Abrir menu principal

São Lourenço em Dâmaso (título cardinalício)


São Lourenço em Dâmaso
Coat of arms of Franciscus.svg        Brasão de Antonio María Rouco Varela
Título presbiterial
São Lourenço em Dâmaso
Fachada de San Lorenzo in Damaso
Titular: Antonio María Rouco Varela
criado: 112
criado pelo Papa Evaristo, como São Lourenço no Teatro de Pompeu
Em 5 de julho de 1532, o Papa Clemente VII adjudicou em perpetuidade o título para o vice-chanceler da Igreja Católica Romana, regra que vigorou até 1973.
Dados do Anuário Pontifício

O título cardinalício de São Lourenço no Teatro de Pompeu foi criado pelo Papa Evaristo em cerca de 112 e foi confirmado pelo Papa Dâmaso I, que supostamente ocupou este título como cardeal, em 366.

O título continuou a aparecer nas listas dos séculos VI, VII até o Século XII, quando finalmente passou a ser chamado de São Lourenço em Damaso. Com a bula papal Etsi ad singula de 5 de julho de 1532, o Papa Clemente VII adjudicou em perpetuidade o título para o vice-chanceler da Igreja Católica Romana, independentemente do seu grau de Cardeal (presbítero, diácono ou bispo). Esta regra vigorou até 1973, quando o Papa Paulo VI aboliu o cargo de vice-chanceler.

Sua igreja titular é San Lorenzo in Damaso.

Titulares protetoresEditar

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

Referências

  1. a b Francesco Ronci e Nicolas de l'Aide de Nonancour foram criados cardeais do Papa Celestino V em 18 de setembro de 1294, Ronci com o título de São Lourenço em Damaso e Nonancour com o título de San Marcello mas com a morte do cardeal Francesco Ronci, Nonancour optou pelo último título. A data precisa em que morreu Ronci não é exata, sabido apenas que é depois de 13 de outubro de 1294. Tudo isso aconteceu enquanto ele estava no processo de conclave que elegeu o Papa Bonifácio VIII. (The Cardinals of the Holy Roman Church - L'Aide (em inglês) - The Cardinals of the Holy Roman Church - Ronci (em inglês), visitados em 5 de junho de 2010)