Sportclub Verl von 1924 eV é uma agremiação esportiva alemã, fundada a 6 de setembro de 1924,[1] e sediada em Verl, na Renânia do Norte-Vestfália.

SC Verl
SC Verl Logo.svg
Nome SC Verl
Fundação 6 de setembro de 1924 (97 anos)
Estádio Stadion an der Poststraße
Capacidade 5.001
Presidente Raimund Bertels
Treinador Guerino Capretti
Competição Regionalliga West (IV)
Website http://www.scverl.de
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

HistóriaEditar

Após quase 50 anos de existência comparativamente insignificante, o SC Verl avançou para a Westfalen Landesliga (IV), em 1970. Desde então, foi rebaixado apenas uma vez, em 2003. Jogou a rodada de promoção para a 2. Bundesliga, em 1991. Sua melhor colocação foi na temporada 2004-2005, quando terminou em segundo lugar na recém formada Regionalliga Norte (III), seis pontos atrás do vizinho rival, Arminia Bielefeld.

Aparições na Copa da AlemanhaEditar

A equipe teve cinco aparições na DFB-Pokal. Em 1979, derrotou o VfB Oldenburg[2] (III) e Elversberg (IV) antes de ser eliminado pelo Stuttgarter Kickers[3] (II). Em 1992, o time capitulou na primeira fase. Já em 1999, o SC Verl fez a sua melhor campanha, eliminando o Borussia Mönchengladbach por 6 a 5, nos pênaltis, tendo Arne Friedrich marcado o penal decisivo para o clube. A equipe acabou derrotada pelo Eintracht Frankfurt na segunda rodada daquele ano. Em 2007 e 2009 perdeu os jogos da primeira fase diante do mesmo adversário, o TSV 1860 München.

Na edição de 2019–20, surpreendeu o Augsburg por 2 a 1[4] e venceu o Holstein Kiel (segunda divisão) nos pênaltis,[5] sendo eliminado na terceira fase pelo Union Berlin com uma derrota por 1 a 0.[6]

Rebaixamento e não-qualificaçãoEditar

Em 2003, a décima-quinta colocação na Regionalliga Norte (III) levou a equipe a ser rebaixada. Alguma controvérsia envolveu o episódio, pois o Verl foi obrigado a jogar a última partida da temporada em Paderborn durante uma chuva torrencial, enquanto o Hamburgo II foi capaz de reivindicar um campo e ainda atuou no dia seguinte, garantindo uma vitória sobre o indiferente KFC Uerdingen, permanecendo na liga.

O SC Verl foi obrigado a atuar na Westfalen Oberliga (IV) por quatro anos antes de ganhar o campeonato e avançar para a Regionalliga novamente em 2007. Uma temporada mais tarde, a Liga 3 foi introduzida entre as divisões que eram intituladas Zweite Bundesliga e Regionalliga, que por sua vez, foi dividida em três grupos. O time, na temporada 20072008 fez uma campanha pobre, terminando em décimo-oitavo, não conseguindo se qualificar para a Liga 3. Permaneceram, portanto, na Regionalliga, a recém-criada quarta divisão desde então.[7]

Escândalo de apostas em 2009Editar

O clube recebeu a inusitada atenção da imprensa na temporada 2008-2009. Dois jogos do time, entre duzentos de outros clubes, sofreram suspeita de terem sido manipulados pelos jogadores. Dois atletas acusados foram sumariamente suspensos e tiveram seus contratos encerrados.[8][9]

Sucesso AmadorEditar

Tendo atuado pelo menos no quarto nível desde 1970, obtendo ainda um total de 17 temporadas consecutivas no terceiro nível, faz com que o SC Verl seja uma das equipes mais consistentes do futebol amador da Alemanha. Trata-se de um clube que pertence a uma das menores cidades que, juntamente com seu vizinho SC Wiedenbrück 2000, é um dos dois únicos clubes na Regionalliga trabalhando sob condições amadoras. Os atletas e treinadores têm seus respectivos empregos. O clube, portanto, não tem nenhuma responsabilidade quanto ao sustento dos jogadores, um resultado direto de uma política continuada de "nenhum crédito de financiamento".

Elenco atualEditar

  23 de agosto de 2019


Nota: Bandeiras indicam equipe nacional, conforme definido pelas regras de elegibilidade da FIFA. Os jogadores podem ter mais de uma nacionalidade não-FIFA.

N.º Posição Jogador
1   G Sebastian Lange
3   M Jan Schöppner
4   D Daniel Mikic
5   D Alessandro Otte
6   M Ron Schallenberg
7   M Mehmet Kurt
8   M Hendrik Lohmar
9   A Exauce Andzouana
10   M Matthias Haeder
11   M Jannik Schröder
13   A Zlatko Janjić
14   D Patrick Choroba
16   D Sergej Schmik
N.º Posição Jogador
18   A Aygün Yıldırım
19   D Yannick Langesberg
20   M Philip Semlits
21   D Lars Ritzka
22   G Luis Klante
23   D Julian Stöckner
24   A Anton Heinz
26   A Christopher Schepp
27   A Fabian Brosowski
28   D Cinar Sansar
29   M Dardan Karimani
32   G Robin Brüseke

Jogadores famososEditar

O clube se notabiliza por ser um polo relevador de grandes atletas: o mais notável é Arne Friedrich, que jogou a sua última temporada com o clube amador antes de se juntar ao Arminia Bielefeld, em 2000. Ele viria a se destacar nacionalmente a partir de 2002, quando assinou com o Hertha Berlim. Entre os destaques internacionais se encontram Musemestre Bamba, que já foi convocado três vezes para a seleção da República Democrática do Congo, Ousseni Labo, seis vezes convocado para a seleção nacional do Togo e Etienne Barbara, o qual já defendeu por trinta vezes a equipe nacional de Malta.

Ligações externasEditar

Referências

  1. Grüne, Hardy (2001). Vereinslexikon. Kassel: AGON Sportverlag ISBN 3-89784-147-9
  2. VfB Oldenburg – SC Verl, 26.08.1979 Arquivado em 27 de agosto de 2011 no Wayback Machine.
  3. SC Verl – Stuttgarter Kickers, 12.01.1980 Arquivado em 27 de agosto de 2011 no Wayback Machine.
  4. «Viertligist Verl wirft Augsburg aus dem DFB-Pokal, Lautern besiegt Mainz». Spiegel Online. Consultado em 23 de agosto de 2019 
  5. «DFB-POKAL». Consultado em 3 de novembro de 2019 
  6. «DFB-POKAL». Consultado em 7 de fevereiro de 2020 
  7. Regionalliga Nord 2002/03, 34th gameday
  8. Neumanns Platz im Verler Kader ist frei[ligação inativa] em: Neue Westfälische, 17 de dezembro de 2009
  9. SC Verl kündigt Hagedorn[ligação inativa] em: Westfalenblatt, 24 de fevereiro de 2010