Abrir menu principal
Sam Bird
Sam Bird 2012-1.JPG
Sam Bird em 2012
Informações pessoais
Nome completo Sam Jamie Bird
Nacionalidade britânico
Nascimento 9 de janeiro de 1987 (32 anos)
Roehampton, Inglaterra Inglaterra
Registros na FIA Fórmula E
Temporadas Temporada de Fórmula E de 2014–15-presente
Equipes Envision Virgin Racing
ePrix's 50
Títulos 0
Vitórias 8
Pódios 17
Pontos 459
Pole positions 5
Primeiro ePrix ePrix de Pequim de 2014
Último ePrix ePrix de Paris de 2019
Registros nas 24 Horas de Le Mans
Edições 2014 -
Equipes AF Corse, G-Drive Racing
Vitórias em classe(s) 0

Sam Jamie Bird (Roehampton, 9 de janeiro de 1987) é um automobilista britânico que atualmente corre pela Envision Virgin Racing na Fórmula E e pela AF Corse no Campeonato Mundial de Endurance da FIA.

Índice

CarreiraEditar

Fórmula BMWEditar

Bird fez seu nome em corridas de monopostos na Fórmula BMW, terminando sua temporada de estreia em décimo quarto. Ele foi vice-campeão in 2005, que foi apenas sua segunda temporada na categoria e foi também o quarto na Formula BMW world final.

Fórmula RenaultEditar

Em 2006, Bird entrou na Fórmula Renault britânica, na qual ele ganhou quatro corridas e terminou o campeonato em quarto, 111 pontos atrás do campeão Sebastian Hohenthal.

Fórmula 3Editar

 
Sam Bird na Fórmula 3 europeia em Hockenheimring (2009)

Em 2007, Bird correu na Fórmula 3 britânica pela Carlin Motorsport, correndo em uma Mercedes. Em março de 2007 Bird garantiu um patrocínio da BP, "A marca já é uma proeminente no Campeonato Mundial de Rali" Mark Reader, gerente de vendas de combústivel da BP no Reino Unido, "Sam tem um grande potencial e nós estamos empolgados em estar criando uma parceria nessa etapa de sua carreira" ele adicionou.[1] Bird foi eleito para a Motor Sports Association em abril de 2007, junto com outros 5 pilotos em diversas categorias britânicas além de ter feito testes de aerodinâmica para a Williams.

Bird foi para a Manor Motorsport e para a Fórmula 3 europeia em 2008 além de ter tido um ano de testes, terminando em 11º no campeonato com 23 pontos - 16 que vieram de segundos lugares durante corridas de sábado em Catalunha na Le Mans, os 7 pontos restantes foram obtidos em apenas três corridas.

GP2Editar

Sam Bird não participou da última etapa da Fórmula 3 europeia para fazer um teste pela ART Grand Prix na GP2 asiática no circuito de Yas Marina em Abu Dhabi. Ele correu na temporada de 2009-10 pela equipe, temporada na qual ele terminou em sétimo com um segundo lugar na última prova.

Bird disputou a GP2 de 2010 pela ART, tendo cobiçado uma vaga na equipe francesa. Ele foi rápido mas ao mesmo tempo azarado, perdendo potenciais resultados cruciais por problemas técnicos, no motor e colisões que não ocorreram por sua culpa. Entretanto, ele geriu a corrida para poder construir sua própria vitória em Monza, assim como fazer sua terceira volta mais rápida da temporada.

 
Bird correndo na Bélgica na GP2 de 2013.

Em 2011, Bird foi para a mesma equipe de Marcus Ericsson, a iSport International. Sua campanha na GP2 asiática resultou em três abandonos em quatro corridas, mas depois de um grande começo na temporada principal da GP2, ele era o segundo no campeonato de pilotos depois de quatro corridas, com o mesmo número de pontos do líder Romain Grosjean. Depois do auge, porém, ele gradativamente foi caindo no campeonato e terminou a temporada em sexto.

