Rio Ribeira de Iguape

Rio Ribeira do Iguape
O Rio Ribeira do Iguape, no Paraná
Comprimento 470 km
Nascente Parque Nacional dos Campos Gerais, Paraná
Foz Iguape
País(es)  Brasil

O rio Ribeira de Iguape é um curso de água que banha os estados do Paraná e de São Paulo.[1] Forma a bacia hidrográfica do rio Ribeira e o Complexo Estuarino Lagunar de Iguape, Cananeia e Paranaguá, denominada Vale do Ribeira, o qual apresenta ecossistemas aquáticos (rio, estuário e mar) e terrestres (duna, mangue, restinga e floresta ombrófila densa), possui uma área de 2.830.666 hectares (28.306 km²), sendo 1.119.133 hectares no Estado do Paraná e 1.711.533 hectares no Estado de São Paulo.

O rio Ribeira de Iguape nasce dentro do Parque Nacional dos Campos Gerais (no Paraná), a aproximadamente 100 km de Curitiba recebendo vários afluentes em seu percurso, um rio de contrastes, no seu curso superior ele passa por um singular trecho de Mata Atlântica, se avizinha de cavernas de importância turística, segue um caminho caudaloso entre montanhas, passando por pequenas cidades.

O rio, na altura do município paulista de Iguape, possui uma área muito rica em manguezais (considerada um dos cinco maiores criadouros marinhos do mundo)

Procurado pelos adeptos aos esportes radicais, suas águas turbulentas são perfeitas para a prática de rafting. Uma vez vencida a serra do Mar, o rio cruza lentamente a planície costeira ou rio Ribeira, desembocando no oceano em Barra do Ribeira, Iguape SP. Tem aproximadamente 470 quilômetros de extensão. Sua foz localiza-se no município de Iguape, no local denominado Barra do Ribeira, o qual deu nome ao bairro. Desde a conclusão do Valo Grande, em 1856, parte de suas águas não deságua diretamente no mar, e sim no Mar Pequeno, compreendido entre o continente e a Ilha Comprida, e vão em direção ao Atlântico, desaguando na Barra do Icapara, a 16 quilômetros do centro.

Em suas margens vivem pequenos agricultores, quilombolas e comunidades indígenas. A região abrange os maiores pedaços remanescentes de Mata Atlântica que, no passado, estendia sobre quase todo o litoral brasileiro. Apesar de sua proximidade a duas das maiores capitais industrializadas do país (Curitiba e São Paulo), o Vale do Ribeira foi esquecido no tempo. A densidade populacional da região é baixa, sendo que a economia dos municípios é atrelada à agricultura familiar e à mineração.

Ver tambémEditar

Referências

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre Geografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.