Abrir menu principal

Sandy & Junior (álbum de 2001)

Sandy & Junior
Álbum de estúdio de Sandy & Junior
Lançamento 8 de outubro de 2001 (2001-10-08)
Gravação Julho de 2001
Capitol Studios (Los Angeles)
Estúdios MM (Campinas)[1]
Gênero(s) Pop
Duração 55:55
Formato(s)
Gravadora(s) Universal Music
Produção Moogie Canazio
Cronologia de Sandy & Junior
Quatro Estações: O Show
(2000)
Internacional
(2002)
Singles de Sandy & Junior
  1. "O Amor Faz"
    Lançamento: 27 de setembro de 2001 (2001-09-27)
  2. "A Gente Dá Certo"
    Lançamento: 19 de novembro de 2001 (2001-11-19)
  3. "Quando Você Passa"
    Lançamento: 14 de janeiro de 2002 (2002-01-14)
  4. "Não Dá Pra Não Pensar"
    Lançamento: 17 de março de 2002 (2002-03-17)

Sandy & Junior é o nono álbum de estúdio da dupla brasileira Sandy & Junior, lançado em 8 de outubro de 2001 através da Universal Music. O álbum foi recebido com críticas positivas e apresenta uma sonoridade pop, bem como elementos do R&B, dance e hip hop em suas faixas. Sandy foi creditada pela composição de quatro faixas do álbum e Junior teve participação ativa em seus arranjos e supervisão de produção. Sandy & Junior foi produzido por Moogie Canazio e gravado em meados de 2001 entre estúdios de Los Angeles e Campinas.[1] O álbum teve uma extensa divulgação após seu lançamento. A dupla reuniu a imprensa em oito capitais brasileiras durante quatro dias para promover o álbum, que se tornou um dos mais vendidos de sua carreira e foi certificado com platina tripla pela Pro-Música Brasil (PMB), vendendo 1,5 milhão de cópias.[2]

A Universal Music anunciou a pré-venda de uma edição limitada do álbum em vinil para lançamento no dia 30 de agosto de 2019.[3]

Antecedentes e títuloEditar

Após o sucesso de seu segundo álbum ao vivo, Quatro Estações: O Show (2000), Sandy e Junior renovaram seu contrato com a Universal Music por 12 milhões de reais[4] e anunciaram, em abril de 2001, a gravação de dois projetos; um com canções em português e outro visando a carreira internacional. Ambos foram gravados em meados de 2001.[5] O disco em português seria nomeado 11 (por tratar-se do 11° álbum da dupla, considerando os dois álbuns ao vivo anteriormente lançados), porém, o nome foi descartado após os atentados de 11 de setembro, em Nova York.[6] "O nome ia ser 11, mas não queríamos que as pessoas veiculassem a nossa imagem com a tragédia ocorrida no dia 11, nos Estados Unidos", argumentou Sandy.[6] Ela comentou sobre o álbum dizendo: "A referência vai ser o que a gente curte. O nosso estilo de música é o pop, e queremos levar esse nosso estilo para a carreira internacional também. É o estilo Sandy & Junior!".[5]

ProduçãoEditar

Sandy e Junior começaram a selecionar material para o álbum no início de 2001, época em que também começaram a gravar a novela Estrela-Guia.[1] Sandy assina a composição de quatro canções, enquanto Junior teve participação nos arranjos e supervisão musicais. O álbum custou à Universal Music 430 mil dólares, somente na produção do disco, sem contar com os custos com marketing de lançamento e também prensagem.[7] O álbum foi gravado em julho de 2001, entre os estúdios da Capitol Records, em Los Angeles, e os estúdios MM, em Campinas, cidade natal da dupla.[1][6][8] Antes de entrar em estúdio para gravar o CD, Sandy teve aulas de canto com a professora norte-americana Carol Rogers, o que fez ela "ganhar timbres de cantoras de R&B", disse Sílvia Ruiz, da IstoÉ Gente.[9] O projeto ainda contou com a participação dos músicos Tim Pierce, Vinnie Colaiuta e Neil Stubenhaus.[6][10] A dupla preferiu não incluir muitos recursos eletrônicos no CD "para não tirar a emoção da música".[11] Produtor do álbum, Moogie Canazio comentou o processo de concepção do projeto dizendo:

"É muito fácil produzir gente tão talentosa. Eles são muito talentosos e isso faz o trabalho de qualquer produtor ser muito fácil. O que eu mais 'tô' curtindo é o profissionalismo dos dois; eles querem sempre colaborar mais, querem sempre dar um pouco mais deles."[1]

