Roberto da Germânia

político alemão

Roberto, Rei da Germânia (em alemão: Ruprecht;Amberg, 5 de Maio de 1352 - Burg Landskron, 18 de Maio de 1410), único filho de Ruperto II, Eleitor Palatino do Reno e Beatriz da Sicília, foi Príncipe-eleitor do Palatinado (como Ruperto III) de 1398 até à sua morte, em 1410, e Rei da Germânia (como Ruperto I) de 1400 até à mesma data. Era membro da Casa de Wittelsbach.

Roberto da Germânia
Nascimento 5 de maio de 1352
Amberg
Morte 18 de maio de 1410 (58 anos)
Burg Landskron
Sepultamento igreja do Espírito Santo
Cidadania Alemanha
Progenitores
Cônjuge Isabel de Nuremberga
Filho(s) Ludwig III., João do Palatinado-Neumarkt, Estêvão do Palatinado-Simmern-Zweibrücken, Otão I do Palatinado-Mosbach, Margarida do Palatinado, Ruprecht Pipan, Agnes van de Palts, Elisabeth of the Palatinate
Irmão(s) Anna von der Pfalz
Ocupação político
Título conde palatino
Coat of Arms of the Holy Roman Emperor (c.1400-c.1433).svg

Casamento e descendênciaEditar

 
Roberto e a sua consorte, Isabel

Roberto casou em Amberg, a 27 de junho de 1374, com Isabel de Hohenzollern, filha do Burgrave Frederico V, Burgrave de Nuremberga e de Isabel da Mísnia.

Deste casamento nasceram nove filhos:[1]

  1. Roberto Pipan (1375-1397)
  2. Margarida (1376-1434), que casou com o Duque Carlos II da Lorena;
  3. Frederico (ca. 1377-1401)
  4. Luís III, Eleitor Palatino (1378-1436);
  5. Inês (1379-1401), casou com Adolfo I, Duque de Cleves;
  6. Isabel (1381-1408), casou com o Duque Frederico IV da Áustria;
  7. João de Neumarkt (1383-1443);
  8. Estêvão de Simmern-Zweibrücken (1385-1459);
  9. Otão I de Mosbach (1390-1461).

Referências externasEditar

  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.