Roberto de Espregueira Mendes

Roberto de Espregueira Mendes
Outros nomes Espregueira Mendes
Nacionalidade Portugal Portugal
Parentesco João de Espregueira Mendes
Ocupação Empresário, político e engenheiro
Empregador Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses
Cargo Director geral

Roberto de Espregueira Mendes foi um engenheiro, político e empresário português.

BiografiaEditar

 
Espregueira Mendes a mostrar aos jornalistas um bogie para uma locomotiva da série DE101-106 (futura série 1500) da Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses, que tinha sido descarregado no Porto de Lisboa, em Portugal, em 11 de Setembro de 1948.

Carreira profissionalEditar

Entrou para a divisão de Minho e Douro dos Caminhos de Ferro do Estado em 1925.[1]

Em 9 de Abril de 1947, empregou-se na Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses, na posição de director-geral.[1][2] Em 11 de Janeiro de 1950, partiu para a Holanda, para participar no Congresso dos Directores Gerais dos Caminhos de Ferro na Europa.[3]

Em 11 de Setembro de 1951, inaugurou as reuniões das subcomissões da União Internacional de Caminhos-de-Ferro, realizadas em Sintra.[4]

Em Janeiro de 1953, participou na viagem inaugural das automotoras da Série 0500, que iam fazer os serviços entre Lisboa e o Porto[5], e em Maio, na apresentação de duas carruagens camas do Sud Expresso.[6] Em 1962, foi um dos deputados da representação desta empresa no Congresso Internacional de Caminhos de Ferro, em Munique, na Alemanha.[7]

Em 1967, deslocou-se a Inglaterra, a convite da Embaixada Britânica, junto com os administradores Oliveira Martins e António de Costa Macedo, para uma visita às fábricas da Rolls-Royce, para tratar de vários assuntos relacionados com as locomotivas a tracção diesel-eléctrica.[8] Em 1968, ano em que deixou de ocupar a posição de director-geral na Companhia[1], participou nas cerimónias dos Jogos Desportivos Ferroviários[9], e foi nomeado, pelo Ministério das Corporações e Previdência Social, como vogal numa comissão para a revisão do Acordo Colectivo de Trabalho, naquela altura em vigor na Companhia.[10]

Exerceu igualmente como subsecretário de Estado das Obras Públicas e Comunicações.[11][1]

HomenagensEditar

Foi homenageado pela Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses em 1956, por ocasião do 9.º aniversário da sua tomada de posse como director-geral.[2]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c d REIS et al, 2006:104
  2. a b «Em Santa Apolónia: Homenagem ao sr. Director-Geral da C. P., Eng.º Espregueira Mendes» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 69 (1640). 16 de Abril de 1956. p. 188-189. Consultado em 5 de Fevereiro de 2016 
  3. «Engenheiro Espregueira Mendes» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 62 (1490). 16 de Janeiro de 1950. p. 814. Consultado em 5 de Fevereiro de 2016 
  4. «União Internacional dos Caminhos de Ferro» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 64 (1530). 16 de Setembro de 1951. p. 295. Consultado em 5 de Fevereiro de 2016 
  5. «Linha Lisboa-Porto» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 65 (1563). 1 de Fevereiro de 1953. p. 472. Consultado em 5 de Fevereiro de 2016 
  6. «Inauguração das novas carruagens-camas do "Sud"» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 66 (1571). 1 de Junho de 1953. p. 127. Consultado em 5 de Fevereiro de 2016 
  7. GONÇALVES, Eduardo Ferrugento (16 de Junho de 1962). «Em torno do Congresso de Munique» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 75 (1788). p. 159. Consultado em 5 de Fevereiro de 2016 
  8. «Jornal da Quinzena» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 81 (1915). 1 de Outubro de 1968. p. 224. Consultado em 5 de Fevereiro de 2016 
  9. «Revista de Imprensa» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 81 (1928). 16 de Agosto de 1968. p. 105. Consultado em 5 de Fevereiro de 2016 
  10. «Jornal do Mês» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 81 (1931). 16 de Novembro de 1968. p. 145. Consultado em 5 de Fevereiro de 2016 
  11. «Valorização do pessoal da C. P.» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 76 (1823). 1 de Dezembro de 1963. p. 337. Consultado em 5 de Fevereiro de 2016 

BibliografiaEditar

  • REIS, Francisco; GOMES, Rosa; GOMES, Gilberto; et al. (2006). Os Caminhos de Ferro Portugueses 1856-2006. [S.l.]: CP-Comboios de Portugal e Público-Comunicação Social S. A. 238 páginas. ISBN 989-619-078-X 


  Este artigo sobre engenheiro(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.