Abrir menu principal

Sandra Guimarães de Oliveira (Ribeirão Preto, 24 de Julho de 1955) foi a terceira paulista a obter o título de Miss Brasil versão Miss Universo no ano de 1974. Ficou conhecida por ter sido a segunda detentora do título nacional a renunciar para se casar, não deixando nenhuma sucessora ao cargo. É a primeira das três ribeirão-pretenses a conquistar o título estadual, suas duas sucessoras foram eleitas em 2014 e 2015. É conhecida entre os "missólogos" (entendedores de concursos de beleza atuais) por ser uma "Anti-Miss", por ser contrária a se vestir adequadamente a certas ocasiões e de não usar maquiagem em eventos e no dia-a-dia de seu reinado.

SobreEditar

Sandra é filha do dentista Wilson Oliveira, na época gerente da Caixa Econômica Federal de Ribeirão Preto e de dona Glícia. Tem dois irmãos, Dário e Silvana, na época que ganhou o Miss Brasil cursava o primeiro ano de Psicologia na PUC - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, na capital, e namorava João Bosco, médico cardiologista da Beneficência Portuguesa de São Paulo. Loura de olhos verdes, Sandra Guimarães tinha 1.72 de altura, 59 Kg, 88 cm de busto, 62 de cintura e 88 de quadris.

ConcursosEditar

Miss São PauloEditar

Representando o município de Ribeirão Preto, Sandra deu declarações sobre sua participação no concurso:

Miss BrasilEditar

O Miss Brasil 1974 foi realizado no Ginásio de Esportes Presidente Médici (atual Ginásio Nilson Nelson), em Brasília, perante um público estimado em 25 mil pessoas. Sandra formou o Top 3 ao lado de Janeta Eleomara Hoeveler (Miss Rio Grande do Sul, segunda colocada) e de Mariza Sommer (Miss Distrito Federal, terceira colocada, a favorita do público, semifinalista no Miss Mundo).

Miss UniversoEditar

Sandra Guimarães não figurou entre as 12 semifinalistas do Miss Universo, realizado em 19 de Julho de 1974, no Folk Arts Theater, em Manila, nas Filipinas, cuja vencedora foi Amparo Muñoz, Miss Espanha. Na sua volta ao Brasil, descontraída, sem maquiagem alguma e com o cabelo amarrado num rabo de cavalo, trajando uma camiseta onde se lia "Be nice to me. I've a hard day", (em tradução: Seja legal comigo, tive um dia difícil), deu a declaração abaixo:

Ao ser indagada quanto aos compromissos como Miss Brasil, ela falou em tom de brincadeira:

DeclaraçõesEditar

Após quase trinta anos de concurso, Sandra, em longa entrevista a João Umberto Nassif, no programa "Piracicaba, Histórias e Memórias", na Rádio Educadora de Piracicaba, fez as seguintes declarações:

Ainda durante a entrevista, Sandra declarou que diferente das mães de miss, ela foi incentivada pelo pai a concorrer ao título:

Falando sobre a perseguição que sofria das outras candidatas, Sandra declarou:

Sobre os prêmios do concurso nacional e o pós-evento, Sandra afirmou:

AtualmenteEditar

Sandra casou duas vezes: aos 19 anos com o médico João Bosco, mas se separou devido aos constantes ciúmes e brigas pelo fato de ter sido Miss Brasil. Casou novamente aos 24 anos com o diretor da Rede Globo da época, Fernando Waisberg, com quem permaneceu setes anos e teve seu único filho, Jonas Waisberg de 35 anos que é publicitário pela ESPM e tornou-se diretor comercial da empresa Mash que fabrica cuecas e roupas íntimas femininas, masculinas e infantis. Hoje a Miss Brasil 1974 reside hoje em Rio das Pedras, interior de São Paulo e tem um ateliê de decoração em Piracicaba.

Ver TambémEditar

Referências

  1. Rádio Educadora de Piracicaba, 03 de Julho de 2004
  2. Revista Fatos & Fotos, 12 de Agosto de 1974
  3. Revista Fatos & Fotos, 12 de Agosto de 1974
  4. Rádio Educadora de Piracicaba, 03 de Julho de 2004
  5. Rádio Educadora de Piracicaba, 03 de Julho de 2004
  6. Rádio Educadora de Piracicaba, 03 de Julho de 2004
  7. Rádio Educadora de Piracicaba, 03 de Julho de 2004

FontesEditar

  • Blog Passarela Cultural
Precedido por
Sandra Mara Ferreira
Miss Brasil
1974
Sucedido por
Ingrid Budag
Precedido por
Sandra Mara Ferreira
Miss São Paulo
1974
Sucedido por
Márcia Brandão