Abrir menu principal
Tim Owens
Owens ao vivo em São Paulo em 2009.
Informação geral
Nome completo Timothy S. Owens
Também conhecido(a) como Ripper
Nascimento 13 de setembro de 1967 (52 anos)
Local de nascimento Akron, Ohio
Estados Unidos
Gênero(s) Heavy metal
Instrumento(s) Vocais, guitarra, piano, harmônica
Gravadora(s) SPV
Afiliação(ões) Yngwie Malmsteen, Beyond Fear, Winter's Bane, Iced Earth, Judas Priest, Tourniquet, American Dog and Tim Owens, Seattle, Hail!, Charred Walls of the Damned, DIO Disciples, Rockstar
Página oficial timripperowens.com

Timothy S. "Ripper" Owens é um músico de heavy metal norte-americano nascido em 1967. É mais conhecido por ter sido o substituto de Rob Halford nos vocais do Judas Priest, gravando dois discos de estúdio com a banda, Jugulator em 1997 e Demolition em 2001, e posteriormente saiu do Judas Priest. A passagem de Tim pela banda britânica serviu de inspiração para o filme Rock Star, estrelado por Mark Wahlberg e Jennifer Aniston. Entrou no Iced Earth, saindo deste em 2006.[1]

Atualmente ele faz parte das bandas Beyond Fear e Charred Walls of the Damned, além de tocar no Dio Disciples, tributo a Ronnie James Dio.

BiografiaEditar

Ele e Dennis Hayes, ex-companheiro do Winter's Bane, formaram a banda Beyond Fear, que lançou o primeiro álbum em 2006.

Em 2004 gravou o CD Glorius Burden com a banda de Thrash Metal Iced Earth. Após 3 anos, retornou às paradas com o disco Framing Armageddon (Something Wicked Pt.I) também com a banda Iced Earth.

Tim iniciou sua carreira em uma banda de tributo ao Judas Priest e foi o escolhido para substituir o lendário vocalista Rob Halford quando este deixou o Judas Priest.

Sua voz tem timbres muito parecidos com o de Halford principalmente em tons agudos sua voz também é muito parecida com a eterna lenda do heavy metal Ronnie James Dio fato que levou Tim a ser o vocalista principal do Dio Disciples junto de alguns ex-membros da banda Dio. Possui um alcance vocal extremamente poderoso, podendo alterar desde falsettes até mesmo para guturais.

Recentemente trabalhou com o guitarrista sueco Yngwie Malmsteen, e lançou seu álbum solo Play My Game, de 2009, conta com vários músicos de renome o que só confirma que Tim tem aumentado sua relação com músicos consagrados ao longo dos anos.[2]

O fato de ter cantado em uma banda tributo ao Judas Priest e depois ser o vocalista da própria banda lendária inspirou o enredo do filme Rock Star, estrelado por Mark Wahlberg e Jennifer Aniston. Em 2018 participou do álbum "Gazing at Medusa" da banda americana Tourniquet.

Tim Owens também está na lista dos 100 melhores vocalista do Heavy Metal ocupando a posição de número 97.[3]

DiscografiaEditar

com Winter's BaneEditar

  • Heart of a Killer (1993)

com Judas PriestEditar

com Iced EarthEditar

com Beyond FearEditar

  • Beyond Fear (2006)

com Yngwie J. Malmsteen's Rising ForceEditar

SoloEditar

com Charred Walls of the DamnedEditar

  • Charred Walls of the Damned (2010)
  • Cold Winds on Timeless Days (2011)

Álbuns tributoEditar

Outros coversEditar

Outras participaçõesEditar

  • Spawn - Round 2 (produção, 1998)
  • Soulbender - Demo (2008)
  • Ellefson, Bittner, Grigsby & Owens - Leave it alone (Memorial Track for Dimebag Darrell, iTunes release) (2008)
  • Roadrunner United - The Concert (DVD, live, 2008)
  • Avantasia - The Wicked Symphony (2010)
  • The Claymore - Damnation Reigns (2010)
  • Memorain - Evolution (2011)
  • Scheepers - Scheepers (2011) - Vocals on "Remission of Sin"
  • Desdemon - Through the Gates (2011)
  • Infinita Symphonia - A Mind's Chronicle (2011)
  • Wolfpakk - Wolfpakk (2011)
  • Absolute Power - Absolute Power (2011)
  • SoulSpell - Hollow's Gathering (2012)
  • Trick or Treat - Rabbits' Hill Pt.2 (na faixa "They Must Die") (2016)
  • Tourniquet - Gazing At Medusa (na faixa "Sinister Scherzo") (2018)

Referências