Por seu trabalho nesse disco, Canazio foi indicado ao Grammy Latino na categoria Melhor Engenharia de Produção em Álbum.[12]

 
Parte do material foi gravada nos estúdios da Capitol Records (fotografado), em Los Angeles, Califórnia.[1]

A artista musical norte-americana Diane Warren entregou à Sandy 6 canções, das quais 2 foram selecionadas e se tornaram versões em língua portuguesa, compostas por Sandy e aprovadas por Warren.[1] "A Estrela Que Mais Brilhar" foi criada a partir de "Wishing on The Same Star", enquanto "Me Leve Com Você" foi criada a partir de "Take Me With You (If You Leave)": "Ela me deu as músicas, eu fiz as letras e mandei pra ela, que aprovou. Ela disse 'sei que você é compositora então você se encarregue de fazer as letras em português'", contou Sandy em entrevista coletiva.[10][13][6]

"Não Dá Pra Não Pensar" é uma composição de Sandy e Junior.[10] O G1 disse que a faixa "tem uns toques de pop funk de mauricinho, uma coisa meio N'Sync. Tem [um] slap bass e uma paradinha que dá algum balanço para a letra romântica. [...] uma ousadia para o padrão [de Sandy e Junior]."[14] "Adeus", também composta pela dupla, foi feita com a colaboração de Allen C. Lima, do grupo Família Lima; Sandy descreveu a faixa como "uma música de despedida".[15][13] "O Amor Faz" foi lançada como carro-chefe do álbum e composta por Mauricio Gaetani.[6] Uma das canções mais conhecidas do projeto, "Quando Você Passa (Turu Turu)" é uma versão de uma canção italiana, traduzida por Ricardo Moreira, então gerente artístico da gravadora Universal Music.[6] "Cai a Chuva" foi descrita pelo G1 como um "pop de baile de formatura, com saxofone destacado e letra sobre mar, sereia."[14] Tanto ela quanto "A Gente Dá Certo" apresentam Junior nos vocais principais.[6] Em "A Gente dá Certo", os irmãos cantam, "Vira pra lá/vira pra cá/fica por cima/vira de lado/ não fica de fora/ e corre pra dentro." Para Sandy, "As pessoas interpretam o que quiserem, mas a letra só me faz lembrar da coreografia."[13] A canção apresenta influências do hip hop.[16]

Há ainda as regravações de "Chuva de Prata", sucesso de Gal Costa, e "Endless Love", um dueto conhecido nas vozes de Lionel Richie e Diana Ross.[17] Incluir uma releitura de "Chuva de Prata" foi sugestão de Max Pierre, vice-presidente da Universal Music na época. Sandy comentou a regravação dizendo: "A gente não tem a mínima pretensão de ser melhor do que a Gal. Só queríamos apresentar a nossa versão".[13] Regravar "Endless Love" era um desejo antigo da dupla.[17][13] O ator Rodrigo Santoro faz uma participação especial em um diálogo com Sandy na música "Baby, Liga pra Mim", também de Milton Guedes.[10] Apesar do tema tomar conta da primeira até a última música, Sandy não considera este um disco romântico: "Tem menos músicas românticas que os outros, com muitas canções para dançar".[13] "Nada É Por Acaso" foi composta por Liah Soares junto à Marcio Cruz, Pedro Barezzi e Danimar, enquanto a dançante "Deixa Eu Tentar" foi escrita por Otávio de Moraes. O álbum encerra com a balada "O Lugar Perfeito Para o Amor Viver", uma composição de Mauro Motta e Dudu Falcão.[6]

DivulgaçãoEditar

Após o lançamento do álbum, os irmãos fizeram uma maratona de divulgação e visitaram oito capitais brasileiras em apenas quatro dias para reunir a imprensa e falarem sobre o disco.[1]

SinglesEditar

O primeiro single do álbum, "O Amor Faz",[6] foi lançado no final de setembro de 2001 e se tornou a única canção do álbum a ter um videoclipe. A canção foi um sucesso nas rádios do Brasil e, de acordo com a Crowley Broadcast Analysis do Brasil, atingiu o pico de número um entre as mais executadas no ínicio do mês de novembro de 2001.[18]

