Rui Costa Pimenta

jornalista e político brasileiro

Rui Costa Pimenta (São Paulo, 25 de junho de 1957) é um jornalista e político brasileiro, filiado ao Partido da Causa Operária (PCO), do qual é o presidente nacional desde 1995. É neto de João da Costa Pimenta e já foi candidato à presidência da República por três vezes.

Rui Costa Pimenta
1° Presidente Nacional do PCO
Período 7 de dezembro de 1995
até a atualidade
Dados pessoais
Nome completo Rui Costa Pimenta
Nascimento 25 de junho de 1957 (63 anos)
São Paulo, São Paulo
Nacionalidade Brasileiro
Alma mater Faculdade Cásper Líbero
Cônjuge Anaí Caproni
Partido PT (1980-1995)
PCO (1995-presente)
Religião Ateu
Profissão Jornalista e político
Partido da Causa Operária, partido de Rui Costa Pimenta

Rui é formado pela Faculdade Cásper Líbero, tendo já atuado nos movimentos estudantis e sindical, e foi um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT) em 1980, integrando a tendência petista Causa Operária. Após divergências políticas, a Causa foi expulsa do PT em 1995 – ano em que ocorreu a fundação do PCO. Edita o jornal Causa Operária, além de ministrar cursos e palestras no Brasil e Europa.

BiografiaEditar

Rui Costa Pimenta começou suas atividade políticas na ditadura militar, em 1976. Começou a militar no movimento estudantil ao entrar na Universidade, participando do Congresso de Refundação da UNE em 1980 (Salvador), e foi diretor do Centro Acadêmico de Estudos Literários e Linguísticas (CAELL) da Faculdade de Letras da USP.[1]

Em 1980 fez parte também do Congresso de Fundação da Organização IV Internacional, que daria origem à tendência Causa Operária do Partido dos Trabalhadores, baseada no nome do jornal da organização. No decorrer da década de 80, Rui participa das grandes lutas sindicais contra o governo Sarney. Em 1985, ano de maior crescimento do movimento grevista, é eleito diretor da Central Única dos Trabalhadores na região da grande São Paulo.[1]

Em 1992, os militantes da Causa Operária declararam publicamente a sua ruptura com o PT. Em 1995, após um trabalho preparatório de três anos, foi lançado o Partido da Causa Operária, que obteve um registro provisório como partido legal. Em 1996, após uma campanha nacional de filiações, o partido obteve registro definitivo. Rui Costa Pimenta esteve à frente deste difícil processo de organização de um partido socialista e revolucionário no Brasil.[1]

HistóricoEditar

Rui foi candidato à Presidência da República em 2002, tendo obtido 38.619 votos (0,05%)[2].

Foi novamente candidato em 2006, mas o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) indeferiu o pedido de registro da candidatura alegando erro na prestação de contas relativa à campanha presidencial das eleições de 2002.[3] Em protesto, o partido começou a usar sua parcela do horário político para protestar contra o TSE e incentivar a população a fazer o mesmo. O partido alegava que a ação do TSE foi uma "aberração jurídica", pois o TSE se utilizou de uma deliberação de 2004, com efeito retroativo sobre o atraso da prestação de contas de 2002. O protesto do PCO foi tirado do ar pois, segundo o TSE, houve um "desvirtuamento do programa veiculado pela agremiação, veiculando-se conteúdo aparentemente ofensivo e dissociado dos fins da propaganda eleitoral gratuita".[4][5][6]

Em 2010, foi candidato pela segunda vez, tendo obtido 12.206 votos (0,01%)[7].

