Abrir menu principal
Roman Jakobson
Nome completo Roman Osipovich Jakobson
Nascimento 11 de outubro de 1896
Moscou, Império Russo
Morte 18 de julho de 1982 (85 anos)
Cambridge, MA, Estados Unidos
Nacionalidade Russo
Ocupação Linguista e crítico
Magnum opus Seis lições sobre o som e o sentido

Roman Osipovich Jakobson (em russo: Роман Осипович Якобсон; Moscovo, 11 de outubro de 1896 - Estados Unidos, 18 de julho de 1982) foi um pensador russo. É considerado um dos mais importantes linguistas do século XX e um pioneiro da análise estrutural da linguagem, da poesia e da arte.[1]

Foi chamado de "o poeta da linguística" por Haroldo de Campos, sendo conhecido por sua conceituação das funções da linguagem, entre elas figurando a função poética, e tendo feito, por exemplo, estudos sobre as obras de Edgar Allan Poe, Fernando Pessoa e Bertolt Brecht.[2][3]

No campo da linguística estrutural, desenvolveu, com colaboradores como Nikolaj Trubetzkoy e Morris Halle, o conceito de traço distintivo em fonologia, posteriormente expandido para outros níveis de análise linguística.[4]

Comunicação e funções da linguagemEditar

Jakobson foi pioneiro em propor uma teoria do sistema de comunicação.[5] Segundo o linguista, o processo comunicativo é composto por seis componentes estruturais que realizam seis respectivas funções:[6][7]

  • Emissor → Função Emotiva ou Expressiva
  • Receptor → Função Conativa ou Apelativa
  • Código → Função Metalinguística
  • Mensagem → Função Poética
  • Canal → Função Fática
  • Referente → Função Referencial ou Denotativa

Exemplo de análise de JakobsonEditar

Jakobson elegeu "O Corvo", de Edgar Allan Poe, como um dentre os terrenos privilegiados para expor suas investigações. Dentre as inúmeras figurações de som-sentido (consecução do sentido no desenho material do som) que Jakobson evidencia no tecido do poema, cumpre pôr em evidência aquela que se tornou célebre por seu caráter exemplar dos procedimentos poéticos utilizados por Poe: repete o corvo ("The Raven") , ao longo do poema, no lamento monótono do refrão, a expressão "nunca mais" ("never more"). Jakobson demonstra que raven é a inversão fonológica perfeita de never. Nessa medida, a palavra never constitui uma imagem invertida da própria palavra raven. O corvo não podia dizer outra coisa, senão virar seu próprio nome pelo avesso.[8]

Bibliografia selecionadaEditar

  • Jakobson R., Remarques sur l'evolution phonologique du russe comparée à celle des autres langues slaves. Praga, 1929
  • Jakobson R., K charakteristike evrazijskogo jazykovogo sojuza. Praga, 1930
  • Jakobson R., Child Language, Aphasia and Phonological Universals, 1941
  • Jakobson R., On Linguistic Aspects of Translation, ensaio, 1959
  • Jakobson R., "Closing Statement: Linguistics and Poetics," in Style in Language (ed. Thomas Sebeok), 1960
  • Jakobson R., Selected Writings (ed. Stephen Rudy). Haia, Paris, Mouton, em seis volumes (1971–1985):
    • I. Phonological Studies, 1962
    • II. Word and Language, 1971
    • III. The Poetry of Grammar and the Grammar of Poetry, 1980
    • IV. Slavic Epic Studies, 1966
    • V. On Verse, Its Masters and Explores, 1978
    • VI. Early Slavic Paths and Crossroads, 1985
  • Jakobson R., Questions de poetique, 1973
  • Jakobson R., Six Lectures of Sound and Meaning, 1978
  • Jakobson R., The Framework of Language, 1980
  • Jakobson R., Halle M., Fundamentals of Language, 1956
  • Jakobson R., Waugh L., The Sound Shape of Language, 1979
  • Jakobson R., Pomorska K., Dialogues, 1983
  • Jakobson R., Verbal Art, Verbal Sign, Verbal Time (ed. Krystyna Pomorska e Stephen Rudy), 1985
  • Jakobson R., Language in Literature,( ed. Krystyna Pomorska e Stephen Rudy), 1987
  • Jakobson R. "Shifters and Verbal Categories." On Language. (ed. Linda R. Waugh e Monique Monville-Burston). 1990. 386-392.

Referências

  1. «Jakobson, Roman Osipovich». YIVO. Consultado em 2 de novembro de 2019 
  2. Jakobson, Roman. Linguística. Poética. Cinema. Tradução Haroldo de Campos et alii. Editora Perspectiva. São Paulo. 1970.
  3. Campos, Haroldo de. A arte no horizonte do provável. São Paulo: Perspectiva, 1972.
  4. Hogan, Patrick Colm. (2011). The Cambridge encyclopedia of the language sciences. Cambridge: Cambridge University Press. ISBN 9781139144711. OCLC 785205460 
  5. JAKOBSON, Roman. 1960. Lingüística e poética. In: _____ . Lingüística e comunicação. São Paulo: Cultrix, 1991.
  6. Bonini, Adair (2003). «Veículo de comunicação e gênero textual: noções conflitantes». São Paulo. DELTA. 19 (1): 65-89. doi:10.1590/S0102-4450200300010000. Consultado em 16 de janeiro de 2017 
  7. Funções da linguagem e a construção do sentido para Jakobson
  8. Jakobson, Roman. Linguística. Poética. Cinema. Tradução Haroldo de Campos et alii. Editora Perspectiva. São Paulo. 1970.