Bird competiu pela estreante Russian Time em 2013 e conseguiu uma grande temporada. O britânico ganhou cinco corridas ficando em segundo lugar no campeonato, levando a corrida que decidia o campeonato para o último fim de semana. O desempenho de Sam Bird junto com o de seu companheiro de equipe Tom Dillman segurou à Russian Time o primeiro lugar no campeonato de construtores da GP2.

Fórmula Renault 3.5Editar

Entre suas duas últimas temporadas na GP2, Sam Bird competiu na Fórmula Renault 3.5 de 2012. Ele ganhou duas corridas e conseguiu cinco pódios chegando na corrida final em uma batalha contra Robin Frijns e Jules Bianchi pelo campeonato. Ele perdeu o título por apenas dez pontos e terminou o campeonato em terceiro.

Fórmula 1Editar

Em 16 de novembro de 2010 ele participou do teste de jovens pilotos em Abu Dhabi pela Mercedes.[2]

Campeonato Mundial de EnduranceEditar

Em 2014 Bird participou duas vezes como convidado pela AF Corse do Campeonato Mundial de Endurance da FIA. A primeira corrida foi em seu país nas 6 Horas de Silverstone, na qual ele ficou em terceiro na categoria GTE Amateur. Sua segunda participação foi na tradicional 24 Horas de Le Mans. Sam Bird conseguiu a pole position na categoria GTE Amateur, ficou em segundo na classificação geral. Ele correu na primeira parte da corrida, segurando a liderança da GTE Am até ele colidir com outros carros em condições molhadas na reta de Mulsanne o colocando fora da corrida na segunda hora.

Fórmula EEditar

 
Sam Bird comemorando a vitória no ePrix de Putrajaya de 2014.

Na temporada de 2014-15, Bird começou a dirigir pela Virgin Racing, do empresário Richard Branson, ao lado de Jaime Alguersuari. Ele conseguiu um terceiro lugar logo na primeira corrida, o ePrix de Beijing. Na segunda corrida, em Putrajaya, Bird conseguiu a vitória depois de largar em segundo. No ePrix de Punta del Este ele não conseguiu uma boa classificação e largou apenas em 18º, durante a corrida ele sofreu uma colisão. Outra corrida para esquecer foi a de Long Beach: depois de começar em 11º ele enfrentou problemas com a suspensão e foi retirado. No caótico começo da corrida de Mônaco Bird conseguiu gerir sua corrida e chegou em quarto após largar apenas em 12º. A última corrida da temporada foi em Londres, onde Bird largou em quarto e terminou em segundo. Porém, o ganhador da corrida, Stéphane Sarrazin, foi punido em 49 segundos e Bird então recebeu o primeiro lugar. Ele terminou o campeonato com 103 pontos e em quinto lugar na classificação geral.

