Abrir menu principal

Rui Simões (Lisboa, 20 de Março de 1944) é um cineasta português que se caracteriza pela prática do documentário histórico, visto como cinema militante, de intervenção política, e ainda pela realização de documentários em vídeo e de gravações de peças de teatro e de bailado.

BiografiaEditar

Terminados os estudos secundários, frequentando depois um curso de ballet no Teatro Nacional São Carlos, em Lisboa, deixa o país (1966), evitando o serviço militar e a mobilização para a guerra colonial. Fixa-se em Paris e depois em Bruxelas, onde frequenta a École Ouvriére Supérieure e um curso de História na Université Libre de Bruxelles. Em 1970 é aluno no curso de Realização Cinema e Televisão do IAD (Institut des Arts de Diffusion (Bruxelas).

Regressa a Portugal depois da Revolução dos Cravos. Trabalha para a firma Animatógrafo de António da Cunha Telles como director de produção. Exerce funções pedagógicas em cursos de formação de várias instituições, tais como o Núcleo de Cineastas Independentes, em escolas superiores de educação, na Quaser-Centro, na Academia de Artes e Tecnologias, na Universidade Nova de Lisboa e na Universidade Independente. Lecciona também nos Estados Unidos, nas universidades de Harvard (Carpenter Center), Cornell (Departamento de História e de Antropologia) e em Berkeley (Pacific Films Archives).

RealficçãoEditar

Rui Simões é responsável pela produtora Realficção (Lisboa), onde também desenvolve actividades pedagógicas no audiovisual e multimédia. A empresa dedica-se não só a produzir obras suas mas também de realizadores que se preocupam com a injustiça social de grupos desfavorecidos ou marginais, quer em Portugal quer nas ex-colónias portuguesas. [1] [2] [3] [4]

FilmografiaEditar

VídeosEditar

Referências

  1. As propriedades revolucionárias das imagens em movimento. A propósito de alguns filmes de Rui Simões realizados em Portugal – artigo de Mickaël Robert-Gonçalves, Comunicação & Inovação, São Caetano do Sul, v. 14, n. 27:(3-9) jul-dez 2013
  2. Entrevista ao realizador Rui Simões (38 min.) na Stv Moçambique a propósito de uma mostra de filmes em Moçambique (Maputo e Inhambane) em novembro 2015
  3. Episódio 30 do magazine Rumos da RTP África dedicado às culturas lusófonas (Rumos)
  4. Cruzamentos cinematográficos – mostra de filmes de Rui Simões em Moçambique, 18 a 28 de novembro 2015 – noticia do ICA
  5. 'Ensaio sobre Teatro' na Cinemateca - notícia de Elisabete França no Diário de Notícias, 13 de novembro 2006
  6. Ruas da amargura – documentário sobre os sem abrigo, 2007 (111 min.). Exibido no Cineclube de Viseu, fevereiro 2011
  7. Guerra ou Paz – notícia no Cinecartaz, Jornal Público
  8. Guerra ou Paz – notícia em Guerra ou Paz, 3 de março 2017
  9. Guerra ou Paz na pág. do Bloco de Esquerda
  10. São Pedro da Cova, a revolução e o cinema, 40 anos depois – notícia de Abel Coentrão no jornal Público, 21 de abril 2017

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar