Abrir menu principal
SETL2
Paradigma multiparadigma, imperativo, orientado a objeto
Criado por W. Kirk Snyder[1] no Courant Institute of Mathematical Sciences
Estilo de tipagem: dinâmica
Influenciada por SETL

SETL2 é uma linguagem de programação de "altíssimo nível", desenvolvida por W. Kirk Snyder[1], descendente da linguagem de J. T. Schwartz, SETL.[2] É uma linguagem voltada a programação de conjuntos. SETL2 acrescenta a SETL uma sintaxe e um escopo de nome mais próximo das mais recentes linguagens imperativas, estrutura de blocos completa, e procedimentos como objetos de primeira classe.[2]

A linguagem SETL2 permite que inteiros possam ter tamanho quase infinito, limitados apenas pela quantidade de memória disponível. Isto torna a linguagem particularmente útil para problemas matemáticos. A linguagem fornece um mecanismo de tuplas que permite tipos heterogêneos com tamanho dinâmico.[3]


Ver tambémEditar

Referências

  1. a b Bob Paige. «Analysis and Transformation of Set-Theoretic Languages». Courant Institute, New York University. Consultado em 4 de julho de 2010 
  2. a b Snyder, W. Kirk (1990). «The SETL2 Programming Language (1990)». Courant Institute of Mathematical Sciences, New York University. Technical Report - Courant Institute of Mathematical Sciences (em inglês) (490). doi:10.1.1.41.2802 Verifique |doi= (ajuda). Consultado em 4 de julho de 2010 
  3. APPLEBY, Doris; VANDEKOPPLE, Julius J. (1997). Programming Languages. Paradigm and Practice (em inglês) 2ª ed. New York: McGraw-Hill. pp. 31,50. ISBN 0-07-005315-4 

Ligações externasEditar