Rita Cadillac, nome artístico de Rita de Cássia Coutinho (Rio de Janeiro, 13 de junho de 1954), é uma dançarina, cantora e atriz brasileira.

Rita Cadillac
Rita_Cadillac
Rita Cadillac em 2017
Nome completo Rita de Cássia Coutinho
Nascimento 13 de junho de 1954 (70 anos)
Rio de Janeiro, Distrito Federal
Ocupação
Página oficial

Rita foi referência de beleza e sensualidade nos anos 1980.[1]

Dentre suas atuações mais populares, estão a carreira como dançarina nos programas de televisão de José Abelardo Barbosa, o apresentador Chacrinha, e uma participação no longa-metragem Carandiru, do diretor Hector Babenco, além da carreira musical e de uma curta passagem pela indústria pornográfica.

Em 2010, sua carreira foi tema de um documentário do cineasta Toni Venturi, intitulado Rita Cadillac: A Lady do Povo, exibido em diversos cinemas do Brasil. Nos últimos anos, realizou diversas participações em programas e séries televisivas, como na sexta e nona edição do reality show A Fazenda, da RecordTV, e na série Tapas & Beijos, da Rede Globo.

Vida e carreira

editar

Primeiros anos

editar

Nascida numa família humilde, não conheceu o pai, que faleceu enquanto sua mãe estava gestante. Após nascer, foi deixada por sua mãe com sua avó paterna, que a criou. Aos quinze anos foi obrigada a casar-se com um rapaz da vizinhança, já que sua avó achava ele o melhor para Rita, que casou-se virgem no civil e no religioso, mas revela que foi abusada pelo marido: Como recusava-se a manter relações com ele, uma semana depois ele a embebedou e a violentou, e a partir daí uma vida infeliz a jovem vivenciou. Em 1971 deu à luz de parto normal no Rio de Janeiro seu único filho: Carlos César Coutinho. Não suportando mais as humilhações, traições e agressões do marido, divorciou-se quando o filho tinha um ano de vida. Sua avó já havia falecido, e passando necessidades, sem ter onde morar, passou a fazer programa para sustentar a si e ao menino, que sem ter como ficar com ela, voltou a viver com o pai. Em entrevistas, revelou ter chorado no primeiro programa, e que o cliente apenas a ouviu e pagou-a, sem nada exigir.

Após um ano como garota de programa, foi ajudada por uma cliente, que a levou para um grupo de dança, e assim Rita passou no teste, tornando-se dançarina profissional, pois pôde fazer um curso de balé nesta instituição. Rita, então, tornou-se famosa no Brasil a partir da década de 1970, por dançar no programa do apresentador de TV Chacrinha, onde as dançarinas eram chamadas de chacretes.[2][3][4][5] Trabalhou com o "Velho Guerreiro" por oito anos, de 1975 a 1983.[6]

Nome artístico

editar

Uma informação pouco conhecida é que o nome artístico de Rita pertenceu antes a uma artista francesa. Era o nome artístico de Nicole Yasterbelsky, referida nas páginas especializadas como cantora e artista de strip-tease. Nicole, com o nome artístico de "Rita Cadillac", foi uma das mais famosas dançarinas do lendário cabaré The Crazy Horse de Paris durante a década de 1950.[7]

Apesar do entendimento geral de que o sobrenome artístico "Cadillac" fosse por causa do tamanho dos seus glúteos (Cadillac é uma marca de automóvel norte-americana que na época tinha uma traseira comprida e uma versão conhecida como "rabo-de-peixe")[8] ele nada tinha a ver com isso, se deveu à artista francesa e foi dado a Rita pelo dono de uma boate onde dançava, participando de um show de Paulo Silvino, antes de entrar para a televisão e para o time de chacretes.[9][6]

Cantora

editar

Durante os anos 1980, com o sucesso da cantora Gretchen, e com todas as gravadoras procurando por cantoras que também dançassem, Rita foi convidada a gravar no mesmo estilo, assim como as colegas chacretes Fernanda Terremoto e Suely Pingo de Ouro.[2][3][10][11] Após a saída do Chacrinha, gravou um disco em 1983, o "Merenguedê".[6]

Apesar da popularidade alcançada, principalmente com o compacto "É Bom Para o Moral", ela não chegou a vender muitos discos e acabou investindo em outras áreas artísticas.

