Abrir menu principal

Com o Amor Nasceu o Ódio

filme de 1948 dirigido por Jean Negulesco
(Redirecionado de Road House (1948))
Road House
Com o Amor Nasceu o Ódio (PRT/BRA)
 Estados Unidos
1948 •  pb •  95 min 
Direção Jean Negulesco
Produção Edward Chodorov
Roteiro Edward Chodorov
Elenco Ida Lupino
Cornel Wilde
Celeste Holm
Richard Widmark
Gênero filme de drama
filme de ação
filme policial
Música Cyril J. Mockridge
Cinematografia Joseph LaShelle
Norbert Brodine
Edição James B. Clark
Distribuição 20th Century Fox
Lançamento Estados Unidos 22 de setembro de 1948
Idioma inglês)

Road House (bra/prt: Com o Amor Nasceu o Ódio)[1][2] é um filme estadunidense de 1948, dos gêneros policial e drama de ação, dirigido por Jean Negulesco para a 20th Century Fox.

A atriz protagonista Ida Lupino interpreta a conhecida canção de Johnny Mercer "One for My Baby (and One More for the Road)", além de "Again", de autoria de Dorcas Cochran (letra) e Lionel Newman (música), apresentada nesse filme.

Índice

ElencoEditar

SinopseEditar

Pete Morgan e Jefferson "Jefty" Robbins são amigos de infância e administram juntos um bar e boliche de beira de estrada, próxima da fronteira com o Canadá, herdada por Jefty após retornar da guerra. Certo dia, Jefty volta de Chicago acompanhado da cantora Lily Stevens, a quem contratara e tentava conquistar. Peter não gosta e tenta fazer com Lily desista do emprego, achando que a moça vai ser enganada por Jefty como outras no passado. Mas Lily está determinada a cumprir o contrato além de, secretamente, se sentir atraída por Pete. Em outra ausência de Jefty, Pete e Lily iniciam um relacionamento e contam para o outro na volta, que não aceita a "traição" e se revela um perigoso assassino psicótico que passa a ameaçar a vida do casal.

RecepçãoEditar

O escritor Spencer Selby qualifica o filme de (traduções livres) "melodrama interessante que tem o forte visual dos anos quarenta e constrói lentamente um clímax ao estilo noir".[3]

O crítico de cinema Blake Lucas afirma que o filme "impressiona primeiramente pela afiada troca de diálogos entre os personagens e pela bizarra decoração dos interiores" referindo-se ao ambiente do bar que alterna do moderno ao rústico.[4]

  A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. «Com o Amor Nasceu o Ódio». Brasil: CinePlayers. Consultado em 28 de dezembro de 2018 
  2. «Com o Amor Nasceu o Ódio». Portugal: CineCartaz. Consultado em 28 de dezembro de 2018 
  3. Selby, Spencer (1984). Dark City: The Film Noir. [S.l.]: McFarland Classic. ISBN 0-7864-0478-7 
  4. Silver, Alain e Elizabeth Ward, eds. Film Noir: An Encyclopedic Reference to the American Style, análises dos filmes noir por Blake Lucas, pg 244, 3ª edição, 1992. Woodstock, New York: The Overlook Press. ISBN 0-87951-479-5.
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.