Robert Gascoyne-Cecil, 3.º Marquês de Salisbury

Robert Arthur Talbot Gascoyne-Cecil, 3º Marquês de Salisbury KG, GCVO, PC (Hatfield, 3 de fevereiro de 1830Ibid., 22 de agosto de 1903), conhecido como Lord Robert Cecil até 1865 e como Visconde Cranborne entre 1865 e 1868, foi um político britânico, por três vezes Primeiro-ministro do Reino Unido, totalizando 14 anos como chefe de governo.[1] Foi o primeiro primeiro-ministro do século XX no Reino Unido.[1]

O Mais Honorável
O Marquês de Salisbury
KG GCVO PC
Primeiro-Ministro do Reino Unido
Período 25 de junho de 1895
a 11 de julho de 1902
Monarca Vitória (1895–1901)
Eduardo VII (1901–1902)
Antecessor(a) O Conde de Rosebery
Sucessor(a) Arthur Balfour
Período 25 de julho de 1886
a 11 de agosto de 1892
Monarca Vitória
Antecessor(a) William Ewart Gladstone
Sucessor(a) William Ewart Gladstone
Período 23 de junho de 1885
a 28 de janeiro de 1886
Monarca Vitória
Antecessor(a) William Ewart Gladstone
Sucessor(a) William Ewart Gladstone
Dados pessoais
Nome completo Robert Arthur Talbot Gascoyne-Cecil
Nascimento 3 de fevereiro de 1830
Hatfield, Hertfordshire,
Reino Unido
Morte 22 de agosto de 1903 (73 anos)
Hatfield, Hertfordshire,
Reino Unido
Progenitores Mãe: Frances Mary Gascoyne
Pai: James Gascoyne-Cecil
Alma mater Christ Church, Oxford
Esposa Georgina Alderson (1857–1899)
Filhos 8
Partido Conservador
Religião Anglicanismo
Assinatura Assinatura de Robert Gascoyne-Cecil, 3.º Marquês de Salisbury

VidaEditar

Conservador que serviu como primeiro-ministro do Reino Unido três vezes em um total de mais de treze anos. Ele também foi Secretário de Relações Exteriores durante grande parte de seu mandato, e durante seus últimos dois anos de mandato, foi Lorde Guardião do Selo Privado. Evitou alinhamentos ou alianças, mantendo a política de "esplêndido isolamento".[2][3]

Lord Robert Cecil foi eleito pela primeira vez para a Câmara dos Comuns em 1854 e serviu como Secretário de Estado da Índia no governo conservador de Lord Derby de 1866–1867. Em 1874, sob Disraeli, Salisbury voltou como Secretário de Estado da Índia e, em 1878, foi nomeado secretário de Relações Exteriores, tendo desempenhado um papel importante no Congresso de Berlim. Após a morte de Disraeli em 1881, Salisbury emergiu como líder conservador na Câmara dos Lordes, com Sir Stafford Northcote liderando o partido na Câmara dos Comuns. Ele sucedeu William Ewart Gladstone como primeiro-ministro em junho de 1885 e ocupou o cargo até janeiro de 1886. Quando Gladstone se pronunciou a favor do Home Rule para a Irlanda, Salisbury se opôs a ele e formou uma aliança com os sindicalistas liberais dissidentes, vencendo as eleições gerais subsequentes. Sua grande conquista neste mandato foi obter a maior parte do novo território na África durante a Partilha de África, evitando uma guerra ou confronto sério com outras potências. Ele permaneceu como primeiro-ministro até liberais de Gladstone formou um governo com o apoio dos nacionalistas irlandeses na eleição geral 1892. Os liberais, no entanto, perderam as eleições gerais de 1895 e Salisbury, pela terceira e última vez, tornou-se primeiro-ministro. Ele levou a Grã-Bretanha à vitória em uma guerra amarga e controversa contra os bôeres, e levou os Unionistas a outra vitória eleitoral em 1900. Ele renunciou ao cargo de primeiro-ministro para seu sobrinho Arthur Balfour em 1902 e morreu em 1903. Ele foi o último primeiro-ministro a servir na Câmara dos Lordes.[4][5][6][7][8]

Os historiadores concordam que Salisbury foi um líder forte e eficaz nas relações exteriores, com um amplo domínio das questões. Paul Smith caracteriza sua personalidade como "profundamente neurótica, depressiva, agitada, introvertida, temerosa de mudanças e perda de controle e modesta, mas capaz de extraordinária competitividade".[9] Representante da aristocracia latifundiária, ele sustentava o credo reacionário: "O que quer que aconteça será para pior e, portanto, é do nosso interesse que aconteça o mínimo possível".[10] Searle diz que em vez de ver a vitória de seu partido em 1886 como um prenúncio de um conservadorismo novo e mais popular, ele ansiava por retornar à estabilidade do passado, quando a principal função de seu partido era conter o liberalismo demagógico e os excessos democráticos.[11]

Referências

  1. a b Roberts, Martin (2001). Britain, 1846-1964: The Challenge of Change (em inglês). Oxford: Oxford University Press. pp. 1907–1908 
  2. Jones, Daniel (2011). Roach, Peter; Setter, Jane; Esling, John (eds.). Cambridge English Pronouncing Dictionary (18th ed.). Cambridge University Press. ISBN 978-0-521-15255-6
  3. Styled Lord Robert Cecil before the death of his elder brother in 1865, Viscount Cranborne from June 1865 until his father died in April 1868, and then the Marquess of Salisbury
  4. (Alec Douglas-Home was very briefly a member of the House of Lords at the start of his premiership, but he renounced his peerage and subsequently sat in the House of Commons).History of government: Prime Ministers in the House of Lords, history.blog.gov.uk
  5. Paul Smith, 'Cecil, Robert Arthur Talbot Gascoyne-, third marquess of Salisbury (1830–1903)', Oxford Dictionary of National Biography
  6. Paul Smith (ed.), Lord Salisbury on Politics. A Selection from His Articles in the Quarterly Review, 1860–83 (Cambridge University Press, 1972)
  7. John Vincent (ed.), A Selection from the Diaries of Edward Henry Stanley, 15th Earl of Derby (1826–93) between September 1869 and March 1878 (London: The Royal Historical Society, 1994)
  8. Temperley, Harold and L.M. Penson, eds. Foundations of British Foreign Policy: From Pitt (1792) to Salisbury (1902) (1938), primary sources pp 365 ff
  9. Smith 1972 cited in Ellenberger, "Salisbury" 2:1154
  10. Andrew Roberts (2012). Salisbury: Victorian Titan. Faber & Faber. p. 328. ISBN 9780571294176
  11. G. R. Searle (2004). A New England?: Peace and War 1886–1918. Oxford U.P. p. 203. ISBN 9780198207146

Precedido por
William Ewart Gladstone
(2º mandato)
Primeiro-ministro do Reino Unido
1885 — 1886
Sucedido por
William Ewart Gladstone
(3º mandato)
Precedido por
William Ewart Gladstone
(3º mandato)
Primeiro-ministro do Reino Unido
1886 — 1892
Sucedido por
William Ewart Gladstone
(4º mandato)
Precedido por
Archibald Primrose
Primeiro-ministro do Reino Unido
1895 — 1902
Sucedido por
Arthur Balfour
Precedido por
James Brownlow William Gascoyne-Cecil
Marquês de Salisbury
12 de Abril de 1868 — 22 de Agosto de 1903
Sucedido por
James Edward Hubert Gascoyne-Cecil
  Este artigo sobre um político britânico é um esboço relacionado ao Projeto Biografias de Políticos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.