Abrir menu principal
Rogério Cavaco Silva
Conhecido(a) por Ser irmão de Aníbal Cavaco Silva
Ser vítima da fraude Domínio de Melchizedek
Nascimento 1935 (84 anos)
Cidadania Portuguesa
Progenitores Mãe: Maria do Nascimento Cavaco
Pai: Teodoro Gonçalves Silva
Cônjuge Esmeralda Guerreiro
Ocupação Empresário

Rogério Cavaco Silva (n. 1935[1]) é um empresário português, irmão de Aníbal Cavaco Silva.

Índice

BiografiaEditar

Em 1996 a Consulting and Investments, uma sociedade de investimentos que prometia financiamentos elevados, aplicou verbas em investimentos de alto risco e vitimou 38 empresários, entre os quais Rogério Cavaco Silva. A sociedade de investimentos se dedicava a mediação financeira através de entidades não bancárias com sede no Domínio de Melchizedek, uma ilha desabitada perto das Ilhas Marshall (atol de Bokak).

Rogério Cavaco Silva tinha urgência na obtenção de um financiamento de 1,4 milhões de euros para a conclusão de obras em uma unidade hoteleira em Olhos de Água, no Algarve.[2]

A Consulting and Investments cativou clientes para fazerem um depósito inicial de 10% do valor do financiamento que pretendiam. Em contrapartida pela concessão dos financiamentos, os clientes eram convencidos a comprar sociedades off-shore no paraíso fiscal do Domínio de Melchizedek.[3]

Rogério Cavaco Silva transferiu para uma conta no Deutsche Bank a quantia de 35 mil dólares (cerca de 30 mil euros) e constituiu uma sociedade off-shore denominada Luso Africa Investments, sediada no Domínio de Melchizedek. Através desta sociedade seria creditado o montante do financiamento. A fraude provocou gravíssimos problemas, ao ponto do hotel que Rogério Cavaco Silva possuía ter de ser vendido em hasta pública.[4][5]

Vida privadaEditar

É casado com Esmeralda Guerreiro.[6]

Cavaco Silva sofre de diabetes.[6]

Em Dezembro de 2012, teve um episódio de desmaio enquanto almoçava num restaurante, que os médicos de serviço afirmaram não ser acontecimento grave, apenas pulsação muito baixa.[6]

Ver tambémEditar

Notas e Referências

  1. «Irmão de Cavaco Silva desmaia». Correio da Manhã. Lisboa. 27 de Dezembro de 2012. Consultado em 25 de Março de 2017. Rogério, de 77 a nos [sic] [...] 
  2. «Tribunal da Relação anula julgamento de burla com empresas "off-shore"». Público. 27 de outubro de 2002. Consultado em 22 de março de 2015 
  3. «Burlaram 50 em 5 milhões». Correio da Manhã. 4 de maio de 2006. Consultado em 23 de março de 2015 
  4. «Burla que vitimou irmão de Cavaco Silva regressa hoje a tribunal». Público. 14 de novembro de 2005. Consultado em 22 de março de 2015 
  5. «'Só quero ver se recebo o meu dinheiro'». Região da Nazaré. 22 de junho de 2006. Consultado em 22 de março de 2015 
  6. a b c «Irmão de Cavaco Silva desmaia». Correio da Manhã. Lisboa. 27 de Dezembro de 2012. Consultado em 25 de Março de 2017