Não obstante, durante os anos 1980, alcançou notoriedade como a "Madrinha dos Detentos", realizando muitos shows para centenas de detentos do país e que a haviam eleito como a sua artista favorita em determinada oportunidade. Também por seus inúmeros shows no garimpo de Serra Pelada foi eleita a "Rainha do Garimpo".[2][3][10][11][12]

Cinema pornográfico

editar

Em 2004, Rita foi convidada para uma participação no cinema pornô, com o filme Sedução,[6] que atingiu grande repercussão. Seu último filme no gênero foi Puro Desejo, lançado em 2008. Seus filmes fizeram enorme sucesso de vendas. Além destes, Rita fez participações especiais para a empresa que tem seu contrato, chamada Brasileirinhas.

Ainda em 2008, Rita lançou sua afilhada Cléo Cadillac, que substituiu a madrinha em revistas e filmes pornô. Rita reside atualmente em São Paulo, para onde se mudou no início dos anos 2000.

Política

editar

Em 2008, enquanto morava na cidade de Praia Grande, a dançarina candidatou-se ao cargo de vereadora do município do litoral paulista, pelo PSB. Porém, nas urnas, Rita ficou longe de alcançar sucesso e acabou não se elegendo.[13]

Reality shows e Novelas

editar

Em 2013, Rita participou do reality show A Fazenda 6 da RecordTV, sendo a quarta eliminada da edição. Antes de entrar para o reality show, Rita fez uma pequena participação especial na novela Amor à Vida, trama de Walcyr Carrasco, exibida na Rede Globo. Ela entrou como amiga da ex-chacrete Márcia "Tetê Parachoque Paralama" interpretada por Elizabeth Savalla.

Depois que saiu de A Fazenda, fez mais uma participação na telenovela Dona Xepa na Rede Record, onde interpretou a personagem Dagmar mãe de Roberto Escovão vivido por Alexandre Barillari.[2][3][10][11]

Em 2017, participou do reality show A Fazenda: Nova Chance, exibido pela Rede Record, deixando a disputa a poucos dias da final, terminando em 5º lugar na competição.

Ensaios sensuais

editar

Em 2021, entra para a plataforma OnlyFans.[12][14][15]

Vida pessoal

editar

Na época em que trabalhava com Chacrinha, foi revelado seu drama familiar, onde pediu ajuda para recuperar seu filho, que seu ex-marido recusava-se a devolver após descobrir que ela fez programas. Após ele sumir com a criança por alguns anos, Rita reencontrou o filho já adolescente, com ajuda de detetives. O pai de seu filho disse a ele que a mãe havia falecido. O homem foi preso e Rita pôde, enfim, viver em paz com seu filho. Quando completou cinquenta e nove anos de idade, sua mãe reapareceu lhe pedindo ajuda. Rita descobriu que a mãe a deixou para ir embora com o amante, onde desse relacionamento nasceu a meia-irmã de Rita Cadillac. Após ajudá-la financeiramente, sua mãe novamente foi embora, dizendo que só estava interessada no seu dinheiro, o que a deixou muito magoada. Sua mãe a procurou novamente, já doente, e Rita, mesmo magoada, a ajudou e pagou seus tratamentos de saúde, mas pouco tempo depois, ela faleceu. Em entrevistas disse que perdoava a mãe pelo abandono, mas nunca a considerou de fato sua mãe, visto que quem fez o papel de mãe em sua vida fora sua avó, e que não mantém contato com sua meia-irmã, que não se dava bem com a mãe, e nunca quis aproximação com a família materna.[2][3][10][11]

Afirmou que teve um affair com Pelé, quando se conheceram e ficaram juntos por um tempo em Porto Rico, antes de ficar famosa.[16] Também revelou ter feito um aborto sem saber que estava grávida de cinco meses, de um jogador de futebol, o qual mantém o nome em sigilo.[17]

Em 1996 nasceu a enteada de seu filho, que ela considera sua neta. Em 2009 nasceu sua neta biológica. [2][3][10][11]

Em janeiro de 2019 reatou seu casamento com Luiz Nóbrega, após dez anos de separação.[2][3][10][11]

