Abrir menu principal

Sandovalina

município brasileiro do estado de São Paulo

Sandovalina é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 22º27'22" sul e a uma longitude 51º45'47" oeste, estando a uma altitude de 424 metros. Sua população estimada em 2004 era de 3.441 habitantes. Possui uma área de 456,47 km².

Município de Sandovalina
Bandeira de Sandovalina
Brasão de Sandovalina
Bandeira Brasão
Hino
Gentílico sandovalinense
Prefeito(a) Amanda Lima de Oliveira Fetter (DEM)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Sandovalina
Localização de Sandovalina em São Paulo
Sandovalina está localizado em: Brasil
Sandovalina
Localização de Sandovalina no Brasil
22° 27' 21" S 51° 45' 46" O22° 27' 21" S 51° 45' 46" O
Unidade federativa São Paulo
Mesorregião Presidente Prudente IBGE/2008[1]
Microrregião Presidente Prudente IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Estrela do Norte, Pirapozinho, Mirante do Paranapanema, Tarabai e Presidente Bernardes
Distância até a capital 541 km
Características geográficas
Área 455,393 km² [2]
População 3 699 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 8,12 hab./km²
Altitude 424 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,773 alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 148 613,721 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 44 203,96 IBGE/2008[5]

Índice

HistoriaEditar

Sandovalina teve início como povoado por volta do ano de 1950,pela fundação da vila pelo fazendeiro Antônio Sandoval Neto, proprietário de uma vasta área de terras na região.Com o preparo da terra para o café,algodão e outras culturas,muitas famílias da região vieram para trabalhar na lavoura.Com o passar do tempo também se desenvolveu o cultivo da erva-mate.Conforme a agricultura crescia,o povoado também crescia,e o comércio acompanhava o ritmo,prevendo o futuro da cidade Antônio Sandoval Neto, loteou uma área para a construção da futura cidade.Sandovalina se tornou município em 31 de dezembro de 1958, instalando-se oficialmente em 1 de janeiro de 1960. Mercê de suas reivindicações deu-se a criação do Distrito de Paz de Sandovalina, criado no Município de Presidente Bernardes, com sede e povoado de igual nome e com território desmembrado do Distrito de Nova Pátria, pelo Decreto nº 2456, de 30 de dezembro de 1953.Não parou aí o desejo da população de Sandovalina. Alguns anos após, pleitearam a criação do município; assim, Sandovalina foi elevada a Município, com sede na mesma vila e de igual nome, pela Lei nº 5285 de 18 de fevereiro de 1959, instalando-se o Município em 1º de janeiro de 1960.

GeografiaEditar

DemografiaEditar

Dados do Censo - 2000

População total: 3.089

  • Urbana: 1.750
  • Rural: 1.339
  • Homens: 1.530
  • Mulheres: 1.559

Densidade demográfica (hab./km²): 6,78

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 11,15

Expectativa de vida (anos): 73,96

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,90

Taxa de alfabetização: 86,22%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,773

  • IDH-M Renda: 0,656
  • IDH-M Longevidade: 0,816
  • IDH-M Educação: 0,847

(Fonte: IPEADATA)

HidrografiaEditar

RodoviasEditar

ComunicaçõesEditar

A cidade foi atendida pela Companhia de Telecomunicações do Estado de São Paulo (COTESP) até 1973, quando passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP)[6], que construiu em 1985 a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica, sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo para suas operações de telefonia fixa[7][8][9].

AdministraçãoEditar

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) 
  7. «Convênio de incorporação da COTESP pela TELESP em 25 de outubro de 1973». Portal da Câmara dos Deputados 
  8. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  9. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 

Ligações externasEditar