Abrir menu principal
Rita Lello
Nome completo Rita Guerra de Oliveira e Silva Lello
Nascimento 20 de fevereiro de 1970 (49 anos)
Lisboa, Portugal Portugal
Nacionalidade Português
Ocupação Atriz

Rita Guerra de Oliveira e Silva Lello, mais conhecida por Rita Lello[1] (Lisboa, 20 de fevereiro de 1970), é uma actriz portuguesa. Tem-se dedicado principalmente ao teatro, fazendo por vezes alguns papéis em novelas e séries. É filha dos actores Maria do Céu Guerra e Luís Lello.

BiografiaEditar

Rita é formada em tradução e estudou teatro no Institut Franco Portugais. Estreou-se em teatro no ano de 1994 na Cornucópia com a peça "O Conto de Inverno" de Shakespeare. Posteriormente trabalhou com Mário Viegas em A Grande Magia de E. De Filippo. Na CTC (Companhia Teatral do Chiado) protagonizou as peças: "Uma Comédia Às Escuras" (1995), "Duas Comédias Sem Palavras" (1995), "Dá Raiva Olhar Para Trás" (1996), "Fora de Jogo" (1998), "O Pirata Que Não Sabia Ler" (1998), "A Menina Julia..." (1999), "Um Ouvido Só Para Ele" (2000), "A Profissão da Senhora Warren" (2003), Deixa-me Rir e Jantar de Idiotas, ambas encenadas por António Feio, Antígona (2007), Peça Para Dois (2008), Otelo (2009). "As Vampiras Lésbicas de Sodoma" de Charles Busch, com encenação de Juvenal Garcês no Teatro-Estúdio Mário Viegas.

Elaborou programas, traduziu textos de apoio, peças de teatro e fez apoio dramatúrgico para Hedda Gabler de H. Ibsen, A Menina Júlia de August Strindberg, As Obras Completas de William Shakespeare em 97 minutos, As Vampiras Lésbicas de Sodoma, O Bode expiatório de Fassbinder, Peça Para Dois de Tennessee Williams e Angel City de Sam Sheppard.

Para a infância escreveu e encenou A Princesa do Amor de Sal, uma adaptação livre de O Rei Lear de Shakespeare. Encenou e adaptou para a Infância também o texto "O Conto da Ilha Desconhecida" de José Saramago, e O Romance da Raposa de Aquilino Ribeiro no grupo teatral "A Barraca". Tem desenvolvido trabalho na área da formação teatral de crianças e jovens.

Encenou a Peça Para Dois de Tennessee Williams e A Bicicleta de Faulkner de heather McDonald e Angel City de Sam Sheppard n'A Barraca.

Em televisão desempenhou vários papéis desde 1985 (ano em que se estreia com "Só Acontece Aos Outros") destes os mais salientes foram "Bastidores", "Querido Professor", "Lusitana Paixão", "Santos da Casa", "Os Serranos", "A Escada", "Ilha dos Amores", "Vila Faia" e a série "Liberdade 21" com a qual foi nomeada na categoria de Melhor Actriz no Festival internacional de Monte Carlo.

Desde 2007 tem vindo a dar aulas de teatro, interpretação na ACT, Escola de Actores e de Laboratório Teatral e Audiovisuais no Curso de Artes do Espectáculo do Instituto para o Desenvolvimento Social.

É mãe de Vasco Guerra Lello da Encarnação da Silva , filho de José Fernando da Encarnação da Silva.

FilmografiaEditar

Referências

  1. «Certidão de lista de associadas da Audiogest» (PDF). IGAC/Ministério da Cultura. 25 de julho de 2007. Consultado em 15 de Janeiro de 2014. Arquivado do original (pdf) em 24 de dezembro de 2013 

Ligações externasEditar