Roberto Tobar

Roberto Andrés Tobar Vargas (13 de abril de 1978) é um árbitro chileno de futebol que é árbitro internacional da FIFA desde 2013.

Roberto Tobar
Nome completo Roberto Andrés Tobar Vargas
Nascimento 13 de abril de 1978 (42 anos)
Chile
Nacionalidade chileno
Ocupação Engenheiro
Filiação ANFP
Árbitro FIFA 2013–

Engenheiro na área da informática,[1]

já atuou na Copa Sul-Americana, no Campeonato Sul-Americano de Sub-17, na Copa do Mundo Sub-17 da FIFA, na Copa Libertadores e na Recopa Sudamericana.

SuspensãoEditar

Em 2012, a Federação de Futebol do Chile suspendeu a Tobar por oito meses como parte do escândalo de corrupção do "Clube de Poker".[2][3] [4]

RetornoEditar

Após a suspensão retomou sua carreira na arbitragem tornando-se o melhor árbitro do Chile em 2013 e 2014.[5]

Em 2018 foi selecionado para arbitrar a segunda partida da final da Copa Sul-Americana entre Junior e Athletico Paranaense.[6] e a primeira partida da final da Copa Libertadores da América entre River Plate e Boca Juniors.

Em 2019 arbitrou a final da Copa América de 2019 entre Brasil e Peru e a final em jogo único da Copa Libertadores da América entre Flamengo e River Plate.

Referências

Ligações externasEditar