Abrir menu principal
Rosamaria Montibeller
campeã do grand prix
Voleibol
Nome completo Rosamaria Montibeller

Irmã: Ana Paula Montibeller

Modalidade Voleibol indoor
Nascimento 9 de abril de 1994 (25 anos)
Nova Trento, SC
Nacionalidade brasileira
Compleição Peso: 74 kg Altura: 1,85 m
Clube Brasil Praia Clube [1]
Medalhas
Competidora do Bandeira do Brasil Brasil
Grand Prix
Ouro Nanquim 2017 Equipe
Copa dos Campeões
Prata Japão 2017 Equipe
Montreux Volley Masters
Ouro Montreux 2017 Equipe
Jogos Pan-Americanos
Prata Toronto 2015 Equipe
Campeonato Sul-Americano
Ouro Cali 2017 Equipe
Campeonato Mundial Sub-23
Ouro Âncara 2015 Equipe
Copa Pan-Americana Sub-23
Prata Callao 2012 Equipe
Campeonato Sul-Americano Sub-22
Ouro Popayán 2014 Equipe
Campeonato Sul-Americano Juvenil
Bronze Brno e Prostějov 2013 Equipe
Campeonato Sul-Americano Juvenil
Ouro Lima 2012 Equipe
Campeonato Sul-Americano Infantojuvenil
Ouro Lima 2010 Equipe
Competidora de Camponesa/Minas
Campeonato Sul-Americano de Clubes
Ouro Belo Horizonte 2018 Equipe
Competidora do Dentil/Praia Clube
Campeonato Sul-Americano de Clubes
Prata Belo Horizonte 2019 Equipe

Rosamaria Montibeller (Nova Trento, 9 de abril de 1994) é uma jogadora de voleibol brasileira.[2][3][4] Integrou a seleção brasileira campeã mundial sub-23 em 2015, sendo escolhida a melhor oposto da competição.[5], pela seleção principal conquistou a medalha de ouro no Campeonato Sul-Americano de 2017 na Colômbia, e no mesmo ano a última edição do Grand Prix na China e o ice-campeonato na Copa dos Campeões no Japão.

Índice

CarreiraEditar

Aos nove anos de idade ingressou no projeto de formação do Nova Trento/TIM[6] e esteve presente no elenco da Seleção Brasileira, no ano de 2010 disputou a edição do Campeonato Sul-Americano Infantojuvenil de 2010 sediado em Callao e conquistou a medalha de ouro[7]e em 2011 na posição de oposto disputou a edição do Campeonato Mundial Infantojuvenil realizado na cidade de Ancara finalizando na sexta colocação[8].

Em em 2012 disputou a edição do Campeonato Sul-Americano Juvenil e sagrou-se medalhista de ouro na edição e foi premiada com a melhor atacante da competição[9], foi a capitã do grupo também quando disputara a edição do Campeonato Mundial Juvenil nas cidades de Brno e Prostějov, vestindo novamente a camisa 9[10] e conquistou a medalha de bronze nesta edição[11][12] e representando o país na categoria Sub-22 disputou a edição do Campeonato Sul-Americano em Popayán e conquistou a medalha de ouro[13], também disputou a primeira edição da Copa Pan-Americana Sub-23 em 2012, sediado em Lima, oportunidade que conquistou a medalha de prata.[14][15]..Na temporada 2013-14 defendeu as cores do Amil/Campinas[6].

Até a temporada 2014-15 esteve vinculada ao EC Pinheiros, transferindo-se para o Camponesa/Minas para atuar nas disputas do período esportivo de 2015-16[16]e conquistou o vice-campeonato na edição da Copa Brasil de 2017 em Campinas[17].

