Abrir menu principal
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2017).
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Robert Menasse
Nascimento 21 de junho de 1954 (65 anos)
Viena
Residência Viena
Cidadania Áustria
Etnia Judeu
Progenitores Pai:Hans Menasse
Irmão(s) Eva Menasse
Alma mater Universidade de São Paulo
Ocupação tradutor, escritor, ensaísta
Prêmios Prêmio Erich Fried, Condecoração de Ouro do Mérito do estado de Viena, Prêmio Marie Luise Kaschnitz, Prêmio Heinrich Mann, Prêmio Literário Heimito von Doderer, Prêmio Theodor Körner, Prêmio Max Frisch, Prêmio Lion Feuchtwanger, cavaleiro das Artes e das Letras, Prêmio de Grimmelshausen, Prêmio do Livro Alemão, Prêmio Literário Walter Hasenclever, Prêmio Joseph Breitbach, Prêmio de Arte Austríaca para Literatura, Medalha Carl Zuckmayer
Empregador Universidade de São Paulo
Religião Judaísmo

Robert Menasse (Viena, 21 de junho de 1954) é um escritor austríaco de origem judaica. Politica e filosoficamente ele identifica-se com o marxismo e com Hegel. Um tema recorrente é também a tradição judaica e a crítica ao prevalente anti-semitismo europeu. Seu livro A expulsão do inferno, que relata, pleno de humor sarcástico, a história de Menasseh ben Israel e ao mesmo tempo, paralelamente, a história de uma figura que poderá muito bem ser autobiográfica, de um austríaco nascido mais ou menos no mesmo ano que ele próprio na Áustria - a vida de um estudante judeu esquerdista na Áustria do pós-guerra.

Notas biográficasEditar

Estudou em Viena, Salzburgo e Messina. Em 1980 completou o seu doutoramento com a tese "Der Typus des Außenseiters im Literaturbetrieb. Am Beispiel Hermann Schürrer" ("O fenótipo na literatura").

Entre 1981 e 1988 Menasse trabalhou no Istituto de Teoria Literária da Universidade de São Paulo, no Brasil.

PrémiosEditar

Zuckmayer-Medaille 2019