Abrir menu principal
Rita Furtado
Deputada federal  Rondônia
Período 1983-1991
Dados pessoais
Nascimento 6 de fevereiro de 1941
Campos dos Goytacazes, RJ
Morte 26 de agosto de 2011 (70 anos)
Brasília, Distrito Federal
Alma mater Universidade Federal do Espírito Santo
Cônjuge Rômulo Vilar Furtado
Partido PDS, PFL, PMDB
Profissão professora, jornalista

Rita Isabel Gomes Furtado (Campos dos Goytacazes, 6 de fevereiro de 1945Brasília, 26 de agosto de 2011) foi uma professora e jornalista e política brasileira que exerceu dois mandatos de deputada federal por Rondônia.[1]

Dados biográficosEditar

Filha de José Ferreira Gomes e Elza Reis Ferreira Gomes. Licenciada em Letras em 1970 pela Universidade Federal do Espírito Santo, formou-se em Jornalismo pela Universidade de Brasília[1] sendo transferida para o Amazonas em 1976 como superintendente regional da Radiobrás (Empresa Brasil de Comunicação) exercendo a função por seis anos até ingressar no PDS sendo eleita deputada federal por Rondônia em 1982.[2]

Em Brasília ausentou-se na votação da Emenda Dante de Oliveira em 1984, mas votou em Tancredo Neves no Colégio Eleitoral em 1985 migrando pouco depois para o PFL sendo reeleita em 1986[2] ocupando um lugar na Assembleia Nacional Constituinte que elaborou a Carta de 1988. Não se reelegendo em 1990, tornou-se apresentadora da TV Allamanda (SBT) em Porto Velho. Apesar de filiada ao PMDB não disputou novas eleições.

Seu esposo, Rômulo Vilar Furtado, foi secretário-geral do Ministério das Comunicações por dezesseis anos nos governos de Ernesto Geisel, João Figueiredo e José Sarney.

Faleceu aos 70 anos em Brasília, Distrito Federal, onde tratava de uma infecção no pulmão.[3]

Referências