Abrir menu principal

BiografiaEditar

Formou-se no curso de Direito em Belo Horizonte, mas antes dos 20 anos de idade, escreveu sua primeira crítica, de uma peça de Jean Paul Sartre, iniciando a carreira de crítico teatral, sua verdadeira vocação. Em 1948 mudou-se para o Rio de Janeiro, onde escrevia críticas para o jornal Diário Carioca, em substituição de Paulo Mendes Campos, na função de crítico. Em 1953 Magaldi foi trabalhar em São Paulo, exercendo sua função nos jornais O Estado de São Paulo e no Jornal da Tarde, a partir de 1966.[2]

Foi membro da Academia Brasileira de Letras, sendo eleito em 8 de dezembro de 1994, tomando posse em julho de 1995 na cadeira Nº 24, na sucessão de Ciro dos Anjos;[3] foi professor titular de História do Teatro Brasileiro da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP). Lecionou, ainda, durante quatro anos nas universidades francesas da Universidade de Paris III (Sorbonne Nouvelle) e de Provence.[4] Atuou na política, ao ser o primeiro secretário municipal de Cultura de São Paulo, entre abril de 1975 e julho de 1979, na administração Olavo Egydio Setúbal.[3]

Sábato foi um dos grandes organizadores da obra de Nelson Rodrigues, de quem era amigo pessoal, e foi responsável pela classificação de suas peças segundo tema e gênero (Tragédias Cariocas, Peças Míticas e Peças Psicológicas). Seus prefácios às peças são verdadeiros ensaios sobre a obra do dramaturgo.

Foi casado com a escritora Edla van Steen.[4]

Em 2 de julho, foi internado no Hospital Samaritano de São Paulo, com choque séptico e comprometimento pulmonar, e morreu em 14 de julho de 2016,[4][2] por volta das 23h.[5]

Produção literáriaEditar

  • Panorama do Teatro Brasileiro - Global Editora, 2001
  • Iniciação ao Teatro - Editora Ática, 1998
  • O Cenário do Avesso - Editora Perspectiva, 1991
  • Um Palco Brasileiro - O Arena de São Paulo - Editora Brasiliense
  • Nelson Rodrigues - Dramaturgia e Encenações - Editora Perspectiva
  • O Texto no Teatro - Editora Perspectiva
  • As Luzes da Ilusão, em parceria com Lêdo Ivo - Global Editora
  • Moderna Dramaturgia Brasileira - Editora Perspectiva, 1998
  • Depois do Espetáculo - Editora Perspectiva, 2003
  • Teatro da Obsessão - Nelson Rodrigues. Editora Global, 2004
  • Teatro da Ruptura - Oswald de Andrade. Editora Global, 2003
  • Teatro de Sempre - Editora Perspectiva, 2006
  • Cem Anos de Teatro em São Paulo - Editora Senac, 2001. Em colaboração com Maria Thereza Vargas
  • Edição da obras de Nelson Rodrigues. Teatro Completo - Editora Global, vários volumes
  • Teatro Vivo - responsável pela coleção

Prêmios e indicaçõesEditar

Troféu APCAEditar

Ano Categoria Indicação Resultado
1973 Teatro - Prêmio Especial Sábato Magaldi Venceu

Referências

  1. «Morre, aos 89 anos, Sábato Magaldi». O Globo. Globo. 15 de julho de 2016. Consultado em 15 de julho de 2016 
  2. a b «Morre aos 89 anos o crítico de teatro Sábato Magaldi». Estado de S. Paulo. Consultado em 15 de julho de 2016 
  3. a b «Sábato Magaldi - Biografia». Academia Brasileira de Letras. Consultado em 15 de julho de 2016 
  4. a b c «Morre, aos 89 anos, o crítico de teatro Sábato Magaldi». Folha de S. Paulo. Consultado em 15 de julho de 2016 
  5. «Morre, aos 89 anos, o maior crítico de teatro do Brasil». Gazeta do Povo. Consultado em 15 de julho de 2016 

Ligações externasEditar