Na segunda temporada, Bird não fez uma boa primeira corrida, ele conseguiu apenas um nono lugar na classificação e um sétimo na corrida. No ePrix de Putrajaya Bird também não fez uma boa classificação largando apenas em 14º. Mas depois de uma grande corrida de recuperação, Bird conseguiu o segundo lugar[3]. Na terceira corrida, Sam Bird conseguiu fazer uma grande classificação e largou em terceiro lugar, porém, com apenas 17 voltas de prova, Bird saiu da corrida. No ePrix de Buenos Aires Bird fez novamente uma grande classificação, conseguindo sua primeira Pole Position na Fórmula E[4]. Durante a corrida Bird manteve o primeiro lugar e no final da corrida segurou Buemi, que vinha de uma espetacular recuperação do último lugar[5]. No quinto ePrix da temporada Bird novamente não fez uma boa classificação conseguindo apenas o 11º lugar, durante a corrida Bird conseguiu algumas posições e chegou em sexto ao final da corrida. Na sexta corrida da temporada Sam Bird fez o segundo tempo na classificação mas ganhou o primeiro lugar ao Félix da Costa ser desclassificado[6]. Durante a corrida, porém, Bird não teve um grande desempenho e perdeu cinco posições, chegando em sexto. No charmoso ePrix de Paris Bird conseguiu sua segunda Pole na Fórmula E mas não conseguiu o mesmo desempenho da primeira vez, após perder uma posição para o líder da temporada, Lucas di Grassi, na largada[7] Bird perdeu ainda na primeira volta outra posição para seu companheiro de equipe[8], Jean-Éric Vergne, fato que gerou uma desavença na equipe, Bird terminou a corrida em sexto. Na etapa de Berlim, Bird fez uma satisfatória classificação e conseguiu o sexto tempo, mas após uma série de punições por irregularidades, Bird ganhou duas posições e largou em quarto[9], na corrida, Bird teve um pífio desempenho e chegou apenas em 11º, fora da zona de pontuação. Na primeira corrida da última etapa do campeonato Sam Bird fez novamente uma satisfatória classificação, largando em sétimo, na corrida, apenas manteve a posição. Na última corrida da temporada Bird novamente teve uma fraca classificação e largou apenas do oitavo lugar. Durante a corrida, Bird saiu logo na sexta volta. Bird terminou o campeonato com 88 pontos e mesmo com quase 20 pontos a menos que na temporada anterior Bird terminou em quarto na classificação geral, uma posição acima que na temporada passada.

ResultadosEditar

Fórmula 3 EuroseriesEditar

Ano Equipe Chassis Motor 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 Clas. Pontos
2008 Manor Motorsport Dallara F308/036 Mercedes HOC

1

10

HOC

2

6

MUG

1

14

MUG

2

8

PAU

1

Ret

PAU

2

11

NOR

1

14

NOR

2

8

ZAN

1

4

ZAN

2

6

NÜR

1

22

NÜR

2

19

BRH

1

Ret

BRH

2

19

CAT

1

2

CAT

2

18

BUG

1

2

BUG

2

11

HOC

1

16

HOC

2

Ret

11º 23
2009 Manor Motorsport Dallara F308/042 Mercedes HOC

1

3

HOC

2

6

LAU

1

5

LAU

2

3

NOR

1

8

NOR

2

Ret

ZAN

1

8

ZAN

2

2

OSC

1

12

OSC

2

20

NÜR

1

4

NÜR

2

8

BRH

1

6

BRH

2

3

CAT

1

Ret

CAT

2

Ret

DIJ

1

6

DIJ

2

5

HOC

1

HOC2 40

Negrito = Pole Position

Itálico = Volta mais rápida

GP2 SeriesEditar

Ano Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 Clas. Pontos
2010 ART Grand Prix ESP

FEA

9

ESP

SPR

4

MON

FEA

18

MON

SPR

10

TUR

FEA

3

TUR

SPR

10

VAL

FEA

3

VAL

SPR

10

GBR

FEA

4

GBR

SPR

DNS

GER

FEA

14

GER

SPR

5

HUN

FEA

13

HUN

SPR

Ret

BEL

FEA

Ret

BEL

SPR

12

ITA

FEA

1

ITA

SPR

3

ABU

FEA

3

ABU

SPR

Ret

48
2011 iSport International TUR

FEA

2

TUR

SPR

3

ESP

FEA

3

ESP

SPR

5

MON

FEA

Ret

MON

SPR

13

VAL

FEA

5

VAL

SPR

12

GBR

FEA

5

GBR

SPR

6

GER

FEA

8

GER

SPR

7

HUN

FEA

17

HUN

SPR

5

BEL

FEA

12

BEL

SPR5

ITA

FEA4

ITA

SPR

4

45
2013 Russian Time MYS

FEA7

MYS

SPRRet

BHR

FEA6

BHR

SPR1

ESP

FEA21†

ESP

SPR12

MON

FEA1

MON

SPR24

GBR

FEA1

GBR

SPR5

GER

FEA13

GER

SPR8

HUN

FEA10

HUN

SPR8

BEL

FEA1

BEL

SPR

14

ITA

FEA

2

ITA

SPR4

SGP

FEA

8

SGP

SPR1

ABU

FEA10

ABU

SPR4

181

Negrito = Pole Position

Itálico = Volta mais rápida

GP2 Asia SeriesEditar

Ano Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 Clas. Pontos
2009-10 ART Grand Prix ABU1

