Abrir menu principal

Rio Paranaíba (município)

município brasileiro do estado de Minas Gerais
Disambig grey.svg Nota: Para o rio que nasce neste município, veja Rio Paranaíba.

Rio Paranaíba é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Seu nome se deve à presença da nascente do rio homônimo nas terras de seu município. Sua população estimada em julho de 2018 era de 12 291 habitantes.[1]

Município de Rio Paranaíba
Bandeira de Rio Paranaíba
Brasão de Rio Paranaíba
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 07 de setembro de 1923 (95 anos)
Gentílico rio-paranaibano[1]
Lema Celeiro de Minas e do Brasil
Prefeito(a) Valdemir Diogenes da Silva[2] (PR)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Rio Paranaíba
Localização de Rio Paranaíba em Minas Gerais
Rio Paranaíba está localizado em: Brasil
Rio Paranaíba
Localização de Rio Paranaíba no Brasil
19° 11' 38" S 46° 14' 49" O19° 11' 38" S 46° 14' 49" O
Unidade federativa Minas Gerais
Mesorregião Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba IBGE/2008 [3]
Microrregião Patos de Minas IBGE/2008 [3]
Municípios limítrofes São Gotardo, Carmo do Paranaíba, Campos Altos, Matutina, Ibiá, Arapuá e Serra do Salitre
Distância até a capital 350 km
Características geográficas
Área 1 353,423 km² [4]
População 12 291 hab. Estimativa IBGE/2018[1]
Densidade 9,08 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,755 alto PNUD/2000 [5]
PIB R$ 348 411,859 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 31 533,34 IBGE/2008[6]

Em 2006 foi criado o campus da Universidade Federal de Viçosa.[7]

Índice

HistóriaEditar

O município de São Francisco das Chagas do Campo Grande foi criado em 20 de setembro de 1848 , perdendo a sua emancipação em 1850. Foi restaurado em 1853. Mas, é novamente suprimido em 1857. Mas, em 1859 é restabelecida a sua emancipação. Porém em 1870, sofre nova supressão.. Teve de novo a sua restauração administrativa em 1873. Mas, já em 1876, a sede do município é transferida para Carmo do Paranayba. Mais tarde teve seu nome alterado para Rio Paranahyba em 30 de agosto de 1911, contudo sua sede foi instalada em São Gotardo. Nessa ocasião o município era constituído pelos distritos de Rio Paranaíba, São Gotardo e São Jerônimo de Poções. Em 1914 a sede municipal foi transferida para a povoação de São Gotardo e o distrito de Rio Paranahyba passou novamente a ser denominado São Francisco das Chagas. Em 7 de setembro de 1923, o distrito foi desmembrado de São Gotardo e elevado à categoria de município com o nome de Rio Paranahyba. Nessa mesma ocasião foi criado o distrito de Arapuá.[8]

Em dezembro de 1962 foi sancionada a Lei Estadual 2764 que criou o distrito de Abaeté dos Mendes e elevou Arapuá à condição de município.[9]

InfraestruturaEditar

TransportesEditar

Acesso rodoviárioEditar

As condições tanto para quem vem de Uberaba quanto para quem vem de Belo Horizonte, nos trechos próximos à entrada para a BR-354, estão bastante complicadas, ocorrendo muitos acidentes, em especial na época de chuvas. A estrada possui muitas curvas, asfalto irregular, trechos com buracos e intensa movimentação de caminhões.

A rodovia passou por ampla reforma, possibilitando aos usuários boa trafegabilidade. Apresenta movimento intenso, principalmente de caminhões pesados e máquinas agrícolas, sendo necessário cuidado redobrado por parte dos motoristas.

Liga a BR-354 a Rio Paranaíba. Apresenta algumas irregularidades no asfalto e não há acostamento. Apresenta movimento intenso de veículos, ciclistas e pedestres. Nesse trecho fica o trevo de acesso ao campus 02 da UFV-CRP. A MG-230 também liga Rio Paranaíba a Serra do Salitre.

Liga Ibiá à BR-354 e São Gotardo à BR-354. Boas condições de asfalto, mas não há acostamento. No trecho entre São Gotardo e a BR-354 existem muitas rotatórias e trevos, exigindo cuidado especial do motorista. No trecho entre Ibiá e a BR-354, é preciso cuidado com as lombadas nas proximidades do Quilombo do Ambrósio (30 km de Ibiá).

EducaçãoEditar

Rio Paranaíba conta com um campus da Universidade Federal de Viçosa, criado em 25 de julho de 2006.

CulturaEditar

Pontos turísticosEditar

  • Igreja Nossa Senhora do Rosário.
  • Belvedere, marco divisor dos rios Abaeté e Paranaíba.
  • Morro do Pião, localizado nas proximidades da cidade.
  • Monumento ao Cristo Redentor.
  • Pedra do Felipe.
  • Parque do Zarico
  • Igreja Matriz São Francisco das Chagas, consagrada em 04/10/1844,
  • Usina Hidroelétrica do Abaeté
  • Cachoeira do Funil

Festas e eventosEditar

No dia 7 de setembro é comemorado o aniversário da cidade.[10]

Referências

  1. a b c «Rio Paranaíba». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 25 de julho de 2019 
  2. «Resultado das Eleições Rio Paranaíba - MG». Eleições 2016. Consultado em 2 de janeiro de 2017 
  3. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  7. «História». Universidade Federal de Viçosa. Consultado em 4 de agosto de 2019 
  8. «Rio Paranaíba». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 3 de julho de 2019 
  9. «Rio Paranaíba» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 3 de julho de 2019 
  10. «História». Prefeitura Municipal de Rio Paranaíba. Consultado em 22 de agosto de 2017 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.