Música

editar

Álbuns

editar
Ano Mídia Álbum
1983 Compacto Merenguendê
1984 É Bom Para O Moral
1985 LP
1987 Explosão Popular
1999 CD Rita Canta Rita

Singles

editar
Singles
"É Bom Para o Moral"
"Vem Perto"
"Merenguendê"
"Baby Love"
"Bem Me Quer"
"Acabou La Tequila"
"Carta de Amor"
"Flor de Laranjeira (Fricoteira)"
"É Que Nesta Encarnação Eu Nasci Manga"
"Lança Perfume" (cover de Rita Lee)
"Banho de Espuma" (cover de Rita Lee)

Cinema

editar

Curtas & Longa-Metragens

editar
Ano Título Papel
1980 Asa Branca: Um Sonho Brasileiro Sylvia[18]
1982 O Vale dos Amantes Cristina
Tessa, a Gata [19] Lutadora
Aluga-se Moças Paula
1983 Aluga-se Moças 2
2003 Carandiru Ela Mesma
2007 O Magnata Tia Guta
2009 Alô, Alô Terezinha!
2010 Rita Cadillac: A Lady do Povo Ela Mesma

Filmes adultos

editar
Ano Título
2004 Sedução
2005 Sexo no Salão 2005
2006 A Primeira Vez de Rita Cadillac
Sexo no Salão 2006
2007 Sexo no Salão 2007
Á Flor da Pele
Fogosas e Furiosas
2008 Puro Desejo

Televisão

editar
Ano Título Papel Notas
1976/83 Cassino do Chacrinha Dançarina
1999 Ô... Coitado! Rita Calhambeque Episódio:"Velhos pra Cachorro
2000 Episódio:"O Sequestro
2004 Meu Cunhado Irmã Generosa Episódio:" Quarto Cresente"
2005 Carandiru, Outras Histórias Ela mesma
2006 A Diarista Episódio:"Números Primos"
2008 Beleza Pura
Por Toda Minha Vida Episódio:"Chacrinha"
2011 Programa do Ratinho Participante [20]
2012 Programa Silvio Santos [21]
Amor & Sexo Jurada [22]
Quem Convence Ganha Mais
2012 Domingo Legal Participação Especial [23]
2013 Amor à Vida Ela mesma (amiga de Márcia) [24]
A Fazenda Participante (13º lugar) Temporada 6[25][26]
Gabi Quase Proibida Entrevistada [27]
Dona Xepa Dagmara Escova (Dona Escovona) [2][3][28]
2014 Okay Pessoal!!! Entrevistada [29]
Tapas & Beijos Soninha Dinamite [30][31]
2017 A Fazenda Participante (5º lugar) Temporada 9[32][33]
2018 Bancando o Chef 1 Participante (Vencedora) [34]
2020 Auto Posto Cida

