Santa Balbina (título cardinalício)

O título cardinalício de Santa Balbina aparece com este nome apenas após um sínodo realizado em 595, como sucessora do título de Tigridae, referida em 493. Segundo outras fontes, Tigridae foi suprimida pelo Papa Gregório I e sucedida pelo título de São Sisto.[1]

Santa Balbina
        
Título presbiterial
Santa Balbina
Fachada da Basílica de Santa Balbina
sede vacante
criado: 590
antiga Tigridae
Dados do Anuário Pontifício

Sua igreja titular é a Basílica de Santa Balbina.[2]

Titulares protetores editar

Referências

  1. The Cardinals of the Holy Roman Church
  2. GCatholic

Ligações externas editar