Abrir menu principal
Sanekane
Daijō Daijin
Período (1291 - 1292)
Dados pessoais
Nascimento 1249
Morte 21 de outubro de 1322 (73 anos)
linkWP:PPO#Japão

Saionji Sanekane (西園寺実兼 1249 - 1322 [1]?), foi um Nobre do período Kamakura da História do Japão , foi o 7º líder dos Saionji .

Vida e carreiraEditar

Seu pai era Saionji Kinsuke e sua mãe era filha de Nakahara Shiasa.

Ingressou na Corte Imperial em 1255 durante o reinado do Imperador Go-Fukakusa. No ano seguinte foi nomeado Chamberlain.

Em 1257 foi nomeado Major no Konoefu (Quartel da Guarda do Palácio) , em 1266 foi promovido a Chūnagon .

Com a ascensão do Imperador Go-Uda , filho de Kameyama , em 1260, Go-Fukakusa ficou decepcionado, pois esperava que seu próprio filho o Príncipe Hiroito ascendesse ao trono [2]. Por isso procurou através da intervenção de Sanekane recorrer ao Bakufu e conseguiu fazer com que Hiroito fosse nomeado príncipe herdeiro. Vem dessa época o costume de alternar o reinado entre a linhagem dos descendentes de Go-Fukakusa (Jimyō-in) e dos descendentes de Kameyama (Daikaku-in) [3].

Em 1267 com a morte de seu pai passa a ocupar concomitantemente ao cargo de Chūnagon o cargo de Kanto Mōshitsugi (embaixador do Shogunato Kamakura na Corte Imperial).

Em 1271 ainda como Kanto Mōshitsugi tornou-se Dainagon . Em 1289 foi promovido a Naidaijin e em 1291 para Daijō Daijin. Neste momento de apice em sua carreira era considerado a eminencia parda do reinado [4]. Mas a situação parecia difícil e pediu para se demitir. O vento estava mudando. Viu que, por baixo de um aparente afeto fraternal entre Kameyama e Go-Fukakusa havia uma hostilidade irreconciliável, levando seus seguidores a forjarem intrigas e enredos perigosos [5].

Os argumentos da linhagem júnior (Daikaku-in) estavam tendo apoio em Kamakura, em parte porque Sanekane começou a mudar sua posição. A razão imediata para a mudança foi a conduta dos conselheiros do Imperador Fushimi (da linhagem Jimyō-in), principalmente de Kyōgoku Tamekane. Este político astuto era um dos favoritos na Corte Imperial e seu conselho era bem recebido por Fushimi. Ele começou a rivalizar com Sanekane, mas fez muitos inimigos, alguns dos quais o acusaram de traição [6]. Sendo verdadeiras ou falsas estas acusações, isso levou o Bakufu a desconfiar da linhagem sênior (Jimyō-in). Sanekane achou prudente ficar de fora da disputa [5].

Ele entrou para a vida religiosa em 1299 e foi sucedido por seu filho Kinhira, que assumiu as funções de Kanto Moshitsugi. A sucessão esperada do filho de Fushimi ocorreu em 1298 como combinado, e a filha de Kinhira, Yasuko foi enviada para o palácio, para ser a consorte do novo imperador Go-Fushimi [5].



Precedido por
Saionji Kinsuke
  -- 7º Líder dos Saionji Fujiwara
(1267 - 1299)
Sucedido por
Saionji Kinhira
Precedido por
Horikawa Mototomo
52º Daijō Daijin
(1291 - 1292)
Sucedido por
Tōin Kinmori
Precedido por
Takatsukasa Kanetada
85º Naidaijin
(1289 - 1291)
Sucedido por
Tokudaiji Kimitaka



Referências

  1. Jeffrey P. Mass The Origins of Japan's Medieval World (em inglês) Stanford University Press, 1997 p 181 ISBN 9780804743792
  2. Helen Craig McCullough Classical Japanese Prose: An Anthology (em inglês) Stanford University Press, 1990 p. 289 ISBN 9780804719605
  3. Louis-Frédéric Nussbaum "O Japão: Dicionário e Civilização" (em português) Rio de Janeiro: Globo Livros, 2008. p. 338. ISBN 9788525046161
  4. Andrew Edmund Goble Kenmu: Go-Daigo's Revolution (em inglês) Harvard Univ Asia Center, 1996 p. 15 ISBN 9780674502550
  5. a b c Sir George Bailey Sansom A History of Japan to 1334, Volume 1 (em inglês) Stanford University Press, 1958 pp. 482-483 ISBN 9780804705233.
  6. Robert H. Brower, ‎Earl Roy Miner, Japanese Court Poetry (em inglês) Stanford University Press, 1988 p. 354 ISBN 9780804715249