O segundo single, "A Gente Dá Certo", foi lançado ainda em novembro. A canção conseguiu alcançar a posição de número 36, no dia 15 de dezembro de 2001.[19] O terceiro single do álbum, "Quando Você Passa (Turu Turu)", foi lançado no início de janeiro de 2002, e mesmo sem ter um videoclipe oficial, a canção se tornou o maior sucesso do álbum, sendo um sucesso nas rádios e alcançando o pico de número dois no Brasil, no dia 23 de março de 2002.[19] "Não Dá Pra Não Pensar" serviu de tema de abertura instrumental do seriado da dupla a partir a quarta temporada. "Nada É Por Acaso" também foi enviada para as rádios e alcançou o top dez no Brasil.[20]

RecepçãoEditar

CríticaEditar

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Jornal do Commercio Favorável[6]
IstoÉ Gente Favorável[9]
O Globo      [21]

Rosário de Pompéia, do Jornal do Commercio, disse que o álbum "é o mais diferente de todos os seus discos." Ela também destacou que "O amadurecimento profissional da dupla é perceptível. No novo trabalho, o som dos irmãos ganhou tons mais dance, com letras românticas e grande predominância de solos de guitarras."[6]

Sílvia Ruiz, da IstoÉ Gente, descreveu Sandy & Junior como o álbum "mais pop e bem produzido" da carreira da dupla até a data e escreveu: "Sandy está cantando melhor do que nunca [...] Junior surpreende quando assume os vocais principais em uma das faixas. O repertório traz o cardápio de sempre, com baladas românticas permeadas por pop, faixas dançantes e até um rap."[9] Para Antonio Carlos Miguel, d'O Globo, o álbum não representou um avanço artístico dos cantores e "pouco acrescenta ao que a dupla já vinha fazendo."[21]

ComercialEditar

O álbum saiu com tiragem inicial de 1 milhão de cópias, que esgotou em apenas três dias,[13] dando ao álbum o disco de diamante, recebido no programa Domingão do Faustão, da Rede Globo.[22][23][24][25] No entanto, o álbum só foi certificado com platina tripla pela Pro-Música Brasil (PMB), por mais de 750 mil cópias vendidas.[26] Segundo O Estado de S. Paulo, o álbum vendeu 1,5 milhão de cópias.[2]

Para tentar combater a pirataria, foi adicionado ao encarte um cupom para os fãs concorrerem a viagens aos Parques da Universal, em Orlando.[7] Foi o 5º CD mais vendido de 2001, segundo a Pro-Música Brasil (PMB).[27]

FaixasEditar

N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Não Dá pra não Pensar"   3:53
2. "O Amor Faz"  
  • Mauricio Gaetani
4:21
3. "Cai a Chuva / Me Diz" (Tease Me)
  • Paulinho Galvão
  • J. Taylor
  • J. Bonner
  • E. Bonner
  • L.Willis
  • S. Dunbar
  • R. Shakespeare
  • Milton Guedes (versão)
4:15
4. "Baby, Liga pra Mim"  
  • Guedes
  • Lu Leal
3:23
5. "Quando Você Passa" (Turu turu)
  • Francesco Boccia
  • Gianfranco Calliendo
  • Ciro Esposito
  • Ricardo Moreira (versão)
3:41
6. "Chuva de Prata"  
  • Ed Wilson
  • Ronaldo Bastos
3:32
7. "Adeus"  
  • Leah
  • Lima
  • Allen C. Lima
4:19
8. "A Gente Dá Certo"  
  • Guedes
3:36
9. "Nada É por Acaso"  
4:16
10. "A Estrela Que Mais Brilhar" (Wishing on The Same Star)
4:22
11. "Deixa Eu Tentar"  
  • Otávio de Moraes
3:55
12. "Endless Love"   4:11
13. "Me Leve Com Você" (Take Me With You (If You Leave))
  • Warren
  • Leah (versão)
4:07
14. "O Lugar Perfeito Pro Amor Viver"  
  • Mauro Motta
  • Dudu Falcão
4:00
Duração total:
55:55

Desempenho nas paradas musicaisEditar

Gráficos anuaisEditar

Tabela musical (2001) Melhor
posição
Brasil (ABPD)[27] 5

Vendas e certificaçõesEditar

Região Certificação Vendas
Brasil (Pro-Música Brasil)[28]   3× Platina 1.500,000[2][29]

