Abrir menu principal
Roseli Timm
campeão sul-americano juvenil
Voleibol
Nome completo Roseli Ana Timm
Modalidade Voleibol de praia
Nascimento 25 de julho de 1962 (57 anos)
São Paulo, SP
Nacionalidade brasileira
Compleição Peso: 60 kg Altura: 1,73 m
Clube Aposentada
Medalhas
Competidora da  Brasil
Jogos Olímpicos de Verão
Bronze Barcelona 1992 Dupla
Circuito Mundial
Prata Temporada 1994-95 Dupla
Campeonato Sul-Americano Juvenil
Ouro Rio de Janeiro 1978 Equipe
Competidora de Supergasbras
Campeonato Sul-Americano de Clubes
Prata Assunção 1988 Equipe
Prata Buenos Aires 1990 Equipe

Roseli Ana Timm (São Paulo, 25 de julho de 1962) é uma ex-voleibolista indoor brasileira que obteve destaque nesta modalidade no início de sua carreira, e mais tarde dedicou-se a modalidade de Vôlei de praia.Nas quadras atuou nas posições de Levantadora e Ponta, e conquistou nas categorias de base da Seleção Brasileira a medalha de ouro no Campeonato Sul-Americano Juvenil em 1978 no Brasil, pela seleção principal disputou a Copa do Mundo de 1985 no Japão e Campeonato Mundial de 1986 na República Tcheca.Em clubes foi medalhista de prata nas edições do ano de 1988 e tempos depois migrou para a modalidade na praia e tornou-se a primeira jogadora brasileira ao lado de sua então parceria Isabel Salgado a conquistar a medalha de ouro numa etapa do Circuito Mundial de Vôlei de Praia nos Estados Unidos no ano de 1994, finalizando com vice-campeonato do Circuito Mundial de 1994-95, e nesta modalidade foi semifinalista na edição do Goodwills Games de 1994 na Rússia e no torneio de exibição da modalidade na edição dos Jogos Olímpicos de Barcelona alcançou a medalha de bronze.

CarreiraEditar

Em 1978 estava presente nas categorias de base da Seleção Brasileira, sendo convocada na categoria juvenil, disputou Campeonato Sul-Americano Juvenil no Rio de Janeiro, ocasião da medalha de ouro.[1]

Iniciou sua carreira profissional pelo C.A.Paulistano conquistando de forma invicta a edição do Campeonato Paulista de 1982[2] e campeã do Campeonato Brasileiro no mesmo ano.[3] Em 1984 atuava pelo Flamengo/Limão Brahma.[4]

Representou o país através da seleção principal na edição da Copa do Mundo de 1985 no Japão e obteve o sexto lugar.[5] No ano seguinte, recebeu convocação para a Seleção Brasileira para disputar a edição do Campeonato Mundial em Praga, República Tcheca e nesta edição alcançou a quinta colocação final,[6] época que estava vinculada a Supergasbras, utilizada na época em duas funções como elemento surpresa, ataque e levantamento.[7]

Pela Supergasbras conquistou o título do Campeonato Carioca de 1986, o título do Campeonato Brasileiro no mesmo ano, sagrando-se vice-campeã na edição do ano de 1987, mesmo posto obtido na Liga Nacional de 1989-1990,[8] também conquistou a medalha de prata no Campeonato Sul-Americano de Clubes de 1988 em Assunção, Paraguai e novamente o vice-campeonato na edição de 1990 em Buenos Aires, Argentina.[9]

Na temporada 1991-92 atuou pelo Botafogo F.R quando disputou o Torneio Seletivo, este classificatório para a correspondente Liga Nacional, não alcançando a meta nesta ocasião.[4] Resolveu ingressar no vôlei de praia após abandonar as quadras, e em 1992 formou dupla inicialmente com Rose e com esta disputou o Aberto de Almeria, válido pelo Circuito Mundial 1992-93, quando foram medalhista de bronze, na mesma temporada ainda jogou uma etapa com Isabel Salgado, ou seja, na etapa do Aberto do Rio de Janeiro, quando finalizaram na quinta colocação.[10]

Ao lado de Isabel conquistou o vice-campeonato do Circuito Brasileiro Banco do Brasil de 1993.[11][12] Com esta atleta sagrou-se duas vezes vice-campeãs pelo Circuito Mundial de 1993-94, nas etapas dos Abertos de Santos e La Serena, além do inédito título da etapa de Miami em 1994, Estados Unidos,[13] entrando para a história como a primeira dupla brasileira a vencer uma etapa doo referido circuito.[10][14]

Em 1994 competiu com Rejane Cannes pelo Circuito Banco do Brasil, novamente ficando com o vice-campeonato geral.[15][16] E com Isabel conquistou o bronze no Grand Slam de Carolina (Porto Rico) no Circuito Mundial 1994-95, além do nono lugar no Aberto de La Serena, sétimo no Aberto do Rio de Janeiro, bronze no Aberto de Santos e o vice-campeonato no Aberto de Osaka além da quarta colocação no Jogos da Boa Vontade (Goodwills Games) realizados em São Petersburgo, Rússia, torneio válido pelo circuito mundial,[10][17][18] conquistando o vice-campeonato geral do Circuito Mundial 1994-95.[19]

