Abrir menu principal
Romildo Bolzan Júnior
52º Presidente do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense
Período 2014 a 2016

2017 a 2019

Antecessor Fábio Koff
Prefeito de Osório, RS
Período 1 de janeiro de 1993

a 1 de janeiro de 1997

Período 1 de janeiro de 2005

a 1 de janeiro de 2009

Período 1 de janeiro de 2009

a 1 de janeiro de 2013

Dados pessoais
Nascimento 13 de março de 1960 (59 anos)
Osório, RS

Romildo Bolzan Júnior (Osório, 13 de março de 1960), é um advogado, político e dirigente esportivo brasileiro, sendo o 52° Presidente do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense.

Trajetória políticaEditar

Graduado em Direito pela PUCRS, Romildo Bolzan Júnior herdou do pai, Romildo Bolzan, não só o nome, mas também o gosto pela política. Foi eleito vereador em 1982, em 1989 se tornou vice-prefeito, e em 1993, prefeito do município gaúcho de Osório, sua terra natal. Em 2004, foi eleito prefeito pela segunda vez, sendo reeleito em 2008, completando assim três mandatos a frente do município. Antes de se candidatar a presidente do Grêmio precisou renunciar à presidência estadual de seu partido, cargo que ocupava há sete anos.

Em 2019 o PDT começou a ventilar o nome de Romildo como candidato a governador do Rio Grande do Sul, recebendo elogios públicos de figuras como o vice-presidente da legenda, Ciro Gomes.

Romildo e o GrêmioEditar

A ligação entre Romildo e o Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense data dos primórdios da vida do dirigente, já que seu pai o associou ao clube em 1963, quando tinha apenas 3 anos. Frequentando, assim, desde muito cedo as dependências do Estádio Olímpico Monumental. Em 1990, deixaria de ser apenas sócio para integrar o Conselho Deliberativo e também do Conselho Consultivo do Grêmio.

No biênio 2013/2014, Romildo Bolzan Júnior foi vice-presidente da gestão de Fábio Koff.

Em outubro de 2014, como candidato da situação, apoiado por Fábio Koff que era o atual presidente, Romildo Bolzan Júnior foi eleito como 52° Presidente do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense para o biênio 2015/2016, com 6.398 votos (71,4%). Sua primeira gestão ficou marcada pela busca do equilíbrio nas contas do clube e pela conquista da Copa do Brasil de 2016, que tirou o clube de uma fila que já durava quinze anos sem títulos nacionais expressivos.

Em novembro de 2016, Romildo foi reeleito Presidente do Grêmio para o triênio 2017/2018/2019, tendo conquistado 5.605 votos (85,3%). Neste segundo mandato, logo no primeiro ano, o Grêmio conquistou o Tri Campeonato da América.

Resultado das eleições de 2014Editar

  • Romildo Bolzan Júnior (Chapa 4): 6.398 (71,4%)
  • Homero Bellini Júnior (Chapa 5): 2.557 (28,6%)
  • Brancos e nulos: 58
  • Votos validos: 8.955
  • Total de votos: 9.013

Resultado das eleições de 2016Editar

  • Romildo Bolzan Júnior (Chapa 1): 5.605 (85,3%)
  • Raul Mendes da Rocha (Chapa 2): 963 (14,7%)
  • Brancos e nulos: 34
  • Votos validos: 6.568
  • Total de votos: 6.602

Títulos no futebol profissional durante sua gestãoEditar

Referências