Samuel Heinicke

pedagogo alemão

Samuel Heinicke (10 de abril, 1727 - 30 de abril, 1790, Nautschutz, Alemanha) foi o primeiro educador a desenvolver uma instrução sistemática para os surdos na Alemanha. Sua filosofia de educação ficou conhecida como Oralismo.


BiografiaEditar

Por volta de 1754, educou sua primeira aluna surda. Seu sucesso em ensinar esta menina foi tão grande, que tomou a decisão de se devotar inteiramente a este trabalho. Depois de um período de uma guerra que durou sete anos, e de ter sido prisioneiro em Dresden, conseguiu fugir.

Em 1768, voltou a viver em Hamburgo, onde ensinou com sucesso um menino surdo a falar, aplicando seus métodos prescritos em seus livros sobre os surdos. Passou então a se dedicar ainda mais nestas pesquisas. Inaugurou a primeira instituição para surdos em Leipzig, em 1778. Dirigiu esta escola até sua morte. Foi o autor de vários livros na instrução aos surdos.

Seus métodos de ensino eram estritamente orais, diferentes dos usados hoje. Estes consideravam que a primeira prioridade no ensino às crianças surdas era a linguagem falada e que a língua de sinais poderia prejudicar esta aquisição. Porém, ele e seus seguidores utilizavam os sinais e o alfabeto digital como instrumento para atingir a fala.

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Samuel Heinicke
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Língua de sinais