Abrir menu principal
Rodoviária do Tejo
Privada
Fundação 31 de janeiro de 1991
Sede Torres Novas, Portugal
Área(s) servida(s) Alenquer (Carregado), Almeirim, Alpiarça, Alvaiázere, Azambuja, Cartaxo, Chamusca, Constância, Ferreira do Zêzere, Golegã, Entroncamento, Mação, Rio Maior, Santarém, Sardoal, Tomar, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha
Website oficial «RT | Rodoviária do Tejo»

A Rodoviária do Tejo é a empresa privada detentora da concessão do serviço público de transporte rodoviário de passageiros na Lezíria e Médio Tejo.[1]

EmpresaEditar

A empresa foi fundada em Torres Novas em 1860 inicialmente como empresa privada, mais tarde em 1975 foi incorporada na Rodoviária Nacional e adquiriu o actual nome (Rodoviária do Tejo, S.A.) em 1991 após a separação da Rodoviária Nacional.[2] Segundos dados do "Relatório e Contas 2009"[3] empresa tem 3 accionistas principais no seu capital social a INTERGALIZA, LDA (27,34%), INTERNORTE, LDA. (35,94%) e a ROTAGUS, S.A. (35,94%). A empresa contava no final do ano de 2012 com 627 colaboradores e com uma frota de 478 viaturas.[3]

CertificaçãoEditar

A empresa possuiu a certificação de qualidade NP EN ISO 9001:2008 (Fornecimento de Serviços de Transporte de passageiros:(Serviços Urbanos e Interurbanos. Serviços Expresso. Serviço Internacional. Serviço de Aluguer.), válido até 4 de setembro de 2015.[4]

TarifasEditar

As tarifas são aplicadas em função dos quilómetros percorridos.[5]

OfertaEditar

A maior parte da oferta centra-se em carreiras Interurbanas centradas nos principais núcleos urbanos da região onde opera e ligando ao serviço ferroviário de âmbito Regional.

A Rodoviária do Tejo oferece também um conjunto de Carreiras Rápidas[6] de ligação da região Oeste e do Ribatejo até Lisboa, nomeadamente:

  • rápida azul (Peniche - Lisboa)
  • rápida rosa (Leiria - Caldas da Rainha)
  • rápida verde (Caldas da Rainha - Lisboa)
  • rápida vermelha (Rio Maior - Lisboa)
  • rápida laranja (Lisboa - Santarém)
  • rápida branca (Fátima (Cova da Iria) - Leiria)
  • rápida amarela (Caldas da Rainha - Santarém)

Adicionalmente, detém a concessão dos serviços urbanos de Abrantes, Alcobaça, Almeirim, Caldas da Rainha, Cartaxo, Leiria, Óbidos, Peniche, Santarém, Tomar e Torres Novas.[7]

Referências

  1. «Rodoviária do Tejo - Área de Exploração». Consultado em 15 de abril de 2010. Arquivado do original em 25 de abril de 2010 
  2. «Rodoviária do Tejo - História». Consultado em 15 de abril de 2010. Arquivado do original em 24 de maio de 2009 
  3. a b «Relatório e Contas 2012» (PDF). Consultado em 28 de novembro de 2014. Arquivado do original (PDF) em 22 de agosto de 2013 
  4. Rodoviária do Tejo - Certificado
  5. «Rodoviária do Tejo - Tarifário». Consultado em 15 de abril de 2010. Arquivado do original em 12 de março de 2010 
  6. «Rodoviária do Tejo - Rápidas». Consultado em 28 de novembro de 2014. Arquivado do original em 20 de fevereiro de 2014 
  7. Rodoviária do Tejo - Urbanas

Ligações externasEditar

Sítio oficial da Rodoviária do Tejo

  Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.