Abrir menu principal
Under construction icon-yellow.svg
Este artigo carece de caixa informativa ou a usada não é a mais adequada.

Sásima é uma sede titular católica romana na antiga província romana da Capadócia. A cidade hoje corresponde à vila turca de Zamzama, ao norte de Yer Hissar, no vilaiete otomano de Cônia, onde algumas poucas inscrições e túmulos podem ser vistos.

HistoriaEditar

Sásima é mencionada em apenas três documentos não religiosos: "Itiner. Anton.", 144; "Itiner. Hiersol.", 577; Hierocles, 700, 6. A pequena cidade é conhecida por ter sido a primeira sé de Gregório de Nazianzo, que foi apontado como bispo ali por seu amigo São Basílio como parte da disputa que então ele travava com Antimo de Tiana. Gregório ficou ali por muito pouco tempo. Antimo alegou para si o status de arcebispo e também a jurisdição sobre Sásima após o imperador Valente ter dividido a Capadócia em duas partes. Antimo indicou um bispo opositor a Gregório para Sásima, a quem o santo efetivamente cedeu a cidade. Todos os Notitiæ episcopatuum gregos consideram Sásima como sujeita à província da Capadócia Secunda, enquanto que os catálogos da Cúria romana a colocam sobre a Capadócia Prima, ou seja, como uma sede sufragânea do arcebispo de Cesareia.

Ambrósio de Sásima assinou a carta dos bispos da província ao imperador bizantino Leão I, o Trácio em 458 Por volta da mesma época, Elêusio aparece como um adversário do Concílio de Calcedônia.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre cristianismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre História da Turquia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.