Robert Ettinger

Robert Chester Wilson Ettinger (Atlantic City, 4 de dezembro de 1918Clinton Township, 23 de julho de 2011) foi um professor estadunidense, conhecido por seu livro de 1962 The Prospect of Immortality como o "Pai da Criônica". Fundou em 1976 o Cryonics Institute em Detroit.

Robert Ettinger
Nascimento 4 de dezembro de 1918
Atlantic City
Morte 23 de julho de 2011 (92 anos)
Detroit
Cidadania Estados Unidos
Alma mater
Ocupação físico, naturalista, professor universitário, escritor
Empregador Wayne State University
Religião ateísmo
Página oficial
http://cryonics.org

VidaEditar

Ettinger era filho de imigrantes russo-judaicos. Estudou matemática e física na Wayne State University, onde foi professor.

Após severamente ferido na Segunda Guerra Mundial recebeu a condecoração Coração Púrpuro.

CriônicaEditar

Na juventude Ettinger foi um ávido leitor de histórias de ficção científica e ficou fascinado com a ideia de reviver as pessoas após a morte usando tecnologia médica futura. O corpo é preservado por baixas temperaturas até que o progresso técnico permita reparar os danos nos órgãos e o "reinício" da vida no corpo preservado. Em 1947 ele se familiarizou com os experimentos de baixa temperatura do francês Jean Rostand.

Ettinger é epônimo e o primeiro recipiente da Medalha Robert Ettinger por realizações notáveis ​​em criônica.[1]

ObrasEditar

  • The Prospect of Immortality, 1962
  • Man Into Superman, 1972
  • Youniverse, 2009

Referências

  1. Erstmalige Verleihung der Robert-Ettinger-Medaille auf der Veranstaltung «„Angewandte Kryobiologie – Wissenschaftliches Symposium zur Kryonik" in 2010». Consultado em 22 de fevereiro de 2020. Arquivado do original em 12 de janeiro de 2013 

Ligações externasEditar