Rua do Almada

rua no Porto, Portugal
PORTO
Rua do Almada
Rua Almada placa (Porto).JPG
Rua do Almada
Freguesia(s): Vitória, Santo Ildefonso e Cedofeita
Lugar, bairro: Baixa do Porto
Início: Rua dos Clérigos
Término: Praça da República
Comprimento: 805 m
Abertura: meados do século XVIII
Designação anterior: Rua das Hortas
Rua Almada (Porto).JPG
Rua do Almada
Toponímia do Porto

A Rua do Almada é um arruamento nas freguesias de Vitória, Santo Ildefonso e Cedofeita da cidade do Porto, em Portugal.

Origem do nomeEditar

O nome da rua homenageia João de Almada e Melo, governador do Porto na segunda metade do século XVIII.

HistóriaEditar

Em 1761, João de Almada e Melo começou a abrir um longo arruamento prolongando a pequena rua das Hortas, atual troço da rua do Almada entre a rua dos Clérigos e a rua da Fábrica. O traçado da nova via é da autoria de Francisco Xavier do Rego.

A rua do Almada foi o primeiro grande arruamento a ser aberto fora das Muralhas Fernandinas, criando um fácil acesso ao, então, campo de Santo Ovídio (hoje praça da República) e à estrada de Braga.

Pontos de interesseEditar

  • Capela dos Pestanas (1878-1888) projeto do engenheiro José Macedo de Araújo Júnior, localizada quase na esquina da praça da República. As estátuas em granito de São José e de São Joaquim que se encontram na sua fachada são da autoria de Soares dos Reis.
  • Edifício da Livraria Nelita foi projetado em 1942 pelos arquitetos Jofre António Justino e Rogério de Azevedo, localizado na esquina da rua do Almada com a rua de Ramalho Ortigão.

AcessosEditar

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Rua do Almada
  Este artigo sobre toponímia, integrado no Projecto Grande Porto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.