Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Se procura outros significados de Rio São Mateus, veja Rio São Mateus (desambiguação).
Disambig grey.svg Nota: Se procura outros significados de São Mateus, veja São Mateus (desambiguação).
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O rio São Mateus ou rio Cricaré é um curso de água que nasce no estado de Minas Gerais, na cidade de São Félix de Minas, desaguando no oceano Atlântico na cidade de Conceição da Barra, no Espírito Santo. Sua bacia possui 10 335 km² e é a segunda maior do Espírito Santo. Além disso, este rio possui a característica quase única de possuir um defluente: o rio Mariricu.[2]

Foi no São Mateus que aconteceu a Batalha do Cricaré, um dos mais sangrentos massacres promovido pelos portugueses contra índios Botocudos (Aimorés) no Brasil.

O nome cricaré, segundo os Tupinambás, significa preguiçoso.[1]

EtimologiaEditar

Em 1596, o norte da então Capitania do Espírito Santo recebeu a visita do padre José de Anchieta, que visitou também a povoação do Vale do Cricaré no dia 21 de setembro do mesmo ano. Como era costume denominar as terras e os acidentes geográficos com o nome do santo do dia, Anchieta trocou o nome da vila e do rio para São Mateus.[1]

Cidades banhadasEditar

Afluentes do rio São MateusEditar

  • Rio Cotaxé
  • Rio Preto
  • Rio Mingal da Vovó
  • Rio Panela Velha
  • Rio Pirapococa
  • Corrego do Paulista
  • Corrego Santo Antônio
 
Panorama do rio São Mateus em Conceição da Barra.

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c d e f g Eliezer Nardoto (1999). História de São Mateus 1ª ed. São Mateus: EDAL 
  2. Prefeitura de São Mateus. «Hidrografia de São Mateus». Consultado em 14 de janeiro de 2015 
  Este artigo sobre Geografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.