Em 2017 recebeu convocação para a Seleção Brasileira, obteve as conquistas dos títulos do Montreux Volley Masters, do Grand Prix de 2017 em Nanquim e do o Campeonato Sul-Americano sediado em Cáli, além do vice-campeonato na Copa dos Campeões realizada no Japão em 2017.[18][19][20]

O Camponesa/Minas anunciou sua permanência para as competições correspondentes ao período esportivo de 2016-17, renovando para as disputas de 2017-18 conquistando a medalha de prata na Supercopa Brasil de 2017[21]título do Campeonato Mineiro de 2017[22] e sagrou-se campeã da edição do Campeonato Sul-Americano de Clubes de 2018[23], e foi premiada como a primeira melhor ponteira da competição[24].

Foi contratada pelo Dentil/Praia Clube para temporada 2018–19 do voleibol brasileiro e sagrou-se vice-campeã da edição do Campeonato Mineiro de 2018.[25]; na sequência conquistou o título da Supercopa Brasileira de 2018[26]mais tarde disputou semifinal da edição do Campeonato Mundial de Clubes de 2018, realizada em Shaoxing[27], terminando na quarta colocação[28].

Pelo Dentil/Praia Clube conquistou o vice-campeonato da Copa Brasil de 2019 realizada em Gramado[29] e a medalha de prata no Campeonato Sul-Americano de Clubes de 2019 realizado novamente em Belo Horizonte[30]e atuando pela equipe avançou a grande final da Superliga Brasileira 2018-19, atuando nos dois jogos da série final, mas terminou com o vice-campeonato[31].

