Bocas (delta de Boiaçu/Breves), área em que recebe massas de águas principalmente dos rios Campina Grande (delta do Campina Grande ou delta da baía de Portel), Panaúba, Jacundá, Oeiras, Cupijó, Piriá, Mutuapá e Guajará, juntando-se em seu termo final as águas do rio Tocantins, formando a baía do Marajó.[1]

Do início do trecho chamado de baía das Bocas até a frente da baía de Marajó, que vai da boca do delta de Breves até a ponta do Flexal, na embocadura do Tocantins, se estende por 125 quilômetros.[1]

O setor mais homogêneo do fundo do estuário do rio Pará é o que se estende da baía das Bocas até as proximidades de Curralinho; daí por diante, até a região que antecede a foz do rio Tocantins, existem estrangulamentos forçados pelo dédalo de ilhas e canais de São Sebastião da Boa Vista, onde o estuário, que vinha conservando de 10 a 11 km, reduz-se a pouco mais de 3 km. Para se avaliar o acréscimo de águas inserido pelo Tocantins e do rio Meruú-Açú no estuário do rio Pará e baía de Marajó, é importante registrar que, na foz, o rio apresenta mais de 23 quilômetros de largura.[1]

Muito se debate acerca da origem das águas do rio Pará. Entretanto, tal discussão parece ter sido resolvida com a publicação, em 2010, de um estudo científico denominado Les apports en eau de l'Amazone à l'Océan Atlantique[2], isto é, Entrada de água da Amazônia para o Oceano Atlântico (publicado no Journal of Water Science / Revue des Sciences de l'Eau, Lavoisier, Hermes Science Publications, 2010). Os autores desse estudo tiveram sucesso em determinar qual seria a contribuição de águas da região amazônica (portanto, não apenas do rio Amazonas, mas também do rio Pará) para o oceano Atlântico, conforme abaixo se percebe:

Conforme exposto no referido artigo científico, dos 208.000 m³ de água doce da região amazônica despejados no oceano Atlântico anualmente, "apenas 6.000 m³ seriam oriundos do despejo de águas do rio Amazonas no rio Pará. Por isso mesmo, poucos hidrologistas, atualmente, consideram que a bacia do rio Pará (e rio Tocantins) faz parte da bacia Amazônica.[2]

Em resumo, resta claro que o rio Pará recebe, principalmente e em abundância, águas do rio Tocantins e, em pequena medida, águas do rio Amazonas (através de pequenos furos e canais situados próximos à cidade de Breves). [2]

Há, igualmente, uma corrente minoritária que entende que o rio Pará sequer existiria, sendo na verdade, o canal sul do rio Amazonas. Tal afirmação parece estar equivocada haja vista a pequena contribuição das águas do Amazonas para a formação do rio Pará.

Referências

  1. a b c Ab'Saber, Aziz Nacib (2006). Brasil, paisagens de exceção. São Paulo: Ateliê Editorial. 89 páginas 
  2. a b c Jacques Callède, Gérard Cochonneau, Josyane Ronchail, F. Vieira Alves, Jean-Loup Guyot, et al.. Les apports en eau de l'Amazone à l'Océan Atlantique. Journal of Water Science / Revue des Sciences de l'Eau, Lavoisier (Hermes Science Publications), 2010, 23 (3), pp.247-273. ⟨10.7202/044688ar⟩. ⟨ird-00547814⟩
  Este artigo sobre hidrografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.