Abrir menu principal

Riozinho é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul. Localiza-se a uma latitude 29º38'28" sul e a uma longitude 50º27'09" oeste, estando a uma altitude de 90 metros. Sua população estimada em 2004 era de 4.421 habitantes. Possui uma área de 236,95 km². É um município que conta com as águas do rio dos Sinos.

Município de Riozinho
Cascata do Chuvisqueiro, em Riozinho

Cascata do Chuvisqueiro, em Riozinho
Bandeira de Riozinho
Brasão de Riozinho
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 5 de setembro de 1988 (31 anos)
Gentílico riozinhense
Prefeito(a) Valério José Esquinatti (MDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Riozinho
Localização de Riozinho no Rio Grande do Sul
Riozinho está localizado em: Brasil
Riozinho
Localização de Riozinho no Brasil
29° 38' 27" S 50° 27' 10" O29° 38' 27" S 50° 27' 10" O
Unidade federativa Rio Grande do Sul
Mesorregião Metropolitana de Porto Alegre IBGE/2008 [1]
Microrregião Gramado-Canela IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Maquiné, Rolante
Distância até a capital 104 km
Características geográficas
Área 239,340 km² [2]
População 4 327 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 18,08 hab./km²
Altitude 90 m
Clima Subtropical Cfa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,758 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 51 440,960 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 11 153,72 IBGE/2008[5]

HistóriaEditar

O município foi colonizado a partir de 1875 por famílias de imigrantes húngaros, poloneses, prussianos e suecos. Por volta de 1890 famílias italianas e alemãs começaram a se instalar no local.

A denominação de Riozinho provém de um pequeno rio existente na localidade de que a divide em duas partes.

A comunidade foi crescendo e se desenvolvendo, criando condições para emancipar-se. Em 10 de abril de 1988, realizou-se o plebiscito de emancipação, sendo criado oficialmente o município de Riozinho, pela lei estadual nº 8603.

Turismo EcológicoEditar

Por localizar-se numa área de transição morfológica entre os campos de cima da serra e a planície litorânea, Riozinho é entrecortada por várias Serras e cursos d'água de leito acidentado, possuindo assim várias cascatas e morros. Sua vegetação ombrófila com resquícios de Mata Atlântica ajuda na composição de uma série de paisagens que fomentam o turismo ecológico. O principal ponto turístico da cidade é a Cascata do Chuvisqueiro, mas também merecem visita a popularmente conhecida como "lagoa da Forjasul" e o "Balneário dos Condutos", entre vários balneários.

InfraestruturaEditar

TransportesEditar

O principal acesso da cidade é via RS-239.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ligações externasEditar

Ver tambémEditar