FEA

18

ABU1

SPR

18

ABU2

FEA

Ret

ABU2

SPR

Ret

BHR1

FEA

13

BHR1

SPR

4

BHR2

FEA

6

BHR2

SPR

2

12
2011 iSport International ABU

FEA

7

ABU

SPR

Ret

ITA

FEA

Ret

ITA

SPR

Ret

12º 2

Negrito = Pole Position

Itálico = Volta mais rápida

Fórmula Renault 3.5Editar

Ano Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 Classificação Pontos
2012 ISR ALC1

9

ALC2

2

MON1

1

SPA1

3

SPA2

5

NÜR1

8

NÜR2

4

MSC1

3

MSC2

Ret

SIL1

Ret

SIL2

1

HUN1

10

HUN2

4

LEC1

10

LEC2

3

CAT1

2

CAT2

8

177

Negrito = Pole Position

Itálico = Volta mais rápida

Campeonato Mundial de Endurance da FIAEditar

Ano Equipe Classe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Ranking Pontos
2014 AF Corse LMGTE Am SIL

3

SPA LMS

Ret

COA FUJ SHA BHR SÃO 16º 17
2015 G-Drive Racing LMP2 SIL

1

SPA

9

LMS

2

NÜR

2

COA

1

FUJ

1

SHA

2

BHR

1

178
2016 AF Corse LMGTE Pro SIL

1

SPA

1

LMS

Ret

NÜR MEX COA FUJ SHA BHR 2º*

* = Temporada em andamento

Negrito = Pole Position

Itálico = Volta mais rápida

24 Horas de Le MansEditar

Ano Equipe Companheiros de

Equipe

Carro Classe Voltas Pos. Pos.

Classe

2014   AF Corse   Stephen Wyatt

  Michele Rugolo

Ferrari 458 Italia GTC GTE

Am

22 DNF DNF
2015   G-Drive Racing   Roman Rusinov

  Julien Canal

Ligier JS P2-Nissan LMP2 358 10º
2016   AF Corse   Andrea Bertolini

  Davide Rigon

Ferrari 488 GTE GTE

Pro

143 DNF DNF

Fórmula EEditar

(legenda) (resultados em negrito indicam pole position; resultados em itálico indicam volta mais rápida)

Ano Equipe Chassi 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 Pos. Pontos
2014–15 Virgin Racing Spark-Renault SRT 01E PEQ
3
PUT
1
PDE
Ret
BUE
7
MIA
8
LBH
Ret
MON
4
BER
8
MOS
Ret
LON
6
LON
1
103
2015–16 DS Virgin Racing Spark-Virgin DSV-01 PEQ
7
PUT
2
PDE
Ret
BUE
1
MEX
6
LBH
6
PAR
6
BER
11
LON
7
LON
Ret
88
2016–17 DS Virgin Racing Spark-Virgin DSV-02 HKG
13
MAR
2
BUE
Ret
MEX
3
MON
Ret
PAR
16
BER
7
BER
7
NIQ
1
NIQ
1
MTL
5
MTL
4
122
2017–18 DS Virgin Racing Spark-Virgin DSV-03 HKG
1
HKG
5
MAR
3
SAN
5
MEX
17
PDE
3
ROM
1
PAR
3
BER
7
ZUR
2
NIQ
9
NIQ
10
143
2018–19 Envision Virgin Racing Spark-Audi e-Tron FE05 ADR
11
MAR
18
SAN
25
MEX
HKG
SNY
ROM
PAR
MON
BER
BRN
NIQ
NIQ
1°* 54*

* Temporada ainda em andamento.

Negrito = Pole Position

Itálico = Volta mais rápida

Ligações externasEditar