Em 2014, concorreu novamente, alcançando 12.324 votos (0,01%)[8]. Nessas eleições, Rui deu entrevistas à Rede Globo,[9] ao site Congresso em Foco[9] e à Rádio CBN.[10] Na Rede Globo, quando perguntado sobre suas aspirações nas eleições, o candidato afirmou que concorre em condições desiguais e que: "Concorro sem a menor ilusão. Não acreditamos que o sistema eleitoral nos permita ganhar", e completou: "o objetivo da candidatura é cumprir o papel de debater o programa político do partido".[11]

Em 2018, Rui e o PCO decidiram apoiar de maneira crítica a candidatura do presidenciável do PT, Luiz Inácio Lula da Silva. O partido, no entanto, se recusou a entrar na coligação por diferenças programáticas.[12]

Posições políticasEditar

Mídia e cursosEditar

Rui Costa apresenta todos os sábados no canal de TV on-line do YouTube Causa Operária TV o programa Análise Política Semanal, debatendo sobre os principais temas políticos da semana, e também todas as sextas-feiras o programa Análise Internacional, debatendo sobre os principais acontecimentos políticos internacionais da semana.[13]

Além disso, Rui ministra cursos de formação teórica e política marxista como o Universidade de Férias[14] e o Universidade Marxista[15], apresentando temas de história, economia e política, além do curso Marxismo, em que discute assuntos históricos sob a perspectiva do marxismo, como a questão do negro, as universidades e a questão da mulher.

Um de seus cursos já foi inclusive notícia no jornal Folha de S.Paulo[16].

LivrosEditar

Golpe de Estado no Brasil - Balanço e Perspectivas. Edições Causa Operária. 2018.

Referências

  1. a b c «Rui Costa Pimenta». PCO. Consultado em 14 de janeiro de 2020 
  2. «Relatório das Eleições de 2002» (PDF). TSE. Consultado em 30 de janeiro de 2020 
  3. stf.jus.br: 1ª Turma nega recurso sobre impugnação de candidatura de Rui Pimenta Publicado 24 de outubro de 2006
  4. pco.org.br: Rui Pimenta promove protesto contra impugnação Publicado dia 8 de setembro de 2006.
  5. conjur.estadao.com.br: Justiça proíbe propaganda de protesto do candidato Rui Pimenta Publicado dia 16 de setembro de 2006.
  6. pco.org.br: TSE censura programa do PCO Publicado dia 17 de setembro de 2006.
  7. «Apuração de votos e candidatos eleitos (1º turno) - UOL Eleições 2010». placar.eleicoes.uol.com.br. Consultado em 29 de julho de 2019 
  8. G1, Do; Brasília, em (5 de outubro de 2014). «Dilma e Aécio decidirão eleição para presidente no segundo turno». Eleições 2014. Consultado em 29 de julho de 2019 
  9. a b Entrevista com o candidato à Presidência da República Rui Costa Pimenta - Eleições 2014 no G1 – Vídeos, Pesquisas, Apuração de Votos e Resultados - Catálogo de Vídeos, consultado em 4 de fevereiro de 2021 
  10. «'Democracia é coisa do passado', diz Rui Costa Pimenta - YouTube». www.youtube.com. Consultado em 4 de fevereiro de 2021 
  11. G1, Do; Brasília, em (20 de agosto de 2014). «Rui Pimenta defende população armada para combater o crime». Eleições 2014. Consultado em 30 de janeiro de 2020 
  12. do Diário Causa Operária, Redação (17 de agosto de 2018). «A posição do PCO sobre a candidatura Lula». Diário Causa Operária. Consultado em 18 de agosto de 2018 
  13. «Causa Operária TV - Televisão Operária e Revolucionária desde 2008». Causa Operária TV. Consultado em 13 de janeiro de 2020 
  14. «Como é a Universidade de Férias do PCO?». Diário Causa Operária. 2 de julho de 2019. Consultado em 14 de janeiro de 2020 
  15. «Conheça o projeto Universidade Marxista». Diário Causa Operária. 19 de novembro de 2019. Consultado em 13 de janeiro de 2020 
  16. «Depois de Réveillon 'sem tio coxinha', PCO faz curso marxista de verão». Folha de S.Paulo. 14 de fevereiro de 2018. Consultado em 14 de janeiro de 2020 

Ligações externasEditar

 
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Rui Costa Pimenta