Rua do Guarda-Mor

Rua do Guarda-Mor
Freguesia(s): Estrela
Antiga(s) freguesia(s): Santos-o-Velho
Lugar, Bairro: Madragoa
Início: Rua das Trinas
Término: Rua São João da Mata
Comprimento: 150 m
Homenageado(s): Manuel de Sande, Guarda-Mor da Alfândega
Rua do Guarda-Mor, Lisboa, Portugal, Placa.jpg
Rua do Guarda-Mor
Toponímia de Lisboa

A Rua do Guarda-Mor é uma rua em Lisboa, Portugal, que anteriormente pertencia à freguesia de Santos-o-Velho, mais precisamente ao bairro da Madragoa. Na sequência da Reforma Administrativa de Lisboa, em 2012, a rua pertence agora à recém-criada freguesia da Estrela. A rua começa na Rua das Trinas e termina na Rua São João da Mata.

HistóriaEditar

Já em 1565, a rua era mencionada como a Rua do Guarda-Mor de Alfândega no Livro do Lançamento. [1] Bernardo Gomes de Brito refere-se a ela como a principal artéria rodoviária de Lisboa do século XVI. [2] Naquela época, estendia-se desde a Rua das Trinas à Rua do Cura. Com o Aviso do Governo Civil de Lisboa, em 1859, a rua foi ampliada para incluir a Travessa da Palha (a antiga Rua da Palha de Santos[3]) entre a Rua do Cura e a Rua São João da Mata.

 
Rua do Guarda-Mor 20
 
Rua do Guarda-Mor 20, 2°, Ornamento de Azulejos

ToponímiaEditar

O nome da rua tem origem no nobre Manuel de Sande, Guarda-Mor da Alfândega, que ali viveu juntamente com a sua esposa e filha. [4] Ali morreu a 6 de março de 1603. [5]

Edifícios particularesEditar

  • #42-#44: Um ornamento que remonta aos finais do século XVIII, composto de azulejos, decora as paredes do edifício. O ornamento mostra elementos rococós, bem como neoclássicos e representa a figura da Nossa Senhora da Penha de França com o menino Jesus no seu braço esquerdo e um cetro na sua mão direita. [6]
  • #39-#43: João de Sousa Pinto de Magalhães viveu e morreu neste edifício na esquina da Rua São João da Mata 16-20 a 1 de maio de 1863. [7]
  • #20: Este edifício é um dos edifícios muito raros nesta área que sobreviveu ao terramoto de 1755. No seu segundo andar, ainda subsiste um grande ornamento de azulejos. [8]

ImagensEditar

Rua do Guarda-Mor Rua do Guarda-Mor 42 Nossa Senhora da Penha de França
      


Ligações externasEditar

Referências

  1. Livro do lançamento e serviço que a cidade de Lisboa fez a El Rei Nosso Senhor no ano de 1565 : documentos para a história da cidade de Lisboa. Lisboa: C.M., 1947-1948. 4 v.
  2. Ruas de Lisboa com alguma história.
  3. Livro III dos MISTOS, enumerado - SANTOS.
  4. Mç. 66, Doc. 153 - ANTT.
  5. Foi sepultado no Convento de S. Francisco.
  6. Registo de azulejos com Nossa Senhora de Penha de França (R. Guarda-Mor, 42-44).
  7. Ruas de Lisboa com alguma história.
  8. Rua do Guarda-Mor, nº 20, 2º, Lisboa, Portugal.
  Este artigo sobre Arruamentos, integrado no Projecto Grande Lisboa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.