Abrir menu principal

BiografiaEditar

Filho do marechal Odílio Denys, ministro da Guerra do efêmero governo Jânio Quadros.

Graduou-se aspirante-a-oficial de Infantaria em 1949, na Academia Militar das Agulhas Negras. Foi comandante da Academia Militar das Agulhas Negras entre 16 de fevereiro de 1984 e 10 de abril de 1985.

Em seguida, foi ministro-chefe da Casa Militar durante os cinco anos do governo José Sarney.

A 14 de Julho de 1986 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Avis de Portugal.[2]

Chegou ao posto de general-de-exército e foi Comandante Militar do Sul, entre 16 de abril de 1991 e 10 de maio de 1993.[3]

Foi ainda ministro dos Transportes no governo Itamar Franco, de 4 de março a 31 de dezembro de 1994.[1]

Referências

  1. a b «General-de-Exército Rubens Bayma Denys» (PDF). Academia Brasileira de Defesa (ABD). Consultado em 10 de janeiro de 2015. Arquivado do original (PDF) em 3 de março de 2016 
  2. «Cidadãos Estrangeiros Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Rubens Bayma Denys". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 2 de abril de 2016 
  3. «Galeria de Ex-Comandantes do CMS». Consultado em 12 de dezembro de 2014 
Precedido por
Ramiro Monteiro de Castro
 
23º Comandante da AMAN

1984 — 1985
Sucedido por
Braz Monteiro Campos
Precedido por
Rubem Carlos Ludwig
Ministro de Segurança Institucional do Brasil
1985 — 1990
Sucedido por
Agenor Francisco Homem de Carvalho
Precedido por
Margarida Coimbra do Nascimento
Ministros dos Transportes do Brasil
1994
Sucedido por
Odacir Klein
  Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.