Abrir menu principal

Salvador (Penamacor)

freguesia de Penamacor, Portugal
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção:
Portugal Portugal Salvador 
  Freguesia  
Salvador: vista geral
Salvador: vista geral
Salvador está localizado em: Portugal Continental
Salvador
Localização de Salvador em Portugal
Coordenadas 40° 5' 18" N 7° 5' 29" O
País Portugal Portugal
Região Centro (Região das Beiras)
Sub-região Beira Interior Sul
Província Beira Baixa
Concelho PNC1.png Penamacor
Administração
- Tipo Junta de freguesia
- Presidente Silvino Maciel da Silva Vinha Veigas (PPD/PSD.MPT)
Área
- Total 10,21 km²
População (2011[1])
 - Total 476
    • Densidade 46,6 hab./km²
Gentílico Salvadorenho
Orago Nossa Senhora da Oliveira
Website www.jf-salvador.pt

Salvador é uma freguesia portuguesa do concelho de Penamacor, na província da Beira Baixa, região do Centro (Região das Beiras) e sub-região da Beira Interior Sul, com 10,21 km² de área e 476 habitantes (2011). A sua densidade populacional é de 46,6 hab/km².

Perto desta aldeia, encontram-se as localidades de Aranhas e de Monsanto. Situa-se a 12 km da sede do concelho e a 7 km da fronteira com a Espanha.

No seu largo principal, é possível visitar a sua antiga igreja, cujo relógio foi restaurado na primeira metade da década de 2000. Possui um lagar, onde é possível comprar azeite preparado de forma totalmente artesanal. O artesanato local inclui adufes, bordados e rendas, entre outros objectos. Na gastronomia, destacam-se o queijo, os enchidos, o presunto, o pão caseiro e o pão-de-ló.

História e religiãoEditar

Os vestígios mais antigos do povoamento de Salvador encontram-se no chamado sítio dos Covões, onde foram encontrados restos de antigas habitações, uma pia baptismal, diversas moedas, objectos domésticos do dia-a-dia e sepulturas esculpidas em rochas.

 
Salvador: casario.

Salvador fez parte do extinto concelho de Monsanto até meados do século XIX, altura em que passou a integrar o concelho de Penamacor.

A primeira referência administrativa de Salvador mencionava-a como um priorado, associado à casa de Belmonte. Os condes de Belmonte possuíam diversas propriedades em Salvador. Numa delas, a quinta do cercado, encontrava-se a antiga igreja matriz. A maior parte da população da zona era constituída por caseiros ou rendeiros dos condes. Até 1881, Salvador pertenceu à Diocese de Castelo Branco, altura em que esta foi extinta. A partir de então, passou a integrar a Diocese da Guarda.

A padroeira de Salvador é Nossa Senhora da Oliveira. Reza a lenda que numa concavidade de uma oliveira apareceu uma imagem sua, no sítio dos Covões, nascendo assim o seu culto. Terá no mesmo local existido um templo a ela dedicado, onde repousava a sua imagem. Ao ser este demolido, dada a sua antiguidade, a imagem foi transferida para a igreja matriz da Aldeia de João Pires durante alguns anos, por se recusarem os condes a construir uma nova igreja. Os fiéis viram-se obrigados a construir uma nova igreja, à sua custa, num novo local, onde hoje ainda se encontra. A imagem voltou então a Salvador. Posteriormente, o bispo da Guarda D. Rodrigo de Moura Teles, em visita à povoação, achou que a imagem se encontrava em tão mau estado de conservação que a mandou enterrar, para que fosse feita uma nova.

A aldeia encontra-se associada a três ermidas. São elas a antiga de Nossa Senhora da Oliveira, a de Santa Sofia, erigida pelo povo, como forma de reconhecimento pela povoação ter sido poupada à destruição por uma inundação, e a de Nossa Senhora de Fátima, de construção mais recente. Anualmente, Salvador celebra a 5 de Maio esta santa padroeira. No dia 12 de Maio, realiza-se uma procissão de velas, durante a qual se podem observar colchas artisticamente decoradas, arcos de flores e diversas lâmpadas acesas.

 
Localização no Concelho de Penamacor

PopulaçãoEditar

AnoPop.±%
1864 719—    
1878 824+14.6%
1890 1 131+37.3%
1900 1 145+1.2%
1911 1 296+13.2%
1920 1 253−3.3%
1930 1 330+6.1%
1940 1 451+9.1%
1950 1 473+1.5%
1960 1 356−7.9%
1970 1 072−20.9%
1981 884−17.5%
1991 667−24.5%
2001 589−11.7%
2011 476−19.2%

BrasãoEditar

 
A placa da saída da aldeia do Salvador, mostrando o brasão e desejando boa viagem.

O brasão da freguesia de Salvador consiste num escudo de prata, com uma oliveira pintada de verde, com frutos negros. Possui ainda uma flor-de-lis de prata, com duas cabras em cor de púrpura, uma de cada lado. É encimada por uma coroa mural de prata, com três torres. Em baixo, encontra-se um listel branco, com o nome do local em letras maiúsculas pretas: "SALVADOR - PENAMACOR".

PatrimónioEditar

  • Capela de Sta Sofia
  • Capela de N.ª S.ª de Fátima
  • Fontes de mergulho
  • Chafariz das Duas Bicas

Referências