Títulos e resultadosEditar

Premiações individuaisEditar

Ligações externasEditar

Referências

  1. «Com Léia e Rosamaria, Minas apresenta equipe para a temporada». globoesporte.com. Grupo Globo. 15 de setembro de 2016. Consultado em 6 de outubro de 2016. Cópia arquivada em 6 de outubro de 2016 
  2. «Rosamaria Montibeller». Esporte Clube Pinheiros. Consultado em 27 de julho de 2015 
  3. «Caçula do vôlei ajuda a virar jogo de estreia e recebe elogios de Zé Roberto». Folha de S.Paulo. 16 de julho de 2015. Consultado em 27 de julho de 2015 
  4. «Bela do vôlei dá aula de maturidade e festeja superexposição». Terra. 22 de julho de 2015. Consultado em 27 de julho de 2015 
  5. «Silva Juma honoured with U23 World Championship MVP award». FIVB (em inglês). 19 de agosto de 2015. Consultado em 20 de agosto de 2015. Cópia arquivada em 20 de agosto de 2015 
  6. a b Sidney Silva (6 de fevereiro de 2015). «Rosamaria se consolida como uma das grandes estrelas do voleibol nacional». O Município (em portugues). Consultado em 24 de fevereiro de 2018. Cópia arquivada em 25 de fevereiro de 2018 
  7. CSV. «Campeonato Femenino de Menores: Brasil derrota Argentina y conquista el 14º titulo de la competición» (em espanhol). 29 de agosto de 2010. Consultado em 24 de fevereiro de 2018 
  8. CSV. «MUNDIAL DE MENORES FEMENINO: Brasil pierde frente a Alemania y finaliza en sexto lugar» (em espanhol). 21 de agosto de 2011. Consultado em 24 de fevereiro de 2018 
  9. a b CSV. «SUDAMERICANO JUVENIL FEMENINO: Brasil consigue su título N° 17 frente al anfitrión Perú y su décimo segundo oro consecutivo» (em espanhol). 23 de outubro de 2014. Consultado em 24 de fevereiro de 2018 
  10. FIVB-Federação Internacional de Voleibol. «FIVB Volleyball Women's U20 World Championship 2013-Czech Republic-TEAM COMPOSITION BRA / Brazil - Team Composition» (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2018 
  11. FIVB. «FIVB Volleyball Women's U20 World Championship 2013-Czech Republic- FINAL RANKING» (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2018 
  12. GloboEsporte.com (30 de junho de 2013). «Brasileiras batem italianas e levam o bronze no Mundial Juvenil de vôlei». Consultado em 24 de fevereiro de 2018 
  13. CSV (25 de agosto de 2014). «SUDAMERICANO SUB 22: Brasil es campeón de la primera edición del torneo» (em espanhol). Consultado em 24 de fevereiro de 2018 
  14. Norceca (8 de setembro de 2012). «VOLLEYBALL-Match result-1st U-23 Women's Pan American Cup, Lima, Peru 2012-Finals (Places 1-2)» (PDF) (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2018 
  15. Norceca. «Dominicana gana el Oro en Copa Sub-23» (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2018 
  16. Antônio Anderson (29 de julho de 2015). «Oposta Rosamaria visita o Minas para conhecer estrutura do novo clube». O Tempo (em portugues). Consultado em 24 de fevereiro de 2018. Cópia arquivada em 25 de fevereiro de 2018 
  17. a b Gazeta Esportiva (28 de janeiro de 2017). «Rio de Janeiro vence Minas e é tricampeão da Copa do Brasil» (em portugues). Consultado em 24 de fevereiro de 2018 
  18. FIVB (6 de agosto de 2017). «BRAZIL SETS ALL TIME RECORD IN WORLD GRAND PRIX WINS» (em inglês). Consultado em 6 de agosto de 2017 
  19. FIVB (11 de junho de 2017). «BRAZIL REIGN SUPREME AT MONTREUX MASTERS FOR SEVENTH TIME» (em inglês). Consultado em 6 de agosto de 2017 
  20. CSV (19 de Agosto de 2017). «BRASIL SUMA SU 20º TÍTULO Y CLASIFICA AL MUNDIAL DE JAPÓN EN EL SUDAMERICANO DE CALI» (em espanhol) 
  21. a b Crisneive Silveira; Juscelino Filho (14 de outubro de 2017). «No tie-break, Rio supera Minas e fatura o tri da Supercopa de vôlei». Globoesporte.com. Grupo Globo. Consultado em 26 de fevereiro de 2018 
  22. a b Minas não dá chances para o Praia e conquista o Mineiro feminino, O Tempo
  23. «Minas vence Rio e leva Sul-americano de clubes após 18 anos». O Globo. 24 de fevereiro de 2018. Consultado em 24 de fevereiro de 2017. Cópia arquivada em 24 de fevereiro de 2018 
  24. a b «Minas vence Rio e leva Sul-americano de clubes após 18 anos». A evolução do poderoso Minas, campeão Sul-Americano de Clubes 2018. 25 de fevereiro de 2018. Consultado em 26 de fevereiro de 2017. Cópia arquivada em 26 de fevereiro de 2018 
  25. a b Rodrigo Gini (7 de novembro de 2018). «Minas Tênis supera o Praia Clube e fica com o título no Mineiro Adulto Feminino de Vôlei». Hoje Em Dia. Consultado em 7 de novembro de 2018. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2018 
  26. a b Samuel Pinusa (11 de novembro de 2018). «Praia Clube vence Osasco e é o 1º campeão da Supercopa na era pós-Rio de Janeiro». GloboEsporte.com. Consultado em 30 de dezembro de 2018 
  27. Carolina Canossa (8 de dezembro de 2018). «Minas faz história e Praia Clube esbarra na força da nova geração turca». Saída de Rede. Consultado em 9 de dezembro de 2018. Cópia arquivada em 9 de dezembro de 2018 
  28. a b «Praia Clube fica com o quarto lugar no Mundial de vôlei feminino». Diário Online. 9 de dezembro de 2018. Consultado em 30 de dezembro de 2018 
  29. a b «Minas bate Praia Clube de virada e conquista título inédito da Copa Brasil». GloboEsporte.com. 2 de fevereiro de 2019. Consultado em 23 de fevereiro de 2019. Cópia arquivada em 23 de fevereiro de 2019 
  30. «Minas atropela o Praia, conquista o Sul-Americano e garante classificação para o Mundial». GloboEsporte.com. 23 de fevereiro de 2019. Consultado em 23 de fevereiro de 2019. Cópia arquivada em 23 de fevereiro de 2019 
  31. «O domínio é azul: Minas se impõe, bate o Praia Clube e é campeão da Superliga após 17 anos». Globo Esporte. 26 de Abril de 2019. Consultado em 26 de Abril de 2019