Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde outubro de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Sérgio Reoli
Informação geral
Nome completo Sérgio Reis de Oliveira
Também conhecido(a) como Sérgio Reoli
Nascimento 30 de setembro de 1969
Local de nascimento Guarulhos, SP
Morte 2 de março de 1996 (26 anos)
Local de morte Serra da Cantareira, São Paulo
Nacionalidade brasileiro
Gênero(s) Hard Rock
Rock cômico
Instrumento(s) Bateria
Gravadora(s) EMI
Afiliação(ões) Mamonas Assassinas

Sérgio Reis de Oliveira, mais conhecido como Sérgio Reoli (Guarulhos, 30 de setembro de 1969Serra da Cantareira, 2 de março de 1996), foi um músico brasileiro, baterista da banda Mamonas Assassinas.[1][2]

Índice

BiografiaEditar

O mais velho dos descendentes do grupo sertanejo Irmãos Oliveira, Sérgio era um dos maiores piadistas do grupo. Ouvia Red Hot Chili Peppers, Rush, Barão Vermelho, Titãs e Paralamas do Sucesso. Era irmão de Samuel Reoli, o baixista da banda. Sérgio era apaixonado por bateria e mostrava toda sua energia nos palcos onde se apresentava. O nome Reoli vem das sílabas inicias de Reis Oliveira, sobrenome dos dois irmãos. Sérgio gostava também de futebol e era torcedor do São Paulo Futebol Clube.[3]

MorteEditar

Faleceu tragicamente em um acidente aéreo que matou toda a banda, um segurança, um de seus roadies e os pilotos da aeronave, ocorrido na Serra da Cantareira, na noite do dia 2 de março de 1996.[4]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Biografia de Mamonas Assassinas». Letras.com.br. Consultado em 14 de outubro de 2018 
  2. «BIOGRAFIA DE MAMONAS ASSASSINAS PARA O MUSEU VIRTUAL DA TELEVISÃO BRASILEIRA». Museu da TV. Consultado em 14 de outubro de 2018 [ligação inativa]
  3. [s.a.] (Abril de 1996). Doidjão pelos Mamonas, Revista Placar. [S.l.]: Abril. Edição 1114 
  4. «Mamonas Assassinas, o fenômeno do 'rock bobagem' e a morte trágica». O Globo. Consultado em 14 de outubro de 2018 
  Este artigo sobre um baterista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.