Abrir menu principal

Sangue Mineiro

filme de 1944 dirigido por Humberto Mauro
Sangue Mineiro
 Brasil
1929 •  p&b •  90 min 
Direção Humberto Mauro
Roteiro Humberto Mauro
Elenco Cármen Santos
Nita Ney
Maury Bueno
Género drama
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

Sangue Mineiro é um filme brasileiro da era muda, dirigido por Humberto Mauro[1], de 1929. Com a direção de fotografia feita por Edgar Hauschildt (Edgar Brasil)

Sinopse[2]Editar

Depois que perdeu seu pai, a jovem Carmem vivia sob a proteção de seu tutor, o capitalista Juliano Sampaio. Ambos viviam felizes no solar da província. Juliano tinha uma filha, Neuza, que estudava num colégio da capital. Numa noite de São João, Carmem, apaixonada por Roberto, amigo da família, vê seu amado dispensar os mesmos afagos que lhe dava à Neuza. Em pânico e desesperada, Carmem corre pelos campos, com a única vontade de se matar. Dois primos amigos, Cristóvão e Max, salvam-na de se afogar e Carmem fica sob os cuidados de Tia Marta, na fazenda do Acaba-Mundo. Integrada àquela boa gente, Carmem desperta a paixão e a discórdia entre os primos, guardando diferentes sentimentos em relação a cada um deles. Com a preocupação de Sampaio, Neuza acaba descobrindo o motivo da fuga de Carmem. Roberto e o velho Franco põe-se à sua procura. Finalmente encontrada, Carmem prefere permanecer em Acaba-Mundo, onde acredita estar sua felicidade, apesar das insistências e súplicas de Roberto e Neuza. Sem resistir aos impulsos do coração, Carmem casa-se com Cristóvão e partem para o Rio. Max conforma-se com seu destino.

Elenco[3]Editar

Elenco Original
Ator Papel
Cármen Santos Carmem
Maury Bueno Cristóvão
Nita Ney Neusa
Augusta Leal Tia Marta
Luís Soroa Roberto
Pedro Fantol Juliano Sampaio
Ely Sone Tufy
Rosendo Franco Franco
Humberto Mauro Empregado da Fazenda
Adhemar Gonzaga Pai de Juliano

Referências