Abrir menu principal

Ruben Berta

empresário brasileiro que ocupou a presidência da Varig
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Ruben Berta (desambiguação).
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde junho de 2019). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ruben Berta
Nascimento 5 de novembro de 1907
Porto Alegre
Morte 14 de dezembro de 1966 (59 anos)
Rio de Janeiro
Cidadania Brasil
Ocupação empresário

Ruben Martin Berta (Porto Alegre, 5 de novembro de 1907Rio de Janeiro, 14 de dezembro de 1966) foi um empresário brasileiro que ocupou a presidência da Varig.[1]

Índice

Vida e CarreiraEditar

Ruben era filho de Martin Félix Berta e Helena Maria Lenz. Casou-se com Wilma Weber Berta e foi pai de Ivone e Heliet. Estudante de medicina, foi contratado por Otto Ernst Meyer e, aos 19 anos, tornou-se o primeiro funcionário da Varig, como auxiliar de escritório e secretário de seus diretores fundadores.

Devido à Segunda Guerra Mundial, Otto Meyer o então presidente da VARIG, resolve renunciar ao cargo para proteger a empresa, já que ele era alemão e o Brasil apoiou os aliados na guerra. Em 1942 assumiu o cargo mais alto da empresa gaúcha. Ruben Berta foi com certeza um dos principais funcionários da Varig, dedicava parte de sua vida exclusivamente para a empresa que amava. Sua esposa brincava dizendo que Ruben tinha uma amante, e que essa amante se chamava Varig.

Com Ruben no comando, a Varig viveu um período de grande expansão.

Em 1945 lançou a ideia da Fundação dos Funcionários da Varig, que reuniria mais da metade das ações da companhia e viria, depois de sua morte, a ser conhecida como Fundação Ruben Berta.

Em 14 de dezembro de 1966, Ruben Berta sentiu fortes dores no coração em sua mesa de trabalho. Os médicos foram chamados, enquanto isso Ruben insistia em continuar trabalhando. Até a sua morte, passava instruções para Erik de Carvalho. Uma hora após sentir as primeiras dores no peito, Ruben Berta morreu devido a um infarto.

Após a sua morte, Erik de Carvalho assumiu a presidência da empresa do Rio Grande do Sul.

HomenagensEditar

Ruben Berta deu o nome a um bairro, a uma pinacoteca[2] e também a um colégio público, todos de Porto Alegre,uma escola pública no Rio de Janeiro, a uma rua na cidade de Sapiranga - RS, a um hospital e a uma avenida na cidade de São Paulo, ao Aeroporto Internacional de Uruguaiana - RS[3], ao viaduto sobre a linha férrea, na Avenida Maurício Cardoso, na cidade de Erechim, e a principal rua de acesso ao Aeroporto de Santa Maria (Rio Grande do Sul).

Referências

Ver tambémEditar

BibliografiaEditar

  • FRANCO, Sérgio da Costa. Guia Histórico de Porto Alegre, 4ª edição, Editora da Universidade (UFRGS), Porto Alegre, 2006.

Ligações externasEditar