Saga de Njáll

(Redirecionado de Saga de Njáll o Queimado)

A Saga de Njáll o Queimado (em islandês Brennu-Njáls Saga, Njáls saga ou simplesmente Njála) é uma das mais famosas e importantes das sagas de islandeses. [1][2][3]

Saga de Njáll o Queimado
Brennu-Njáls Saga
Manuscrito da Saga de Njáll datado do século XIV.
Idioma Língua nórdica antiga
País  Islândia
Gênero Saga islandesa
Linha temporal Séc. XIII
Localização espacial Islândia
Gunnar vence vários atacantes em emboscada em Hlíðarenda.

HistóriaEditar

A obra foi escrita em prosa no século XIII em língua nórdica antiga, por um autor islandês anônimo de considerável erudição, como inferido pela riqueza e profundidade dos temas tratados no texto. A saga trata de um série de sangrentos conflitos e vinganças entre membros de ilustres famílias islandesas nos séculos X e XI, conflitos esses que dão origem a complicados processos penais que são resolvidos nos Althing, uma espécie de conselho de notáveis que se reunia cada ano. Um dos personagens mais importantes da saga é Njáll Þorgeirsson, cuja casa é atacada e queimada, causando sua morte, de onde deriva o título da obra.

Os eventos tratados na saga ocorrem entre 960 e 1020, como evidenciado por várias referências históricas no texto, como a chegada do Cristianismo à Islândia e a Batalha de Clontarf, cerca de Dublin (Irlanda), ocorrida em 1014 e que é descrita próximo ao final da saga.

ManuscritosEditar

Apesar de não ter sido conservado o manuscrito original, a saga está preservada em vários pergaminhos dos quais o mais antigo é o manuscrito Reykjabók do início do século XIV, a partir do qual foram escritas as outras cópias existentes. A primeira impressão da saga foi feita em 1772 em Copenhaga. [4][5][3]

Referências

  1. Cardosos, CF (2012). «A Interpretação Da Cosmogonia Religiosa Com a História Entre Os Escandinavos» (PDF). NEARCO – Revista Eletrônica de Antiguidade (1). p. 11-12. Consultado em 13 de fevereiro de 2019 
  2. Moosburger, Théo de Borba (2014). Brennu-Njáls saga: Projeto Tradutório e Tradução para o Português (PDF) (Dissertação de PósGraduação). Universidade Federal de Santa Catarina. p. 18, 37 
  3. a b Hallvard Magerøy. «Njåls saga» (em norueguês). Store norske leksikon - Grande Enciclopédia Norueguesa. Consultado em 2 de junho de 2021 
  4. «AM 468 4to - Njáls saga; Iceland, 1300-1315» (em islandês). handrit.is. Consultado em 1 de junho de 2021 
  5. Johnni Langer. «PAGÃOS E CRISTÃOS NA ESCANDINÁVIA DA ERA VIKING: UMA ANÁLISE DO EPISÓDIO DE CONVERSÃO DA NJÁLS SAGA». Revista Brasileira de História das Religiões. Consultado em 1 de junho de 2021. A primeira vez que foi publicado impresso foi em Copenhagen, no ano de 1772 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

BibliografiaEditar

  • Die Saga von Njal und dem Mordbrand. Herausgegeben und aus dem Altisländischen übersetzt von Hans-Peter Naumann. Münster (Westfalen): Lit Verlag, 2011³. ISBN 978-3-8258-8416-1
  • Njal´s Saga. Translated by Robert Cook. In: Viðar Hreinsson (General editor): Complete Sagas of Icelanders, Including 49 Tales. Volume III, pp. 1-220. Reykjavík: 1997
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Saga de Njáll