Iniciou a temporada 1995-96 pelo Circuito Mundial ao lado de Ana Richa, mas só alcançaram a vigésima oitava posição no Aberto de Clearwater, em seguida voltou a competir com Isabel e obtiveram a décima sétima colocação no Aberto de Santos , décimo terceiro lugar no Aberto do Rio de Janeiro e o sétimo no Aberto de Carolina (Porto Rico).[10]

No ano de 1996 formou dupla com Renata de Castro e competiram no Circuito Mundial correspondente, obtendo nas etapas: o trigésimo terceiro lugar na Série Mundial de Hermosa, décimo sétimo lugar no Grand Slam de Carolina (Porto Rico, décimo terceiro lugar na Série Mundial de Recife, nono lugar na Série Mundial de Maceió e o sétimo lugar na Série Mundial de Salvador.[10] E última vez que competiu pelo Circuito Mundial foi em 1997 ao lado de Gerusa Ferreira, ocasião que alcançaram o nono lugar no Aberto do Rio de Janeiro.[10]

Títulos e resultadosEditar

Premiações individuaisEditar

Ligações externasEditar

Referências

  1. Todor66.com. «Women Junior under-19 Volleyball IV South American Chamionship 1978 Rio de Janeiro (BRA) 10-14.12 - Winner Brazil» (em inglês). Consultado em 15 de setembro de 2016 
  2. a b Jornal do Club Athletico Paulistano. «CAP:campeão no vôlei feminino-Nº5-Pág.3» (PDF). junho de 1982. Consultado em 15 de setembro de 2016 
  3. a b CBV. «Todos os Campeões». Consultado em 15 de setembro de 2016 
  4. a b Facebook. «ENTREVISTA COM A MEIO DE REDE IDA». 7 de janeiro de 2014. Consultado em 15 de setembro de 2016 
  5. Todor66.com. «Women Volleyball World Cup 1985 - Japan - 10-20.11 Winner China» (em inglês). Consultado em 15 de setembro de 2016. Arquivado do original em 21 de setembro de 2013 
  6. Todor66.com. «Women Volleyball X World Championship 1986 Praha (TCH) 02-13.09 Champion China» (em inglês). Consultado em 15 de setembro de 2016. Arquivado do original em 6 de março de 2016 
  7. Revista Placar. «Revista Placar N.º 837 –Págs.65-67». 9 de junho de 1986. Consultado em 15 de setembro de 2016 
  8. a b c d e «Há 30 anos, Supergasbras conquistava título brasileiro de vôlei feminino e iniciava uma era de glórias». SuperGasBras. 16 de dezembro de 2013. Consultado em 15 de setembro de 2016. Cópia arquivada em 11 de fevereiro de 2014 
  9. «Ranking-Piso». CSV (em espanhol). Consultado em 15 de setembro de 2016. Cópia arquivada em 5 de outubro de 2015 
  10. a b c d e f g h i j k l m n FIVB. «PLAYERS' DATABASE-Athlete's biography-Roseli-Results» (em inglês). Consultado em 15 de setembro de 2016 
  11. UOL Esporte. «Rivais mudam para tentar superar campeões mundiais». 17 de maio de 2005]]. Consultado em 14 de agosto de 2012 
  12. a b «Home-Vôlei de Praia-Escolha o campeonato e/ ou o naipe:Circuito Banco do Brasil-1993-Feminino». CBV. Consultado em 15 de setembro de 2016. Arquivado do original em 30 de setembro de 2016 
  13. Roberto Pimentel. «Campeonatos Mundiais de Vôlei na Praia». 7 de junho de 2010. Consultado em 27 de agosto de 2012 
  14. Memória.bn.br. «Jornal A Noite Rio de Janeiro». 8 de fevereiro de 1961. p. 10. Consultado em 27 de agosto de 2012 
  15. a b «Home-Vôlei de Praia-Escolha o campeonato e/ ou o naipe:Circuito Banco do Brasil-1994-Feminino». CBV. Consultado em 15 de setembro de 2016. Arquivado do original em 30 de setembro de 2016 
  16. «VÔLEI MASTER 2010: A carismática Rejane». CBV. 14 de novembro de 2010. Consultado em 15 de setembro de 2016. Arquivado do original em 16 de setembro de 2016 
  17. Goodwills Games. «Goodwill Games» (em inglês). Consultado em 19 de agosto de 2012 
  18. Clube APV. «História do Vôlei de Praia». 9 de outubro de 2006. Consultado em 27 de agosto de 2012 [ligação inativa]
  19. Oscar Valporto. «Atleta, substantivo feminino: vinte mulheres brasileiras nos Jogos Olímpicos-Pág.178». 2006. Consultado em 15 de setembro de 2016