Referências

  1. a b c d e f g h Sandy e Junior - Coletiva do CD 11 - Documentário dos Bastidores YouTube
  2. a b c Sandy & Junior ensaiam carreira internacional O Estado de S. Paulo (2002)
  3. Extra (24 de julho de 2019). «Três discos de Sandy & Junior são lançados em LP nesta semana». Consultado em 28 de julho de 2019 
  4. André Bernardo (11 de março de 2001). «A estrela sobe». UOL HOST. O Mossoroense. Consultado em 29 de julho de 2018. Cópia arquivada em 5 de novembro de 2013 
  5. a b Vitor Casimiro (Abril de 2001). «Cinco minutos com Sandy e Júnior». Consultado em 15 de outubro de 2013 
  6. a b c d e f g h i j k l «Sandy e Junior na balada do dance». Jornal do Commercio. 2 de outubro de 2001. Consultado em 1 de janeiro de 2018. Arquivado do original em 6 de novembro de 2001 
  7. a b Vanessa Mauri (6 de novembro de 2001). «"Sandy e Junior" lançam CD repleto de músicas que falam de amor». Unorp Notícias. Consultado em 9 de julho de 2015 
  8. Sarzi, Lucas (30 de junho de 2019). «Relembre os CDs de Sandy & Junior que completam o box lançado nesta semana». Tribuna do Paraná. Consultado em 30 de julho de 2019. Cópia arquivada em 1 de julho de 2019 
  9. a b c Sandy & Junior IstoÉ Gente
  10. a b c d Carla Nascimento (3 de outubro de 2001). «Sandy & Junior tem participações internacionais em novo CD». Consultado em 15 de outubro de 2013 
  11. Sandy - UOL Blog (arquivo)
  12. «Indicações do Brasil no Grammy Latino 2002». ABPD. Consultado em 7 de setembro de 2015 
  13. a b c d e f g Vanessa Mauri (6 de novembro de 2001). «"Sandy e Junior" lançam CD repleto de músicas que falam de amor». Consultado em 15 de outubro de 2013 
  14. a b Braulio Lorentz, Rodrigo Ortega (12 de julho de 2019). «Sandy e Junior, o legado: top 10 tem versões, brega romântico, letra polêmica e grunge mirim». Globo.com. G1. Consultado em 1 de agosto de 2019 
  15. Entrevista: Sandy Terra Networks (2000)
  16. Sioli, Fernando Diego (12 de setembro de 2014). «O pop nacional de Sandy & Junior». Grupo de Comunicação O Povo. O Povo. Consultado em 21 de março de 2019 
  17. a b Sérgio Martins (31 de outubro de 2001). «Vai dar certo? Os preparativos da dupla Sandy & Junior para o lançamento no mercado americano». Revista Veja. Consultado em 29 de Agosto de 2012 
  18. Crowley Broadcast Analysis do Brasil (19 de novembro de 2001). «As Mais Tocadas». Folha de S. Paulo. Consultado em 28 de junho de 2019. Cópia arquivada em 24 de junho de 2019 
  19. a b «Hot 100 Brasil» (PDF). Consultado em 2 de outubro de 2013 
  20. Sandy & Junior - Nada é Por Acaso Top 40 Charts
  21. a b Antônio Carlos Miguel (9 de outubro de 2001). «Discolândia». O Globo. Consultado em 28 de junho de 2019. Cópia arquivada em 24 de junho de 2019 
  22. «Sandy e Júnior recebendo disco de diamante, no Domingão do Faustão». 4 de dezembro de 2001. Consultado em 9 de maio de 2015 
  23. Ver no Youtube o video:2001 Sandy recebe disco de diamante por 1 milhão de cópias vendidas do CD SeJ
  24. Lar, doce lar Revista Quem (22 de outubro de 2001)
  25. «Site Internacional da dupla Sandy e Junior de 2002». Consultado em 5 de Setembro de 2012 
  26. «ABPD - Certificações». Consultado em 16 de outubro de 2013. Arquivado do original em 21 de julho de 2013 
  27. a b «20 CDs e DVDs MAIS VENDIDOS NO BRASIL EM 2001». Associação Brasileira dos Produtores de Discos. Consultado em 8 de janeiro de 2005 
  28. «Certificações (Brasil) (álbum) – Sandy & Junior – Sandy & Junior». Associação Brasileira dos Produtores de Discos. Consultado em 8 de junho de 2017 
  29. «Era uma vez...». Quem. Globo.com. Abril de 2007. Consultado em 12 de setembro de 2019. Cópia arquivada em 23 de fevereiro de 2016 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um álbum de Sandy & Junior é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.