Referências

  1. «'Mulher pode ser sexy e poderosa aos 60, 70', diz Rita Cadillac sobre sensualidade sem limite de idade». G1. Consultado em 8 de junho de 2022 
  2. a b c d e f g h Na Telinha. «Rita Cadillac grava participação em "Dona Xepa"». Consultado em 2 de setembro de 2013. Arquivado do original em 15 de setembro de 2014 
  3. a b c d e f g h Folha de S.Paulo. «Rita Cadillac aparece com visual elegante em participação em "Dona Xepa"». Consultado em 2 de setembro de 2013 
  4. Portal Terra. «Rita Cadillac grava cenas da novela 'Dona Xepa'». Consultado em 2 de setembro de 2013 
  5. CGN. «Gravação da novela Dona Xepa, com participação de Rita Cadillac». Consultado em 2 de setembro de 2013. Arquivado do original em 15 de setembro de 2014 
  6. a b c d «Exclusivo Online». revistaepoca.globo.com. Consultado em 8 de junho de 2022 
  7. «LA TROUPE 1951-1960». lecrazyhorseparis.com. Consultado em 24 de novembro de 2012. Arquivado do original em 18 de novembro de 2012 
  8. «Visão geral dos Cadillacs 1950-1959». autoclassic.com.br. Consultado em 24 de novembro de 2012 
  9. Eduardo, Cléber. «Entrevista com a ex-chacrete Rita Cadillac». Época. Consultado em 24 de novembro de 2012 
  10. a b c d e f Portal Terra. «Rita Cadillac grava cenas da novela 'Dona Xepa'». Consultado em 2 de setembro de 2013 
  11. a b c d e f CGN. «Gravação da novela Dona Xepa, com participação de Rita Cadillac». Consultado em 2 de setembro de 2013. Arquivado do original em 15 de setembro de 2014 
  12. a b «Rita Cadillac faz sucesso no OnlyFans: 'Me viram novinha e agora aos 67'». www.uol.com.br. Consultado em 8 de junho de 2022 
  13. Gretchen, Rita Cadillac e ex-BBBs fracassam nas urnas; cantores se destacam
  14. «'Pagando contas e viajando', diz Rita Cadillac sobre lucros do OnlyFans». ISTOÉ Independente. 2 de abril de 2022. Consultado em 8 de junho de 2022 
  15. em 10/04/2022 - 12:00, Henrique Souza (10 de abril de 2022). «Rita Cadillac faz sucesso com conteúdos adultos no OnlyFans e celebra lucros». Entretê by SpinOFF. Consultado em 8 de junho de 2022 
  16. «Rita Cadillac revela que já teve um affair com Pelé». R7.com. 14 de abril de 2022. Consultado em 8 de junho de 2022 
  17. «Rita Cadillac sobre aborto após relação com jogador de futebol: 'Quase morri'». ISTOÉ Independente. 15 de dezembro de 2021. Consultado em 8 de junho de 2022 
  18. Cinemateca Brasileira Asa Branca: Um sonho brasileiro [em linha]
  19. Cinemateca Brasileira Tessa, a Gata [em linha]
  20. SBT. «Rita Cadillac e Nahim no Desafio 30/03/2011». Consultado em 22 de junho de 2013 
  21. SBT. «Rita Cadillac e Falcão participam do Jogo das 3 Pistas no Programa Silvio Santos». Consultado em 22 de junho de 2013 
  22. TV Globo. «Rita Cadillac e Cacau Protásio estão no júri de #AmoreSexo desta quinta». Consultado em 17 de dezembro de 2013 
  23. SBT. «Charles Henriquepédia e Pitoco acordam Rita Cadillac». Consultado em 22 de junho de 2013 
  24. TV Globo (22 de junho de 2013). «Márcia Recebe Rita Cadillac (vídeo)». Consultado em 22 de junho de 2013 
  25. Famosidades. «Rita Cadillac aceita convite de A Fazenda e pode criar problema com a Globo». Consultado em 22 de junho de 2013 
  26. Flávio Ricco (Colunista Uol) (21 de junho de 2013). «Rita Cadillac está confirma em A Fazenda 6"». Consultado em 22 de junho de 2013 
  27. «"Casei virgem e só tive relações sexuais uma semana depois" diz Rita Cadillac para Gabi». Consultado em 22 de junho de 2013 
  28. R7 Entretenimento. «Exclusivo: Rita Cadillac faz participação especial na novela Dona Xepa». Consultado em 2 de setembro de 2013 
  29. «"Otavio Mesquita leva Rita Cadillac para andar no seu tuk-tuk». Consultado em 22 de junho de 2013 
  30. Gshow (12 de agosto de 2014). «Rita Cadillac grava Tapas e Beijos: 'Quando chamaram, achei que era trote'». Por Trás das Câmeras - Tapas e beijos. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  31. Carla Bittencourt (2 de setembro de 2014). «Rita Cadillac será uma dançarina da boate La Conga, em 'Tapas & beijos'». Extra. Telinha. Consultado em 2 de setembro de 2014 
  32. R7. «Conheça os participantes de A Fazenda - Nova Chance». Consultado em 22 de junho de 2013 
  33. «A Fazenda: Fim da linha para Rita Cadillac, a 12ª eliminada». ofuxico.com.br. 21 de junho de 2013. Consultado em 21 de junho de 2013 
  34. R7. «Rita Cadillac e Carla Prata encaram o desafio do Bancando o Chef nesta sexta (28)». Consultado em 28 de dezembro de 2018 

Ligações externas

editar
Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre Rita Cadillac:
  Citações no Wikiquote
  Categoria no Commons
  Base de dados no Wikidata