Abrir menu principal

Wikipédia β

Roberto Cabañas

futebolista paraguaio

Roberto Cabañas González (Pilar, 11 de abril de 1961Assunção, 9 de janeiro de 2017[1]) foi um futebolista profissional paraguaio, que atuava como atacante.

Roberto Cabañas
Informações pessoais
Nome completo Roberto Cabañas González
Data de nasc. 11 de abril de 1961
Local de nasc. Pilar, Paraguai
Falecido em 9 de janeiro de 2017 (55 anos)
Local da morte Assunção, Paraguai
Apelido El mago de Pilar, El mago de las cabañuelas
Informações profissionais
Posição Atacante
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1978–1980
1980–1984
1984–1987
1988–1990
1990–1991
1991–1993
1993–1994
1995
1996
1996
2000
Paraguai Cerro Porteño
Estados Unidos New York Cosmos
Colômbia América de Cali
França Brest
França Lyon
Argentina Boca Juniors
Equador Barcelona de Guayaquil
Argentina Boca Juniors
Paraguai Libertad
Colômbia Independiente Medellín
Colômbia Real Cartagena

97 (63)
75 (40)
53 (31)
27 (9)
56 (16)

4 (0)
0 (0)
7 (2)
9 (2)
Seleção nacional
1981–1993 Flag of Paraguay.svg Paraguai 28 (11)

Índice

CarreiraEditar

Cabañas, revelado pelo Cerro Porteño em 1978, destacou-se inicialmente pelo New York Cosmos, onde jogou entre 1980 e 1984, chegando inclusive a atuar com os consagrados Franz Beckenbauer, Carlos Alberto Torres, Giorgio Chinaglia e Johan Neeskens, além do compatriota Romerito. Após 97 partidas e 63 gols, saiu em julho de 1984, 2 meses antes do time encerrar as atividades.

Teve passagem destacada, ainda, no América de Cali, no Brest e no Lyon entre 1984 e 1991, quando assinou com o Boca Juniors. Nos xeneizes, ganhou destaque entre a torcida graças ao temperamento forte, principalmente nos jogos contra o River Plate, onde se envolveu em várias confusões.

Após deixar o Boca em 1993, jogou no Barcelona de Guayaquil e voltou ao clube argentino em 1995, sem o mesmo êxito da primeira passagem. Em 1996, voltou ao Paraguai para defender o Libertad, não jogando nenhuma vez. No mesmo ano, regressou ao futebol colombiano, assinando com o Independiente Medellín, interrompendo a carreira após 7 jogos e 2 gols marcados.

Porém, Cabañas decidiu voltar aos gramados em 2000, aos 39 anos, jogando pelo Real Cartagena. Foram 9 partidas e 3 gols pelos Auriverdes antes de encerrar definitivamente a carreira de jogador.[2]

Seleção ParaguaiaEditar

Fez parte do elenco da Seleção Paraguaia que disputou a Copa do Mundo de 1986[3], a primeira disputada pelo país desde 1958. Jogou também 3 edições da Copa América, sendo campeão em 1979.

MorteEditar

Na madrugada de 9 de janeiro de 2017, Cabañas sofreu um ataque cardíaco em Assunção, vindo a falecer em seguida, aos 55 anos de idade.[4] Ele, que havia fixado residência em Cali, era casado e tinha 2 filhos.

TítulosEditar

Referências

  1. «Falleció Roberto Cabañas» (em espanhol). ABC Color. 9 de janeiro de 2017. Consultado em 9 de janeiro de 2017. 
  2. «Real Cartagena lamentó el fallecimiento del paraguayo Roberto Cabañas» (em espanhol). CaracolTV. Consultado em 10 de janeiro de 2017. 
  3. «Elenco na Copa de 1986». Consultado em 16 de fevereiro de 2016. 
  4. «Roberto Cabañas, ídolo da seleção paraguaia, morre aos 55 anos». Jovem Pan. UOL. 9 de janeiro de 2017. Consultado em 9 de janeiro de 2017. 

Ligações externasEditar