São Salvador de Souto

localidade e antiga freguesia de Guimarães, Portugal

São Salvador de Souto ou Souto São Salvador é uma povoação portuguesa do município de Guimarães, com 4.96 km² de área[1] e 830 habitantes (2011)[2]. Densidade: 167.3 hab/km².

Portugal São Salvador de Souto 
  Freguesia portuguesa extinta  
Símbolos
Brasão de armas de São Salvador de Souto
Brasão de armas
Gentílico Soutense
Localização
Localização no concelho de Guimarães
Localização no concelho de Guimarães
São Salvador de Souto está localizado em: Portugal Continental
São Salvador de Souto
Localização de São Salvador de Souto em Portugal Continental
Mapa de São Salvador de Souto
Coordenadas 41° 29' 57" N 8° 17' 43" O
município primitivo Guimarães
município (s) atual (is) Guimarães
Freguesia (s) atual (is) Souto Santa Maria, Souto São Salvador e Gondomar
História
Extinção 2013
Características geográficas
Área total 4,96 km²
População total (2011) 830 hab.
Densidade 167,3 hab./km²
Outras informações
Orago São Salvador
Sítio http://jfsouto.com.sapo.pt/

Foi sede de uma freguesia extinta em 2013, no âmbito de uma reforma administrativa nacional, para, em conjunto com Santa Maria de Souto e Gondomar, formar uma nova freguesia denominada União das Freguesias de Souto Santa Maria, Souto São Salvador e Gondomar com a sede em Souto Santa Maria.[3]

LocalizaçãoEditar

É limitada a norte pelas povoações de Santo Estêvão de Briteiros e Santa Maria de Souto, a este por Gonça, São Torcato e Gominhães, a sul por Santa Eufémia de Prazins e Santo Tirso de Prazins e finalmente Barco a oeste. A linha de fronteira oeste/noroeste é realizada pelo rio Ave e este pelas linha de cumeada das serras do Picoto e Guardina, todas as outras são linhas administrativas representadas por marcos em granito. De acordo com a Nomenclatura Comum das Unidades Territoriais Estatísticas (NUTS), pertence à sub-região do Ave (NUT III) que está compreendida na região Norte.

HistóriaEditar

Segundo estudos realizados por Martins Sarmento a existência de povoamento no actual território de Souto remonta à Idade do Bronze, comprovada com uma fortificação castreja hoje devoluta. É a partir do século XII que São Salvador de Souto passa a ter a sua história documentada no Arquivo Municipal de Braga. O seu nome deriva do português arcaico "saltus" que se traduz num bosque de castanheiros, sendo observável ainda hoje bastantes castanheiros que corroboram a atribuição do nome. O resto do nome é uma homenagem ao orago da freguesia, São Salvador. Desde sempre a sua história esteve ligada ao Mosteiro de Souto São Salvador. Este mosteiro foi fundado por D. Paio Guterres da Cunha por volta de 1140, para a Ordem dos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho. os terrenos circundantes foram originando uma pequena localidade agrícola que vivia em função do mosteiro, até que no séc. XV deixa de ter frades e passa a ser Comenda da Ordem de Cristo. Durante a baixa Idade Média tinha anexada a si a freguesia vizinha de Santa Maria de Souto.

PatrimónioEditar

PopulaçãoEditar

População da freguesia de Souto (São Salvador) (1864 – 2011) [5]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
532 533 495 580 565 586 602 659 753 752 836 851 877 928 830

Segundo os últimos censos realizados em 2011 e face os dados anteriores como se observa no gráfico, o total da população local diminuiu devido ao panorama sócio-económico, que limitou o número de nascimentos e originou um êxodo para as cidades ou outros países dos jovens.

EconomiaEditar

Relativamente às actividades económicas existentes na freguesia, destaca-se a agricultura, embora que a maioria seja de subsistência,a agropecuária e o sector secundário. A nível da agropecuária observam-se vacarias e alguns aviários. O sector secundário é o que emprega maior número de população (cerca de 60%) e onde a construção civil e as confecções de vestuário representam o maior foco empregador. Existe empresas ligadas ao corte e talhe de rocha ornamental, se bem que o sector de exploração e extracção de rocha ornamental não está devidamente valorizado, devido ao potencial que apresenta ao nível da quantidade de rocha aflorante, carecendo no entanto, de estudos que o comprovem. A população activa do sector do comércio e serviços é reduzida mas tende a aumentar. Actualmente (2012), a população activa tem vindo a diminuir devido à crise económico-social que se vive,levando a que muitas famílias optassem por emigrar, afectando assim, quer os valores globais da população, quer o lucro produzido pela economia local. Tem alguns cafés e restaurantes, que servem de ponto de encontro da população, bem como um mercado e um talho que respondem às necessidades básicas dos cidadãos.

InstituiçõesEditar

  • Grupo Folclórico de Souto
  • Atlético Clube de Souto
  • Grupo de Jovens Renascer, uma organização católica que vocaciona os jovens para uma compreensão cristã e uma atitude social
  • Escola Primária de Souto São Salvador

Referências

  1. Instituto Geográfico Português. «Carta Administrativa Oficial de Portugal (CAOP), versão 2012.1». descarrega ficheiro zip/Excel 
  2. «População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano)». Informação no separador "Q601_Norte". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 9 de Março de 2014. Cópia arquivada em 4 de dezembro de 2013 
  3. «Lei n.º 11-A/2013 (Reorganização administrativa do território das freguesias)» (PDF). Diário da República 1.ª Série, n.º 19, de 28 de janeiro. Consultado em 2 de fevereiro de 2013.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  4. «Cruzeiro da Careta». IGESPAR. Consultado em 31 de Março de 2014 
  5. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.