Abrir menu principal

Sabrosa (freguesia)

freguesia de Sabrosa, Portugal
Portugal Portugal Sabrosa 
  Freguesia  
Símbolos
Bandeira de Sabrosa
Bandeira
Brasão de armas de Sabrosa
Brasão de armas
Localização
Sabrosa está localizado em: Portugal Continental
Sabrosa
Localização de Sabrosa em Portugal
Coordenadas 41° 15' 56" N 7° 34' 42" O
País Portugal Portugal
Concelho SBS.png Sabrosa
Administração
Tipo Junta de freguesia
Presidente João Manuel Barros da Veiga (G.C.E.)
Características geográficas
Área total 8,68 km²
População total (2011) 1 202 hab.
Densidade 138,5 hab./km²

Sabrosa é uma freguesia portuguesa do concelho de Sabrosa, com 8,68 km² de área e 1 202 habitantes (2011). A sua densidade populacional é 138,5 hab/km².

Sabrosa é a Sede do Concelho e dista 21 Km de Vila Real, ficando encostada à Serra do Criveiro. A sua área total é de 8,68 Km2.

Há duas versões quanto ao aparecimento da palavra Sabrosa: 1) do adjectivo sabulosus (terras com saibro ou arenosas), 2) do adjectivo saborosus (das águas e frutos saborosos).

Durante o domínio romano, Sabrosa pertenceu à circunscrição de Panóias. Teve carta de foral em 1 de Maio de 1196 e pertenceu ao Arcebispado de Braga.

Esta Freguesia, como Sede de Concelho, está bem apetrechada quanto a serviços beneficiando de recolha de lixo, rede pública de abastecimento de água e de águas residuais, centro de dia, centro de saúde, farmácia, Estação de Correio, escolas do 1.º, 2.º e 3.º Ciclos do Ensino Básico e Secundário, Biblioteca Municipal e minimercado. É também aqui que se encontra a sede dos Bombeiros Voluntários de Sabrosa.

A Freguesia de Sabrosa exibe várias casas senhoriais tais como o edifício da Câmara Municipal, antigo solar brasonado da família de Barros Lobo (séc. XVIII). Podemos ainda conhecer a Casa da Comba com capela e brasão, a Casa dos Teixeira Lobo e a Casa dos Arcos, ambas brasonadas, a Casa dos Canavarros, o mais imponente e maior solar de Sabrosa e onde actualmente funciona o Hotel Quality Inn, a Casa da Capela que pertenceu à família Pinto Pizarro da Gama Lobo, a Casa dos de Azeredos com capela privada, a Casa dos Pereiras onde nasceu Fernão de Magalhães e que foi construída no séc. XV (possui uma janela decorada com dois pequenos padrões, em alto relevo e duas rosas dos ventos), a Casa dos Marinhos que é a mais antiga casa brasonada de Sabrosa a seguir à de Fernão de Magalhães, a Casa do Largo da Igreja com as suas janelas manuelinas e a Casa dos Barros Lobo datada do séc. XVIII e que continua na posse dos descendentes.

Sabrosa possui ainda uma belíssima Igreja Matriz em estilo barroco, que foi construída no séc. XVIII no lugar da anterior e onde existia a Capela de Fernão de Magalhães, a qual ele refere no seu testamento. Na Igreja Matriz podemos encontrar também algumas obras de arte sacra como o Retábulo da Capela-mor, o Órgão monumental e a Sagrada Custódia.

Sabrosa têm também vestígios arqueológicos, dos quais se destaca o Castro de Sabrosa situado a 2 Km da Vila, datado da Idade do Ferro foi depois ocupado pelos romanos. Podemos encontrar ainda duas pequenas mamoas, vestígios do Neolítico, junto à Capela de Santa Bárbara.

PopulaçãoEditar

Número de habitantes [1]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
1.247 1.269 1.404 1.908 1.330 1.139 1.330 1.424 1.474 1.393 957 1.230 1.069 1.189 1.202

(Obs.: Número de habitantes "residentes", ou seja, que tinham a residência oficial neste concelho à data em que os censos se realizaram.)

Distribuição da População por Grupos Etários em 2001 e 2011
Idade 0-14 15-24 25-64 > 65 0-14 15-24 25-64 > 65
2001 192 166 612 219 16,1% 14,0% 51,5% 18,4%
2011 170 145 646 241 14,1% 12,1% 53,7% 20,0%

PatrimónioEditar

  • Casa Azeredo, edifício dos fins do séc.XVI e uma parte dos inicios do XVII,capela séc.XVII (1615)
  • Casa da Pereira, edifício onde nasceu Fernão de Magalhães
  • Marco granítico n.º 47
  • Castro de Sabrosa ou Castelo dos Mouros
  • Casa dos Barros(casa dos sete generais)
  • Solar dos Canavarros (Hotel)
  • Igreja matriz (Altar-Mor em talha dourada século XVIII)
  • Quinta da Capela
  • Casa dos Almeidas dos finais do séc. XVIII e finais do séc. XIX com capela interior dedicada a Maria e traça romântica.(Casa fundadora dos bombeiros V. de Sabrosa)
  • Quinta da Comba
  • Edifício dos Paços do Concelho
  • Edifício da Junta de freguesia
  • Capela de São Roque

Personalidades ilustresEditar

Referências

  1. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.