Sabu (hacker)

Sabu (1983) (Hector Xavier Monsegur) é um hacker americano fundador do grupo hacker LulzSec.[1] Posteriormente tornou-se informante do FBI e trabalhou com a organização para ajudar identificar outros hackers do LulzSec e afins.[1] Filho de um traficante de heroína, vivia aplicando golpes de cartão de crédito.[1]

Como Sabu foi identificado pelo FBIEditar

Em meados de junho de 2011 a verdadeira identidade de Sabu foi identificada pelos Federais através de um deslize do hacker[2], ao conectar-se no chat utilizado pelos membros do grupo hacker LulzSec e Anonymous [3]ele esqueceu de ativar a sua conexão com o TOR. [4]

Nesse exato momento o FBI que já monitorava as atividades dos hackers foram capazes de rastrear a origem do IP de Sabu e conseguiram sua exata localização.

Não demorou muito tempo e o FBI foi até a casa de Hector Xavier Monsegur lhe oferecendo duas opções, ser preso e responder por todos os crimes cometidos ou ajudar a polícia a identificar os outros membros do grupo e conseguir uma redução de pena.[5]

Hector escolheu fazer um acordo com os Federais e colaborou com as investigações ajudando a polícia americana a identificar os membros do grupo hacker LulzSec.[6]

Durante a sua colaboração com a a Polícia americana, Sabu recebeu acesso a diversos domínios .gov.br, que posteriormente foram utilizados em ataques, entretanto os hackers não sabiam que o FBI monitorava cada passo das invasões.[7]

Referências

  1. a b c «As mil faces de Sabu, o chefe dedo-duro do LulzSec». Exame. 9 de março de 2012. Consultado em 10 de março de 2012 
  2. at 17:33, John Leyden 7 Mar 2012. «The 'one tiny slip' that put LulzSec chief Sabu in the FBI's pocket». www.theregister.co.uk (em inglês). Consultado em 20 de julho de 2019 
  3. «Anonymous». Wikipédia, a enciclopédia livre. 1 de junho de 2019 
  4. XYZ, Por Tech Start (10 de dezembro de 2018). «LulzSec conheça a história do grupo de hackers que desafiou o FBI». Tech Start XYZ. Consultado em 20 de julho de 2019 
  5. Ventura, Felipe (6 de junho de 2014). «Como um ex-Anonymous e informante do FBI ajudou a coordenar ciberataques no Brasil». Gizmodo Brasil. Consultado em 20 de julho de 2019 
  6. Martins, Leo (6 de março de 2012). «FBI diz que chefão do LulzSec entregou seus companheiros anônimos». Gizmodo Brasil. Consultado em 20 de julho de 2019 
  7. Blake, Daniel Stuckey e Andrew (6 de junho de 2014). «Exclusivo: Como um Informante do FBI Ajudou o Anonymous a Hackear o Brasil». Vice. Consultado em 20 de julho de 2019 
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.