Igreja de São Jerônimo da Caridade

(Redirecionado de San Girolamo della Carità)
Igreja de São Jerônimo da Caridade
San Girolamo della Carità
Fachada na via di Monserrato
Início da construção século XVI
Religião Igreja Católica
Diocese Diocese de Roma
Website [chiesasangirolamo.pusc.it Site oficial]
Geografia
País Itália
Região Roma
Local Rione Regola
Coordenadas 41° 53' 43.1" N 12° 28' 12.7" E

San Girolamo della Carità ou Igreja de São Jerônimo da Caridade é uma igreja titular de Roma, Itália, localizada no rione Regola, na via di Monserrato, perto do Palazzo Farnese. É dedicada a São Jerônimo.

É a igreja titular da diaconia de São Jerônimo da Caridade, aguarda cardeal-diácono Protector desde 2014. É uma igreja subsidiária da paróquia de San Lorenzo in Damaso.

HistóriaEditar

Segundo a lenda, uma igreja foi construída no local ainda no século IV sobre o local onde morou São Jerônimo. Ela pertencia originalmente aos franciscanos observantes. Em 1524, foi concedida para a "Arquiconfraria da Caridade" (em italiano: Archconfraternita della Carità), fundada por Júlio de Médici (futuro papa Clemente VII) em 1519, uma sociedade de nobres de fora de Roma. No convento vizinho morou, entre 1551 e 1583, São Filipe Néri, que, nas galerias superiores da nave, realizou a primeira reunião de seus oratorianos, ordem fundada em 1561 e estabelecida como congregação em 1575, quando recebeu a igreja de Santa Maria in Vallicella. Em 1654, ela foi completamente reconstruída por Domenico Castelli.

DescriçãoEditar

A fachada é obra de Carlo Rainaldi (1660). O interior apresenta uma única nave coberta por um teto de madeira entalhada. A primeira capela à direita, "Capela Spada", antigamente atribuída a Orazio Spada (1575), foi depois reformada por Virgilio Spada. Como eram amigos, há muito tempo se relaciona o nome do arquiteto barroco Borromini a esta capela, mas é provável que a obra toda seja de Virgilio[1]. Ela é ricamente decorada em jaspe e mármores preciosos que simulam um aparato fúnebre, com ovais com bustos de antepassados da família e uma guirlanda de bronze que emoldura uma preciosa pintura do século XV. A grade do altar é do pupilo de Bernini, Antonio Giorgetti.

A pequena, mas magnificamente decorada, Capela Antamoro (1708-9) é dedicada a São Filipe Néri e é única obra em Roma de Filippo Juvarra[1]. A decoração da capela, com a estátua do "Êxtase de São Filipe Néri", iluminada por trás, e os dois relevos em estuque no teto, foi concebida foi concebida por Juvarra com a grande ajuda de um amigo, o escultor francês Pierre Le Gros, responsável pela realização dos elementos escultóricos[2]. No altar-mor, projetado também por Rainaldi, está uma cópia da "Última Comunhão de São Jerônimo", de Domenichino, hoje abrigada na Pinacoteca Vaticana, realizada no estilo da célebre pintura de Agostino Carracci.

GaleriaEditar

Referências

  1. a b Anthony Blunt, Guide to Baroque Rome, 1982, p.59-60 (em inglês)
  2. Gerhard Bissell, A “Dialogue” between Sculptor and Architect: the Statue of S. Filippo Neri in the Cappella Antamori, in: Stuart Currie, Peta Motture (ed.), The Sculpted Object 1400-1700, Aldershot 1997, 221-237ISBN 1-85928-270-9  (em inglês)

BibliografiaEditar

  • Serenita Papaldo, San Girolamo della Carità, Roma: Istituto di Studi Romani, 1978 (em italiano)
  • Fiorello F. Ardizzon, San Girolamo della carità: storia, arte, spiritualità per una chiesa nel cuore di Roma; presentazione di Pietro Palazzini, Città del Vaticano: Libreria Editrice Vaticana, 1987, ISBN 88-209-1571-5 (em italiano)

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Igreja de São Jerônimo da Caridade